Babewatch RPG

Mais um RPG gratuito e disponível para download:

RPG Review: Babewatch - Capsule Review by Nathan Hill (3/4): Hot beach action roleplaying... Plus: David Hasslehoff takes on Cthulhu [RPGnet]

Vá, quem é que vai mestrar este? Eu acho que já tenho personagem pronto e tudo, eheh.

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

David Hasselhoff vs Cthulhu?

David Hasselhoff vs Cthulhu? Epa isso parece-me RPG no seu mais aterrorizador. Não se arranja um herói para batalhar os dois monstros? ;)

Mas a sério, parece ser de rir à gargalhada. Queria fazer o download, mas o site tinha excedido a quota do dia (maldita Geocities) :P

___
A Mestrar: Amber Diceless
A Jogar: Vampire: the Masquerade (PBEM e Tabletop)

___
A Mestrar: (népia)
A Jogar: PTA (Dirtside III)

Engraçado como um universo t

Engraçado como um universo tão negro como o do Call of Cthulhu consegue gerar mais cenas para o gozo que praticamente qualquer outro rpg.

Faz-me lembrar de um cenário de Cthulhu que joguei - baseado muito muito livremente no conto "The Colour Out of Space" do Lovecraft - que foi adaptado para Portugal anos 90, em que uma radiação estranha transformava toda a gente em zombies. A certa altura estando os investigadores barricados numa vivenda em Cascais, são surpreendidos por um ataque vicioso de tias-zombie que não paravam de exclamar: "Rico, junte-se a nós, sei lá!"

Obviamente toda a gente perdeu 1d6 de sanidade imedidatamente! :-)

---->
"plus ça change..."

Bem-vindo, Nuno!

Bem-vindo a bordo, Nuno!

És do Estoril? Então estás aqui mesmo ao lado, tens de vir rolar uns dados com a malta a Oeiras um dia destes.

Sabes que é por isso que gosto tanto do Lovecraft? Porque é difícil como o #$&%#&$ escrever como ele escrevia e causar algo mais que riso, quanto mais terror a um nível tão vasto. Paródias Lovecraftianas são incrivelmente fáceis de fazer, é só escreveres um história e empilhares adjectivos uns em cima dos outros e usar certas palavras-chave. Fácil!

Agora escrever uma história de terror cósmico como ele... vai lá, vai!

Anyway, eu mestrei há muitos anos uma aventura com a Color Out Of Space... é a que vem no Cthulhu Now, a que começa com um crash do vaivém. É porreirita! Lembro-me que comprei uns daqueles lightsticks pequenos numa loja de campismo, para os meus jogadores pendurarem ao pescoço para puderem ver as caras uns dos outros no escuro, e já agora conseguirem ler as folhas de personagem, mas aquilo não dava quase luz nenhuma. Tenho de experimentar outra vez, eheh.

Curiosamente comecei a jogar

Curiosamente comecei a jogar RPG em Oeiras e Carcavelos (já lá vão tantos anos que me sinto velho...) numa idade em que o maior problema era encontrar sítio para jogar, hoje em dia o maior problema é mesmo encontrar tempo para jogar :-)

Mas olha que curiosamente as histórias menos "cósmicas" do Lovecraft eram e são as minhas preferidas. "The Rats in The Walls" e "Pickman's Model" são das coisas mais assustadoras que já li, e a causa de muitos calafrios quando as li à noite no meu quarto.

Confesso que não sou grande adepto dos acessórios em sessões, geralmente atrapalham mais do que ajudam (o teu exemplo é perfeito), exceptuando claro as miniaturas, uma grande ajuda quando se entra em combate, embora em Cthulhu entrar em combate é sinal que a coisa deu para o torto :-)

É estranho mas por muitos rpg's que eu joguei, incluindo o meu favorito - Shadowrun - não há nada como em CoC teres os dados na mão, e saberes que o destino do mundo depende do roll que vais fazer... e mesmo que tenhas sido bem sucedido, provavelmente mais morrer ou passar o resto dos teus dias numa cela almofadada do Júlio de Matos... :-)

---->
"plus ça change..."

ShadowRun!

koriolis escreveu:

É estranho mas por muitos rpg's que eu joguei, incluindo o meu favorito - Shadowrun - não há nada como em CoC teres os dados na mão, e saberes que o destino do mundo depende do roll que vais fazer...

Ena, outro fã de ShadowRun!

Vê as notícias sobre a nova edição de ShadowRun :)

Alguns freelancers de ShadowRun estão neste fórum, incluíndo eu. Se tiveres comentários sobre a nova edição, livros recentes (comecei a escrever no Shadows of Europe), etc, sou todo ouvidos!

JP

[quote="koriolis"]Obviamente

"koriolis" escreveu:

Obviamente toda a gente perdeu 1d6 de sanidade imedidatamente! :-)

Eu perdi mais do que isso só de ler essa cena!!!

--------------------------------------------------------------
[B0rg]
We r all as one!!
We are The Borg. We are Eternal. We will return. Resistance is Futile...

If freedom is outlawed, only outlaws will have freedom!

[B0rg]
We r all as one!!
We are The Borg. We are Eternal. We will return. Resistance is Futile...

If freedom is outlawed, only outlaws will have freedom.

Actualização: Já li mes

Actualização:

Já li mesmo as regras do Babewatch. Que vontade de rir! :) Dá-me a mesma vontade de rir quando vejo a série (e penso "ridículo!"). Tem a sua piada e é estupidamente simples em termos de regras.

Anuncio aqui oficialmente que estou disposta a mestrar uma one-shot de Babewatch :) Talvez um dia em que seja preciso enchar um intervalo de Amber, ou isso ;)

___
A Mestrar: Amber Diceless
A Jogar: Vampire: the Masquerade (PBEM e Tabletop)

___
A Mestrar: (népia)
A Jogar: PTA (Dirtside III)

Re: Babewatch

Eowyn escreveu:

Anuncio aqui oficialmente que estou disposta a mestrar uma one-shot de Babewatch :) Talvez um dia em que seja preciso enchar um intervalo de Amber, ou isso ;)

Dizem que os intervalos de Amber já estão preenchidos até 2008 - com Vampire, 2300, D&D...

JP

[quote="jpn"]Dizem que os int

"jpn" escreveu:

Dizem que os intervalos de Amber já estão preenchidos até 2008 - com Vampire, 2300, D&D...

Epa, pois é. Então lá vamos ter de fazer uma convenção para eu poder mestrar Babewatch ;)

___
A Mestrar: Amber Diceless
A Jogar: Vampire: the Masquerade (PBEM e Tabletop)

___
A Mestrar: (népia)
A Jogar: PTA (Dirtside III)