Organizando uma mensagem de PBeM I - O Título

Retrato de efernandes

Neste post vou tentar colocar algumas regras para formatação de mensagens de PBeM que descobri a duras custas ao longo do tempo que venho mestrando e jogando este tipo de jogo. De forma alguma este é um guia completo nem dono da verdade sobre o assunto.

Antes de se começar a pensar em organizar uma mensagem de PBeM é preciso decidir se as mensagens serão enviadas em TEXTO PURO puro – preto e branco sem formatação - ou em HTML – a cores com todos os estilos possíveis.

Como informático posso dizer que os dois únicos inconvenientes das mensagens em HTML são: COMPATIBILIDADE e SEGURANÇA.

Quanto a compatibilidade, há alguns jogadores que usam apenas WebMails que não possuam editores especializado, ou então lêem seus E-Mails no trabalho, em empresas cujos administradores de sistema podem impingir regras que obriguem ao uso de texto simples.

Tal situação com que estes jogadores vejam sempre as mensagens em texto simples que pode ser confuso se o E-Mail original tiver sido escrito em cores e obrigará o mestre a convertê-las para HTML ao reenvia-las para o PBeM, no próximo turno.

Entretanto, com o avanço da tecnologia, estas situações são cada vez mais raras e tendem mesmo a desaparecer num futuro próximo. Apesar disso é um factor que deve ainda ser levado em conta antes do jogo começar.

Quanto à segurança, o HTML pode trazer scripts maliciosos embebidos dentro de si, o que pode ser um problema. Entretanto cada vez mais os clientes de E-Mail e antivírus estão preparados para detectar e impedir este tipo de ameaças. Já há muitos anos que não envio mensagens em texto puro e nunca tive problemas com vírus ou outro tipo de ataque por usar E-Mails em HTML.

Uma vez decidido o formato das mensagens podemos partir para sua estrutura propriamente dita que é dividida em duas partes: TÿTULO e CORPO. Nesta mensagem, por causa do espaço e para não me tornar muito cansativo, vou tentar falar somente sobre o título.

O título é, como o próprio nome já diz, o título do E-Mail. Também é conhecido como ASSUNTO uma vez que é assim que está traduzido na grande maioria de clientes de E-Mail em português. Há regras para se escrever um título pois é ele que vai garantir uma boa leitura do corpo do E-Mail e pode gerar muita confusão.

Imaginem que em um turno os personagens entram num armazém cheio de trolls carregados completamente armados. O mestre manda uma mensagem com o título “COMBATE NO ARMAZÉM”. O primeiro jogador resolve descarregar sua AK47 nos inimigos e envia uma mensagem com o título “DESCARREGANDO A METRANCA”. O segundo jogador manda que todos os personagens saiam do prédio e arremessa sua bomba de neutrons portátil mandando uma mensagem com o título “BOOM! Jÿ ERA” e o último jogador, que por um problema no servidor não recebeu a mensagem do “BOOM! Jÿ ERA” resolve explorar o prédio e abandonar seus amigos na luta enviando uma mensagem cujo título é “EXPLORANDO”.

Nem preciso dizer que é o caos. Os títulos não tem nada a ver com o corpo da mensagem e muito menos se tem noção de quem agiu primeiro e quem agiu depois. O jogador do “EXPLORANDO” nunca vai se aperceber que ele pulou a acção do “BOOM! Jÿ ERA”. Isto além do que torna difícil a gestão do PBeM uma vez que pelos títulos não se tem noção de qual o turno em que a acção está a se desenrolar.

Uma boa maneira de se colocar títulos é [PERSONAGENS] [SEQUÊNCIA] TÿTULO.

  • [PERSONAGENS]

É frequente num PBeM, assim como jogo de mesa, haver momentos em que nem todos os jogadores participam ao mesmo tempo. Para isso é que serve esta parte. Aqui se vai especificar todos os personagens que estão a participar da acção. Pode-se escrever por exemplo [TODOS] ou [João, Marvin, Psiope].

Esta secção é muito importante pois os jogadores saberão antes mesmo de lerem o E-Mail se seu personagem está ou não incluído naquele turno evitando ler texto que não interesse.

  • [SEQUÊNCIA]

É um número sequencial que caracterizará a ordem da mensagem enviada. Quando o mestre envia uma mensagem que dá início a um novo turno ele inicia a sequência com 00 e cada jogador que responder irá incrementar este valor com 1.

Parecendo que não isto é muito importante, primeiro por que o mestre pode usar tal sequencia como iniciativa premiando de alguma forma aqueles que respondem mais rapidamente ao PBeM.

Segundo isto ajuda a evitar confusões pois todos os personagens passam a ter noção que uma das acções foi pulada. Imaginem que no exemplo anterior “DESCARREGANDO A METRACA” tivesse inserido a sequência [01] na sua mensagem e que “BOOM! Jÿ ERA” tivesse inserido a sequência [02]. Quando “EXPLORANDO” respondesse, uma vez que ele não recebeu a mensagem de “BOOM! Jÿ ERA”, iria colocar na mesma a sequência [02], ou seja, haveria duas mensagem com o número sequencial 2.

Quem respondesse às mensagens iria aperceber-se disso e, se as acções não fossem contraditórias juntaria simplesmente as acções enviando um novo E-Mail com a sequência [03C], sendo o C de corrigido, indicando que havia corrigido as acções puladas. Se as acções fossem totalmente contraditórias, caberia ao mestre intervir e corrigir ele próprio o E-Mail decidindo qual acção seria considerada.

  • TÿTULO

O título descreve a mensagem propriamente dita. Quem e somente quem cria o título é o mestre. Isto por que é o título que caracteriza um determinado turno de maneira que os jogadores saibam que mensagens com o mesmo título sempre estão a ser executadas dentro de um mesmo momento do jogo.

No exemplo anterior, uma vez que há vários títulos diferentes, nenhum dos jogadores tem a noção de qual o turno a que as mensagens se referem. A mensagem com o título “EXPLORANDO”, por exemplo, poderia ter chegado muito atrasada uma vez que o jogador estava de férias sem acesso a Internet e já se referir a um ou dois turnos atrás.

É claro que uma vez que o título é identificador da mensagem, deve-se tentar ser o mais claro possível e evitar palavras pouco claras. Um título “COMBATE” não seria lá muito bom pois podem haver vários combates na aventura mas “COMBATE NO ARMAZÉM”, “DESCIDA AO INFERNO”, “A CHEGADA DO ESTRANHO” já são únicos e claros o bastante para, dentro do contexto da mensagem, serem auto-explicativos.

Observação: Quando forem enviadas mensagens off-topic para o PBeM, não se deve esquecer de começar o título com OFF. Da mesma forma ao se mandarem mensagens privadas, o título deve começar sempre com PVT.