Há quanto tempo não gastas dinheiro em roleplay?

Retrato de Rick Danger
Foi ainda este Inverno que comprei qualquer coisa.
32% (6 votos)
Desde o Verão passado, ainda fiz umas compras.
16% (3 votos)
Comprei RPGs no ano de 2005.
21% (4 votos)
Lembro-me de, em certa altura, ter gasto dinheiro em roleplay.
26% (5 votos)
Nunca na vida. Peço tudo emprestado ou saco da net.
5% (1 voto)
Total votes: 19

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Hmm...

Deixa-me pensar... quando gastei dinheiro em roleplay pela última vez? Para aí tipo a semana passada? E nem sequer estou a falar de registar o domínio www.abreojogo.com ou de comprar bebidas/salgados para as sessões de jogo, eheh. ;)

Mas falando a sério, se não foi a semana passada foi na anterior... gastei €5.94 (7 dólares) no PDF do RPG Unsung - Morality Under Fire da editora Ivanhoe Unbound. É supostamente um jogo sobre dilemas morais & éticos e escolhas difíceis como o caneco em situações de vida ou de morte (tipicamente ambientes militares). Quero aproveitá-lo, no mínimo, como inspiração para criação de bangs, conflitos e missões no nosso PTA Dirtside (que é Sci-Fi Militarista), mas ainda não tive tempo de olhar para ele.

De resto, costumo comprar regularmente jogos semelhantes (i.e. indie) e papo quase tudo o que sai.

A minha colecção de

A minha colecção de manuais é impressionante...Tanto dinheirinho gasto em fotocopias!

Alguem conhece alguem que compre papel ao kilo? Oh well, hoje em dia fico-me pelos PDF...

Anyway, acho que nunca gastei "verdadeiramente" $ em roleplay. 

um cidadão, um voto

Acho que o quadro não gravou o meu voto, mas posso dizer que ainda comprei qualquer coisa depois do Verão. A minha última aquisição foi o "My Life with Master" e, desde então, voltei a preferir não gastar dinheiro naquilo que não vou usar para jogar.
Tendo em conta a velocidade a que a malta com que jogo experimenta coisas novas, devo fazer a minha próxima compra quando receber a pensão da reforma :)

Re: um cidadão, um voto

Rick Danger escreveu:
Acho que o quadro não gravou o meu voto, mas posso dizer que ainda comprei qualquer coisa depois do Verão.

Mea culpa, Rick. Já incluí o teu voto! É que eu estive aqui a votar quase em simultâneo contigo, e depois de votar apareceu-me um voto na tua opção e nenhum na minha. Fiz refresh, mas a coisa ficou na mesma. Pensando que tinha votado mal, editei a votação para mover o voto que julguei enganado para a opção certa. Afinal foi o teu voto que ficou gravado e o meu que desapareceu temporariamente... já desfiz a "correcção" quetinha feito, portanto agora as contas estão certas e incluem o teu voto. Sorry!

Dezembro

Foi ainda este dezembro, c os guitos do natal, q comprei os aspect books fire e wood. Tou à espera da nova edição de exalted p comprar mais qq coisa, entretanto se alg souber um sítio onde possa comprar o Savant And Sorcerer e o Games Of Divinity originais avisem.

"the drunks of the Red-Piss Legion refuse to be vanquished"

O mês passado foi o

O mês passado foi o Monsters Manual III, já o andava a namorar (adoro livros de monstros) e veio, de resto a Dragon e Dungeon são todos os meses, mas as compras costumam ser poucas.

"I think i´ve had a evilgasm!"

Graças a Gorgon!

Graças à proposta de venda do Pedro "Gorgon" comprei em Dezembro uns 6 livros de NWOD e Requiem a 10 Euros cada. Para mim foram o VII, Ordo Dracul e o Ghouls de Requiem!

"Se alguma vez sou coerente, é apenas como incoerência saída da incoerência." Fernando Pessoa

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

Compras

Bem, eu ca compro sempre todos os livros do Conan RPG mal eles saiam. Vou começar a comprar Warhammer RPG e Paranoia tambem. Sem falar que boardgames sao sempre comprados a toda a altura.

----

Their carcasses will be consumed in the desert
The seed of Amu will perish utterly
Their filth shall never breed among you again
We shall blot out the remembrance of Amalek from under the sky.

