Memoir '44 - Acção em Pegasus Bridge

Bom, já tive ocasião de jogar uma partida de Memoir '44 contra mim próprio para aprender as regras. Joguei o primeiro cenário, Pegasus Bridge, claro, e tenho a dizer que o achei muito desequilibrado.

Memoir '44É que os aliados aparentemente têm todas as vantagens: mais unidades, mais cartas de movimento, mais hipóteses de conseguir pontos de vitória (podem ganhar metade dos pontos necessários conquistando dois locais e matando duas unidades inimigas, enquanto os alemães estão limitados a matar 4 unidades inimigas) e, aparentemente, há pelo menos uma carta que favorece os aliados (a carta Airpower, que fica mais fraca se for usada pelos Alemães)... será que há cartas que favorecem os alemães?

Neste cenário, a única vantagem que os Alemães tem para contrabalançar tudo isto são posições defensivas fortes à volta de um dos dois objectivos que os aliados pretendem conquistar. Parece-me muito pouco... até porque as posições defensivas são estáticas, o que reduz ainda mais as alternativas alemãs. Os aliados podem, por exemplo, retirar para trás as unidades que estejam à beira da morte para negar os pontos de vitória às forças do eixo. Os alemães, confortáveis por trás dos seus arames farpados e sacos de areia, não os vão perseguir enquanto tiverem outros problemas com que lidar.

Fora isso, o jogo pareceu-me extremamente divertido. Foi fácil jogar contra mim próprio; era uma questão de olhar para as cartas que tinha na mão, escolher a melhor opção, e ir em frente. Depois quando trocava para o outro lado, era fazer exactamente a mesma coisa. Não me parece que este cenário fosse particularmente dado a estratégias/tácticas de longo-prazo que fosse preciso manter secretas do inimigo. Já agora, o resultado final: ganhei... ou perdi, dependendo do ponto de vista, eheh. Venceram os aliados, pois claro.

Agora quero jogar isto contra alguém! O Jota e a Raquel já se ofereceram... vamos ver! Já agora, é curioso notar que tudo o que precisam para jogar Memoir '44 está disponível gratuitamente na internet: as regras estão aqui (no site oficial www.memoir44.com) e encontram tabuleiro, cartas e peças virtuais no site do VASSAL Engine, um programa gratuito que permite jogar boardgames e wargames pela internet em tempo real e/ou por e-mail. Foi justamente o Vassal que eu usei para jogar contra mim próprio; assim evitou-me o trabalho todo de montar o tabuleiro e manter as coisas organizadas. Com uma bebé de três semanas lá em casa, jogar um jogo assim, com interrupções pelo meio, sem perder uma peça ou duas ia ser obra. Assim estive a jogar calmamente no computador, às escuras, com a Diana a dormir profundamente mesmo ali ao meu lado.

Já agora, se alguém quiser jogar uma partidinha virtual (em tempo real, porque por e-mail deve demorar semanas), é só dar-me um apito por aqui ou por e-mail para combinarmos algo.

AnexoTamanho
memoir44.JPG26.42 KB

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

aliados vs. alemães

Eh pá... Não concordo que o jogo esteja desiquilibrado. Geralmente os alemães estão em boas posições defensivas, se os aliados não se mexem podem atacar com tanques ou muitas vezes com artilharia... Geralmente os aliados são ceifados por combinações de ataques que quase limpam uma unidade, e um ataque de tanques letal antes dessa unidade recuar.

JP

Re: aliados vs. alemães

Não estou a dizer que o jogo é desequilibrado. Só aquele primeiro cenário, que é a única coisa que vi até agora, e onde parece que não há nada que valha aos alemães: estão em desvantagem em todos os aspectos.

Jogando contra mim próprio, os alemães tiveram brilhantes golpes de sorte (do género eliminar os três últimos homens de uma unidade de quatro com apenas três dados), mas mesmo assim o jogo terminou com eles a perderem por 2 contra 4 pontos de vitória.

Mas dito isto, parece-me um cenário de introdução ideal para um novato, que assim pode jogar contra alguém muito mais experiente e em igualdade de circunstâncias.

Blitzkrieg!

Só queria dizer que este jogo parece lindo e já o tinha comprado  se tivesse alguém com quem o jogar. Está lá.. na loja.. sozinho a chamar por mim e ninguém o quer

Re: Blitzkrieg!

Pá, o jogo joga-se numa hora e é um excelente space-filler... Se tiveres um jogador de RPG q constantemente se atrasa (p ex) viras-te pró resto da malta e dizes "q tal um joguito de '44 enquanto o X n chega?" Acho que foi graças a este esquema que o '44 foi o jogo q mais joguei :)

JP

Re: Blitzkrieg!

Mas espera aí.... something does not compute... quer dizer que há jogadores de RPG que chegam sistematicamente mais atrasados que tu? :-O

Eheh, tou a brincar, não me batas, ai!

Re: Blitzkrieg!

ricmadeira escreveu:
Mas espera aí.... something does not compute... quer dizer que há jogadores de RPG que chegam sistematicamente mais atrasados que tu? :-O

Eheh, tou a brincar, não me batas, ai!

*BONK!*

É fácil falares qdo se joga sempre em tua casa :P

JP

Equilíbrio

Nas minhas partidas desse jogo fiquei com a impressão de que uma parte do equilíbrio do jogo depende da sorte nas cartas e nos dados, já perdi partidas onde tinha superioridade no setup inicial simplesmente porque não vieram as cartas de movimento do corpo principal das minhas tropas, elas ficaram paradas dentro da água levando tiro de artilharia sem poder fazer nada.

Alguns setups parecem realmente bem desequilibrados, e se as coisas seguissem seu rumo natural deveriam decretar vitórias enormes para um dos lados, mas como é um jogo que depende bastante da sorte, milagres podem acontecer.