Vem testar o CO2 na Trinca Con e habilita-te a ganhar uma cópia do Vinhos

Retrato de Firepigeon

Inscreve-te num teste do meu último protótipo CO2 e participa no sorteio de uma cópia do jogo Vinhos.

O sorteio de uma cópia lacrada do Vinhos será realizado no sábado ao final do dia 2 entre todos os jogadores que participarem num teste do CO2.

Como continuo sempre interessado em encontrar novos jogadores para testar este prótotipo porque sem eles não é possivel nenhum jogo chegar ao mercado, sugeriram-me que oferecesse uma cópia do Vinhos a quem quisesse participar num teste na Trinca Con durante o dia de sábado. Se te quiseres habilitar a ganhar esta cópia, que será sorteada no sábado dia 2 ao final do dia, basta inscrever-te numa das mesas de teste do CO2, jogá-lo e preencher um pequeno formulário com a tua apreciação e sugestões sobre o jogo.

 

Condições:

O sorteio só se realizará se conseguir jogadores para pelo menos 3 mesas de teste nesse dia. Para isso, conto com um mínimo de 9 inscrições.

Para te inscreveres basta deixares aqui uma mensagem com o teu nome e a mesa em que pretendes participar. O teste, a tua opinião e ideias sobre o jogo são fundamentais para que o possa tornar num jogo melhor e como bónus, ainda poderás ver o teu nome na lista de playtesters no livro de regras.

Inscreve-te, joga, deixa-me a tua opinião sobre o possível lançamento de mais um jogo português, feito e testado por portugueses e ganha uma cópia do Vinhos.

 

CO2

O jogo é um puro euro económico, dirigido a jogadores com alguma experiência em jogos de médio peso e pesados. Tem a duração de cerca de 2 horas e o tema aborda o mercado de Créditos de Carbono e o crescimento sustentável de energias renováveis.

Podes ver mais alguma informação sobre o jogo na página do BGG.

http://boardgamegeek.com/boardgame/72225/co2

 

Agenda de Testes:

Mesa 1

11h - 13h30 horas

 

Mesa 2

14h30 - 17h

 

Mesa 3

17h30 - 20h

 

Mesa 4

21h - 23h30

 

Sorteio da cópia do Vinhos - por volta da 00h00

Vem jogar e participa.

 

 

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Conta comigo Vital

Cumprimentos Vital, posso já reservar 2 lugares na mesa 2?

Inscreve já Pedro Correia e Judith Offermann.

 

Mais 1 reserva

Olá Vital,

Faço mais uma reserva para a mesa 2.

 

Cumprimentos.

 

I'm in!

Nuno Silva na Mesa 3

 

Stormrover (a.k.a. Nuno)


Last played:

mesa 1

Olá Vital,

2 reservas para a mesa 1: Ciril Santos e Lucinda Fonseca.

Obrigada

Actualização das mesas

 

Mesa 1 - 11h00/13h30

1 - Ciril Santos

2 - Lucinda Fonseca

 

1 ou 2 lugares disponíveis

 

 

Mesa 2 - 14h30 /17h00

1 - Judith Offermann

2 - Pedro Correia

3-  Thytos

 

0 ou 1 lugares disponíveis

 

 

Mesa 3 - 17h30/20h00

1 - Nuno Silva

 

2 ou 3 lugares disponíveis

 

 

Mesa 4 - 21h00/23h30

 

3 ou 4 lugares disponíveis

 

 

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

a malta que já

a malta que já experimentou outras versões também se pode inscrever? Innocent

Claro, :) "as efabulações

Claro, :)

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

+1 para a a Mesa 3

Helena Santana

 

Stormrover (a.k.a. Nuno)


Last played:

+ 2 para a mesa 1

emanuel e mónica na mesa 1 (com um cafezinho a acabar...)

Nova actualização das mesas

Actualização das mesas

Submetido por newrev a Segunda, 14/03/2011 - 12:52.

 

 

Mesa 1 - 11h00/13h30

1 - Ciril Santos

2 - Lucinda Fonseca

3 - Mónica

4 - Emanuel

 

Mesa Completa - :)

 

 

Mesa 2 - 14h30 /17h00

1 - Judith Offermann

2 - Pedro Correia

3-  Thytos

 

0 ou 1 lugares disponíveis

 

 

Mesa 3 - 17h30/20h00

1 - Nuno Silva

2 - Helena Santana

 

1 ou 2 lugares disponíveis

 

 

Mesa 4 - 21h00/23h30

 

3 ou 4 lugares disponíveis

 

Vá lá malta, mais ninguém para fechar a mesa 3 ou para abrir a última?