---- Behold the pain and sorrow of the world, Dream of a place away from this nightmare. Give us love and unity, under the heart of night. O Death, come near us, and give us life!

$$$ --> RPG

Ainda bem que não estamos nos States, ou aquela opção de "Peço tudo emprestado ou saco da net." poderia ser muito mal interpretada. ;)

A escrever: down*town, tech-noir rpg
Proto Agonístes um rpg de auto-descoberta, de um personagem e vários jogador

Como é que se interpreta

Como é que se interpreta mal isso?

Acho que está bastante claro!

[B0rg]
We r all as one!!
We are The Borg. We are Eternal. We will return. Resistance is Futile...

If freedom is outlawed, only outlaws will have freedom.

Interpretações....

De facto tens toda a razão. Só achei estranho foi mesmo o facto de se anunciar abertamente que se faz pirataria de alguma coisa.

A escrever: down*town, tech-noir rpg
Proto Agonístes um rpg de auto-descoberta, de um personagem e vários jogador

Pq? Quem é pobre não se

Pq? Quem é pobre não se envergonha.

Besides, nao me parece que me va bater a PJ a porta por ter um PDF de cyberpunk V3 no PC. 

Não me parece muito

Não me parece muito correcto esse argumento: se o dono de uma loja nunca te apanhar, tu vais sistematicamente roubar-lhe material, sejas rico ou sejas pobre? Com pdf's passa-se o mesmo, está a roubar-se propriedade de outras pessoas.

A escrever: down*town, tech-noir rpg
Proto Agonístes um rpg de auto-descoberta, de um personagem e vários jogador

ilegal?

Rui escreveu:
Com pdf's passa-se o mesmo, está a roubar-se propriedade de outras pessoas.

Devo dizer que não pensei em levar alguém a admitir ilegalidades nesta votação :)
Não há nada de mal em pedir livros emprestados ou em sacar um dos muitos RPGs de borla disponíveis na net. O Warman é que não vê problemas em enfiar a carapuça ;)

Eu tenho a minha

Eu tenho a minha consciência tranquila, porque embora tenha uma modesta "colecção" de livros de rpg em pdf, tb compro muita coisa, especialmente exalted. P mim o sacar cenas é mais naquela do ver se o jogo vale a pena ou não, se valer força então compra-se os livros à séria, se n... ao menos n gastei dinheiro em vão.

"the drunks of the Red-Piss Legion refuse to be vanquished"

Independentemente do meu

Independentemente do meu comentario, deliberadamente venenoso, sou totalmente a favor de auxiliar quem merece com o meu parco rendimento. Ninguem sai prejudicado com as liberdades que tomo, relacionadas com PDFs, porque nunca iriam ver a cor do meu dinheiro anyway. O que acontece é que a barreira monetaria imposta me impede de ter acesso a informação o que é inaceitavel a meu ver. Falamos de RPGs mas isso é uma gota no oceano e ninguem perde por ai alem. Quero ver é gente aqui dizer que é totalmente law-abiding no que diz respeito a software. Exemplo é que todos temos o Win XP pago e o Norton pago e todos compramos a licença do winzip, right? Não acredito em dois pesos e duas medidas camaradas.

Re: Independentemente do meu

Warman escreveu:
...todos temos o Win XP pago e o Norton pago e todos compramos a licença do winzip...

A menos, claro, que se use o Linux, o AVG Free e o Winrar.

A escrever: down*town, tech-noir rpg
Proto Agonístes um rpg de auto-descoberta, de um personagem e vários jogador

Eu ca uso Ubuntu e não tou

Eu ca uso Ubuntu e não tou a ver o que é que o AVG ou o winRAR la fazem...

Anyway, és um heroi do caralho, hem rui? ;) 

Re: Eu ca uso Ubuntu e não tou

Warman escreveu:
Eu ca uso Ubuntu e não tou a ver o que é que o AVG ou o winRAR la fazem...

São ambos grátis.

Warman escreveu:
Anyway, és um heroi do caralho, hem rui? ;) 

Para quem não me conhece sem ser daqui, podias ser um pouquinho mais simpático.

A escrever: down*town, tech-noir rpg
Proto Agonístes um rpg de auto-descoberta, de um personagem e vários jogador

 Peço desculpa se fui

 

Peço desculpa se fui antipatico, não foi essa a intenção.

 

O que quis dizer é que nunca antes tinha conhecido ninguem que fosse totalmente lawful e muito menos um Portugues. Por isso repito sem intuito de insultar: És um heroi do caralho, hem rui? ;)

Re: Não me parece muito

Rui escreveu:
Com pdf's passa-se o mesmo, está a roubar-se propriedade de outras pessoas.