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

Mesa 3 ou mesa 4. Pedro

Mesa 3 ou mesa 4.

Pedro Freitas

+2

Mesa 4
Nuno Ascenção e Juliana Dias

Mais um ...

 ... para a mesa 3.

 

 Dadur

            """"""""""""''''''''''''««««««o»»»»»»''''''''''''""""""""""""

 ! ... 1 Boardgamer: ... 1 jogo!

3ª actualização das mesas

 

Mesa 1 - 11h00/13h30

1 - Ciril Santos

2 - Lucinda Fonseca

3 - Mónica

4 - Emanuel

 

Mesa Completa - :)

 

 

Mesa 2 - 14h30 /17h00

1 - Judith Offermann

2 - Pedro Correia

3-  Thytos

 

1 lugar disponível

 

 

Mesa 3 - 17h30/20h00

1 - Nuno Silva

2 - Helena Santana

3 - Dadur

 

1 lugar disponível

 

 

Mesa 4 - 21h00/23h30

1- Pedro Freitas

 

2 -Nuno Ascenção

3 -Juliana Dias

 

1 lugar disponível

 

Obrigado a todos. As 4 mesas já tem número suficiente para jogar.

Se alguém mais se quiser juntar anda existe 1 lugar disponível nas mesas 2, 3 e 4.

 

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

Alteração de mesa

Boa tarde!

Gostaria de "alterar-me" para a mesa 3, às 17h30..

 

Cumprimentos!

 

Ok. Fico à espera que

Ok. Fico à espera que apareça alguém para jogar na mesa 2.

Dadur podes trocar se não aparecer mais ninguém?

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

Está ...

 ... trocado, mesmo que apareça alguém.

Depois do almoço vai ser mesmo bom: só espero que me acordem quando for a minha vez de jogar.

LOL

 

Dadur

 

 

 

            """"""""""""''''''''''''««««««o»»»»»»''''''''''''""""""""""""

 ! ... 1 Boardgamer: ... 1 jogo!

Obrigado a todos os que

Obrigado a todos os que testaram o CO2 durante a Trinca Con. Foi muito útil por ter permitido a detecção e afinação das várias acções do jogo.

Tão útil que já comecei a alterar umas quantas coisinhas.

A primeira foi a ordem do turno, que resolve não só alguma desvantagem do último jogador no jogo a 4, como tb tira a ambiguidade da acção de passe, que permite o jogador voltar a entrar nas phases, se receber um novo cubo de posição.

 

-Nos testes de ontem a ordem de jogo apenas mudava depois do turno terminado.

Problema - alguma desvantagem do último jogador no jogo a 4 por a maioria dos jogos só ter 3 turnos. O 4º jogador nunca seria o primeiro a jogar.

 

-Durante as fases de jogo o jogador só podia ou passar ou operar.

O problema detectado -  o jogador poderia conseguir uma acção depois de passar. E não poder voltar a entrar em jogo, seria injusto, especialmente se se tratasse do último turno de operações.

 

A solução proposta para resolver ambos os problemas passa pelo seguinte:

 

O passe deixa de existir e a ordem do turno muda entre fases do jogo em vez de apenas mudar no final de turno.

Isto permite que o primeiro jogador mude no mínimo 8 vezes. ( a contar com jogos de 3 turnos).

 

Mas muda como? e como é que isto resolve o problema do passe e reentrada no turno?

Muda por decisão do jogador.

O primeiro jogador a mover um token 'de ordem de turno' para a primeira posição livre na 'ordem de turno', será o primeiro a jogar na próxima fase. Esta acção substitui o passe. Assim se o joador quisere continuar em jogo mesmo sem ter acções, à espera que alguém faça um takeover a uma das suas posições para conseguir mais uma acção, basta não mudar o seu token na ordem do turno. Se o fizer já não volta a entrar na corrente fase, mesmo que consiga mais um cubo de posição.

Na minha opinião esta regra resolve os dois problemas e oferece, mais tensão no jogo, uma ordem de turno decidida pelos jogadores em cada fase, acrescentando uma nova layer ao jogo. A importância de ser o primeiro a operar, a colocar um projecto projecto ou o primeiro a vender no mercado, em vez de um turno clockwise. Oferece também maior estratégia sem adicionar complexidade e mais uma decisão com influência no jogo. Acima de tudo julgo que resolve uma ambiguidade sem uma excepção à regra.