Sorry, nop, na passa. Não tem mesmo nada a ver.

Roubar pressupõe que o anterior dono dessa coisa ficou sem ela durante esse acto. Com pirataria isso não acontece. Apenas se fazem cópias mas o dono continua a ter a sua propriedade original.

Anyway, eu faço pirataria, admito e sou um defensor desta!

Agora como o Warman disse, se são contra e nem tudo o que possuem foi comprado/registado alguma coisa está errada!

[B0rg]
We r all as one!!
We are The Borg. We are Eternal. We will return. Resistance is Futile...

If freedom is outlawed, only outlaws will have freedom.

I beg to differ...

Vê esta situação:

Tu compras um rpg e todos os teus jogadores fazem uso dele; foi feita uma venda, há mais pessoas a usá-lo, é o normal, livros são emprestados, etc, mas a venda daquela unidade foi de facto contabilizada.

Agora imagina o seguinte: tu compras o livro e fazes scan do mesmo, distribuindo depois a cópia digital por tudo o que é meio (emules e afins); o mesmo livro está a ser distribuido por muita gente, mas as compras não estão a ser facturadas, e a companhia que o produziu, os autores que o escreveram, os artistas que o desenharam, não estão a receber o que deviam. O hobby cai porque apesar de muita gente ter o livro e falar dele, poucas vendas estão a ocorrer.

Outra situação: uma empresa como o DriveThruRPG.com vive unica e exclusivamente da venda de livros em pdf. Ao scanar um livro e distribui-lo pela net, ou ao sacar um livro da net, estás a concorrer deslealmente com eles e a tirá-los do negócio. A mesma coisa ocorre quando lhes compras um pdf (que pode ser, por vezes, até 70% mais barato que a cópia impressa, o que leva muita gente a preferir este meio), e o distribuis depois ilegalmente vai fazer com que a empresa deixe de ter meios com que fazer o seu ramo de negócio; o hobby cai porque deixa de haver fornecedor de material alternativo.

Porque é que falo em "o hobby cai"? Porque o rpg, por muito que nos custe, ainda é um nicho; há mais gente a jogar World of Warcraft do que alguma vez haverá gente a jogar Pen & Paper rpg, e se a pirataria for difundida então menos gente haverá porque simplesmente e em ultima instancia, os fornecedores deixam de ter fundos para fazer o material para vender: são vendas que são perdidas pois o potencial cliente já tem a cópia ilegal. Este é, obviamente, um cenário que acontecerá apenas se toda a gente fizer pirataria, o que não é o caso, mas julgo que não estou errado em dizer que as vendas não são tão altas quanto poderiam ser, por causa disso.

Agora, apontas e bem que não é um roubo; é verdade, nada foi fisicamente subtraído ao dono original, mas há 20 anos atrás também não havia internet nem ficheiros pdf que pudessem ser distribuidos como se quisesse; os tempos mudam, e a nossa percepção do que é "roubo" deve mudar também.

Se fazes pirataria, mais poder para ti.

Eu também defendo que as coisas deviam ser melhor distribuidas, que o facto de uns terem mais poder de compra me limita a diversão e por isso quero ter as mesmas coisas que eles independente dos meios com que as obtenho, mas neste caso, do rpg, julgo que poderíamos pensar de outra maneira.

E apenas por isso levantei a questão original, que me parece entretanto perdida no meio da confusão.

A escrever: down*town, tech-noir rpg
Proto Agonístes um rpg de auto-descoberta, de um personagem e vários jogador

Sorry mas não podia

Sorry mas não podia discordar mais em todos os pontos.

Não se pode perder algo que não se tem. Vendas perdidas é algo que não existe. Ou se vendeu ou não se vendeu. Se não se vendeu não se perdeu nada. Não se podem contabilizar perdas hipotéticas.

Os artistas só não recebem o que devem quando alguém fica com a maior parte do dinheiro das vendas. Agora não podes dizer que não recebe o que devia receber pq deveriam-se ter feito mais vendas completamente hipotéticas.