Um teste com esta nova regra já se avisinha. :)

Outros problemas surgiram durante os testes, e vou colocando aqui as soluções encontradas.

Se quiserem participar e deixar sugestões ou comentários ou outros problemas que tenham detectado, serão bem vindos. :)

 

Por último, parabéns à Judith e ao Pedro. Casal vencedor do sorteio do Vinhos.

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

Por acaso ...

 ... não estás a pensar dar também, como set up, 2 cubinhos brancos (tecnologia) a cada jogador?

É que assim dispensava de se ir a "correr" aos tiles das tecnologias e dava mais liberdade de acção não atrasando o jogo no caso de ninguém os ir buscar!.

Parabéns pelo jogo.

 

Dadur

 

 

            """"""""""""''''''''''''««««««o»»»»»»''''''''''''""""""""""""

 ! ... 1 Boardgamer: ... 1 jogo!

Obrigado pela sugestão

Oi Dadur, obrigado pela sugestão. É um caso a pensar, mas como deves ter reparado, existem outras formas de conseguir tecnologia, mesmo sem os projectos das alternativas. Os benefícios das regiões e alguns lobbies, são as outras duas formas de os atingir. Mas a ambição pelo dinheiro fácil é demasiado alta. LOL

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

Eu é agradeço

 Na nossa mesa foi o 4º jogador que ganhou, se bem te lembras, mas se calhar foi por causa de não se ir às tecnologias no 1º turno, digo eu.

Já recuperaste? É que estavas mesmo cansado naquela "maratona".

Dizem que correr por gosto não cansa mas eu digo: correr por gosto também cansa, mas é bom. Terei razão?

lol

Abraço

 

 

            """"""""""""''''''''''''««««««o»»»»»»''''''''''''""""""""""""

 ! ... 1 Boardgamer: ... 1 jogo!

Por acaso...

... na primeira fase de operações fiz uma instalação que me deu tecnologia...

 

Não me pareceu no entanto que tenha sido esse "beneficio" inicial que me permitiu ganhar o jogo.

 

Stormrover (a.k.a. Nuno)


Last played:

Parabéns Vital

Boas, acho que CO2 é o que se pode chamar um jogo Á'Vital, mecânicas interessantes, jogo muito temático, decisões sempre interessantes e relevantes para o desenrolar do jogo.

Pela minha parte e pela da Judith, ambos gostámos imenso do jogo, e claro que quando for publicado, fazemos questão de o ter na nossa coleção.

Relativamente ao jogo, pela experiência que tive, acho que as decisões podem ter muita influência, ex: eu joguei o jogo todo apenas com dois peões e apenas tive duas acções extra no turno 3, e mesmo assim fiquei a um ponto da vitória. Penso que as alterações que queres aplicar parecem interessantes e parecem resolver os problemas.

Parabéns Vital e conta sempre connosco para experimentar novos jogos teus.

Pedro Correia e Judith Offermann

Obrigado Pedro. Foi bom ver

Obrigado Pedro.

Foi bom ver que mesmo com menos acções, se as decisões forem as certas, os jogadores continuam competitivos.

Se te lembrares de mais alguma coisa interessante :) que na tua opinião não te pareça bem no jogo, chuta.

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

Obrigado nós...

por termos a oportunidade de experimentar este jogo...

 

Gostei bastante, e apesar do "handicap" de 4º jogador não me ter afectado por aí além, o facto de inserires a opção de prescindires ou não de acções numa determinada fase em prol de uma melhor "pole-position" para a fase seguinte parece-me muito positiva.

 

A Lena apesar de ter demorado a "encaixar" no jogo, também gostou bastante...

 

Parabéns à Judith e ao Pedro pelo Vinhos.... aí está outro jogo que tenho de experimentar :)

 

Stormrover (a.k.a. Nuno)


Last played:

Como combinado seguem aqui

Como combinado seguem aqui mais umas alterações que resolvi atribuir ao jogo.

1 - Alguns jogadores perguntaram durante o jogo porque é que as posições conseguidas pelas ONG nas Cimeiras pontuavam a totalidade das estruturas construidas pelo jogador em vez de apenas as referentes a cada protocolo. A conclusão foi que se assim fosse não rendia em termos de pontos. Na verdade se isso acontecesse o jogo seria mais temático e ficaria mais intuitivo. Depois de ponderar algum tempo, resolvi então seguir esse conselho. O problema a resolver era o de dar pontos suficientes ara que valesse a pena jogar nas Cimeiras sem adicionar multiplicadores ou outras variáveis que complicassem as contas.