Ao digitalizar (e não scanear) e distribuir um livro, não estou a concorrer com nenhuma loja. Quanto muito estaria a concorrer com outros q façam o mesmo para conseguir ser o primeiro a disponibilizar o livro ou assim, mas isso é outra história. Concorrência implica que se anda atrás do mesmo. Ora um gajo q faz isso de graça pela comunidade não está nunca a concorrer com uma loja que faz isso pelo dinheiro. Se o negócio da loja pode sofrer com isso? Bem, há que adaptar os mercados à realidade e não a realidade aos mercados. Se o negócio não serve nesta realidade quem está mal é o negócio. Mas mesmo assim e apesar de tudo pelos vistos continua a servir. E esta em!?

Como podes dizer que deixa de haver fornecedor de material alternativo acusando exactamente a existência de um fornecimento mais fácil e barato desse mesmo material como sendo a causa desse evento?

Não é a percepção do que é "roubo" mas sim a percepção do que está errado que deve mudar! Não é a sociedade que se deve adaptar às leis mas sim as leis à sociedade.

Em relação ao hobbie, não confundas o hobbie com o mercado deste. São coisas completamente distintas. Os mercados surgem onde aparecem interesses, não o contrário.

[B0rg]
We r all as one!!
We are The Borg. We are Eternal. We will return. Resistance is Futile...

If freedom is outlawed, only outlaws will have freedom.

Ora nem mais

Nao podia concordar mais contigo B0rg. E ja agora, deixem-me lembrar-vos de um pequeno pormenor: dinheiro. Sim, porque o hobby esta cada vez mais caro, e quem gosta de RPGs vê-se muitas vezes confrontado com a decisao de "Que livro hei de comprar com o dinheiro que tenho?" enquanto olha para a prateleira da loja.

Por isso sim, prefiro arranjar o pdf primeiro, ler e depois, se realmente gostar do conteúdo, compro o jogo/livro.  Se isso torna-me num pirata, entao sou pirata com orgulho. Ao menos não sou um pato pronto a ser depenado pelas companhias de jogos.

 

 

Não concordo mt c o Borg,

Não concordo mt c o Borg, concordo mais c o Rui e o Aramoro. Tal como o Aramoro, eu tb saco rpgs em pdf, lei-os e se gostei do que li compro o livro, foi o que aconteceu c Exalted, tenho bué livros e bué pdfs na mm, e é o que vou fazer c D&D e Mutants And Masterminds, os quais me têm dado um bichinho ultimamente p experimentar, mas simplesmente n tenho 20 25 euros p tar a gastar por livro numa experimentação, por isso vou ler os pdfs primeiro e dps se gostar compro, caso contrário vou à procura de outra coisa. Neste sentido não estou a roubar dinheiro a ng, mt pelo contrário.

Agora o que eu acho q o Rui se estava a referir n era este caso, mas sim do pessoal que saca o pdf e caga nos livros "se já tenho o pdf à borla pq gastar dinheiro!". Estes sim é q "roubam" vendas, e aqui discordo c o Borg, pq a venda q seria feita deixa de o ser, uma vez q o produto já foi adquirido à revelia do preço e a companhia perde essa oportunidade de venda. Isto claro que levanta um grande problema p as empresas de rpgs, pq ao contrário das empresas discográficas q mm q lhes "roubem" a venda do disco continuam a factura noutras áreas, como a venda da imagem do artista, concertos, etc., só têm esta fonte de rendimento, pelo menos as mais pequenas que são smp quem se lixa no meio disto.

Bem, já dei a minha

Bem, já dei a minha opinião em relação a isso e não a vou tar a repetir obviamente.

Só para clarificar um ponto e dizer que concordo em absoluto com o: "tenho o pdf mas gostei e então compro o livro!" Nunca disse o contrário e espero não o ter dado a entender.

[B0rg]
We r all as one!!
We are The Borg. We are Eternal. We will return. Resistance is Futile...

If freedom is outlawed, only outlaws will have freedom.

Re: Ora nem mais

Aramoro escreveu:

Nao podia concordar mais contigo B0rg. E ja agora, deixem-me lembrar-vos de um pequeno pormenor: dinheiro. Sim, porque o hobby esta cada vez mais caro, e quem gosta de RPGs vê-se muitas vezes confrontado com a decisao de "Que livro hei de comprar com o dinheiro que tenho?" enquanto olha para a prateleira da loja.

Por isso sim, prefiro arranjar o pdf primeiro, ler e depois, se realmente gostar do conteúdo, compro o jogo/livro.  Se isso torna-me num pirata, entao sou pirata com orgulho. Ao menos não sou um pato pronto a ser depenado pelas companhias de jogos.

 

 

 

 

Subscrevo a 100%

 

Cumprimentos