A solução que encontrei possivelmente tornará o jogo mais intuitivo, mas não sei ainda se o poderá desequilibrar.

Assim que a cimeira estiver completa, ou seja todos os protocolos terem sido adotados no final da fase. Cada jogador participante pontua uma das estruturas correspondentes por cada posição na Cimeira.

Esta solução também será adotada em relação às politicas regionais. Ou seja, se forem atingidas o jogador pontua as estruturas correspondentes. O scoring que falo é o do tile da estrutura. Provavelmente terei de ajustar os pontos de cada estrutura verde, visto que agora elas podem pontuar várias vezes durante o jogo.

O que isto pode trazer ao jogo? Provavelmente maior facilidade de compreenção, maior relação com o tema e uma maior flexibilidade de estratégias, pois agora não é o jogador que conseguir colocar mis que pontua mais, mas sim aquele que conseguir pontuar o mesmo tile mais vezes. Outra vantagem é a que passa a valer a pena enviar posições para as cimeiras desde o início. Bata ter uma qq estrutura construida. Futuros teste dirão se a solução aqui descrita melhorará o jogo ou não.

 

Comentários?

 

2- Oura coisa que tenho andado a pensar e que poderá aumentar não só o nivel de decisões do jogo, como a sua rejogabilidade seria a de existir uma base variável para o valor dos Créditos de CO2. Já passei por esse estágio uma vez, mas estas estavam relacionadas mais uma vez com o número de estruturas verdes construídas. O problema deste sistema era originar muitas vezes um runway leader, especialmente nos ultimos turnos, quando todas as ONGs tem muitos créditos para trocar. Usar um valor base de 3 pontos, a maneira como testamos o jogo, evita este problema, mas origina outro, uma fraca rejogabilidade e decisões semelhantes nos diversos jogos em relação aos Créditos de CO2.

Algo que me faz alguma comichão tb, é a falta de ligação destes créditos à redução global de CO2 e aos tiles de lobbies. Pois pelas pesquisas que fiz o seu valor está relacionado com ambas as variáveis.

 

Ainda não tenho solução definitiva para este problema, mas relacionar o valor dos créditos à redução global de CO2 parece-me bastante interessante. E para que esta variação ainda seja maior e dependente não só do jogo, mas também das acções dos jogadores, lembrei-me de relacionar também o número de lobies que cada jogador consegue utilizar e manter. Como esta segunda variável é totalmente dinâmica durante todo o jogo, pode significar uma nova e muito maior rejogabilidade ao mesmo, aumentar a competitividade dos tiles de lobies.

 

Neste momento o meu raciocínio prende-se no seguinte.

Traking do CO2 global versus valor dos créditos:

maior ou igual a 40 - 0 pontos

maior ou igual a 30 - 1 ponto

maior ou igual a 20 - 2 pontos

maior ou igual a 10 - 1 ponto

maior ou igual a 20 - 0 pontos

 

A este valor adiciono o poder dos lobbies:

cada tile no display do jogador adiciona um ponto a cada Crédito de Carbono.

 

Assim a formula de cálculo para os créditos será:

posição do CO2 global + número de lobies que o jogador mantém no seu display na altura da troca.

 

Esta formula é simples e o seu resultado varia muito de jogo para jogo, fazendo que os jogadores troquem os créditos de CO2 quando acharem que estes atingem o seu maior valor. Os  lobies ganham maior relevância (como na vida real) e a track de CO2 global passa a ter influência no valor dos créditos.

Mas na verdade a minha tabela preferida para a variação do valor de Créditos de Carbono seria:

 

maior ou igual a 40 - 2 pontos

maior ou igual a 30 - 1 ponto

maior ou igual a 20 - 0 pontos

maior ou igual a 10 - (-1) ponto

maior ou igual a 20 - (-2) pontos

O problema que aparece é relativo ao mau  jogador que não consegue ter um número suficiente de lobbis no display no final do jogo para cobrir os pontos negativos. Será isto possível? Pode acontecer? Como contariar esta tendência?

 

Comentários a estas soluções serão bem vindos.

 

 

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

Não percebi as tabelas

Não percebi as tabelas quando referes duas vezes em cada: "maior ou igual a 20"

 

typo?

 

 

Stormrover (a.k.a. Nuno)


Last played:

Sim typo. a última é

Sim typo.

a última é obviamente maior ou igual a 0. deixa ver se ainda consigo corrigir.

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"