5 da manhã...

São cinco e meia da manhã, estou no sofá da sala com a minha bebé a dormir ao meu lado (e viva o wireless! como é que um gajo sobrevivia sem isto antes??), com as luzes da árvore de Natal (a minha mulher tem um espírito Natalício que acorda bem cedo) a aumentarem e diminiuirem suavemente de brilho. Não tenho sono porque, estoirado como estava, me deitei pouco depois das 21h e já dormi quase tudo. Além disso, estou de férias nas próximas duas semanas e não preciso de ir trabalhar quando o sol nascer!

Acabei de chegar aqui ao abreojogo vindo do boardgamegeek, onde estive a actualizar a minha colecção de boardgames com uma prenda dos meus amigos (obrigado malta!) e a registar todos os jogos que joguei neste Domingo, dia de demonstrações na Runadrake's a propõsito do Fórum Fantástico, uma convenção de Ficção Científica e Fantástico. Lá no BGG, li a notícia de que o pioneiro Rick Thornquist se vai retirar como editor do site BoardGameNews, onde desde há anos faz um trabalho incrível por toda a comunidade. Entre os desejos de boa sorte para o seu sucessor e de sucesso no que quer que seja o futuro, este pequeno comentário de um utilizador deixou-me a pensar:

Saiyo Nara escreveu:

(...) it also makes me realize how fragile boardgaming is as a hobby, and how even the most devoted among us can fall out of its grasp. I guess that is certainly one point in favor of BGG in that it isn't reliant on any one individual, so the spurts and droughts of boardgaming fanfare can be managed more easily.

E deixou-me a pensar em algo que um tipo só pode mesmo pensar às cinco da manhã, no meio de uma sala escura onde brilham as luzes mágicas de Natal carregadas de nostalgia: será que o abreojogo é também um site assim, que poderia continuar em frente um dia em que constante avançar do rio do tempo e da vida por alguma razão me fizessem perder o interesse por todos estes jogos que adoro que jogar? Se por um lado ia ter pena que a vida me afastasse dos jogos - cruzes, credo, canhoto, bate na madeira três vezes - por outro lado foi para isso que projectei, construí e tenho expandido o site com todo o carinho, embora nem sempre com a maior habilidade. Desde o início que queria que ele ganhasse uma identidade própria, com autonomia e independência, uma existência separada da minha pessoa; com tantos jogos nas prateleiras, tantos bons amigos e jogadores, acreditem que tenho mais que fazer do que manter acessa sozinho a chama luminosa deste farol que é o site. :)

Mas não precisava de me ter preocupado. Entrei neste site, vindo do BGG como disse, e mal reconheci os conteúdos. A barra dos novos comentários estava cheia de - isso mesmo - novos comentários, várias dezenas, e metade ou mais dos quais a conteúdos novos que tinham aparecido desde a minha última visita, menos de 20h antes. E havia muitos mais conteúdos novos, muito sobre as campanhas de roleplay deste e daquele grupo, impressiando-me a diversidade dos jogos, mundos e personagens tratados: GURPS Discworld, Vampire/Wod, D&D, My Life With Master? (Já agora uma menção a todo o material do Fabiano sobre Cyberpunk que apareceu durante a semana!)

Pois é, aparentemente, o fim-de-semana foi tão fértil em diversão para os roleplayers de todo o país tanto como foi para mim; fico feliz por ver tanta gente a partilhar os seus melhores momentos, lições e conselhos, a sua diversão e o seu entusiasmo e amor pelos jogos. É bom saber que de Norte a Sul, se joga em Portugal inteiro. Entre a sessão de PTA que produzi na sexta, e a sessão de TSOY que joguei no Sábado, também tenho muitas excelentes histórias para contar.

Tenho é andado mais nas sombras nestes últimos meses, metido a trabalhar na canalização do site em vez de andar propriamente a produzir conteúdo que se veja, e quase tudo tem ficado por contar sobre estes tempos que têm sido dos melhores da minha vida de roleplayer (e quanto a boardgames nem vale a pena falar, são maravilhas atrás de maravilhas!): sessões tórridas e explosivas da campanha de Dirtside através do MSN Messenger, alguns dos melhores jogos de Kult que joguei, PTA com o duo maravilha Rita&Raquel (numa das vezes em frente a uma "live studio audience" incrível!), o primeiro cheirinho de Burning Empires pelas mãos de João&João que o demonstraram a funcionar à minha frente (vai ser incrível jogar/mestrar isto a sério!!), a surpresa das sessões de Dogs in the Vineyard (nunca pensei sentir-me tão envolvido num jogo que é sobre tudo menos a vida pessoal do nosso PC) pela mão do terceiro João, as sessões cada vez a partir mais loiça de TSOY, os pequenos jogos disto e daquilo, os projectos que estão em cima da mesa à espera de uma abertura na agenda para começar... Não quero saber o que vocês acham, eu é que sou o roleplayer mais feliz do mundo!

E, para voltar ao tema do site já que não ao assunto sobre o qual comecei a escrever, devo estes tempos áureos sem fim à vista em grande parte à companhia de todos os grandes roleplayers e boardgamers aos quais me associei ao longo da minha vida... a maioria dos quais conheci justamente através deste site ou de eventos organizados ou divulgados através do site e actualmente com lugar cativo na que já se tornou a minha loja do costume. O meu obrigado a todos os que me têm mantido são com as vossas injecções de brilhantismo e saudável loucura ao longo de todos estes anos, meses ou semanas. Nem eu nem este site estariamos cá, aqui e agora, sem as contribuições de todos vocês. Em hobbies exclusivamente sociais como o boardgaming e o roleplaying, acho que nunca é de mais agradecer a e reconhecer a influência que têm em nós as pessoas que, semana após semana, "abrem o jogo" connosco.

Obrigado!

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

5 da tarde

Nós é que agradecemos, ric!

Também ás vezes fico a pensar no caminho que este site percorre e a questão levantada pela frase que citaste também me vem à cabeça. Todos nós sabemos que isto é muito bonito e que, de repente, tudo pode ir ao ar. Os grupos de jogo desagregam-se, as lojas fecham, as editoras abrem falência, as pessoas têem mais que fazer, etc., etc. tudo coisas que já vimos acontecer.

No entanto, tenho a certeza que a maior parte daqueles que deixam de jogar querem eventualmente voltar e, se calhar, contam que este site continue sem eles. Tenho esperança que assim seja e que, com um novo ano a chegar, cada vez estejamos menos dependentes de um pequeno núcleo de participantes. Todas as semanas, novos membros se registam e - apesar da grande maioria se manter silenciosa - novos artigos também surgem e de gente que nunca tinha postado antes.

Faço votos que este espírito aberto de comunidade se mantenha sempre.

O jogo é bonito, é para se mostrar!

Mutantis Mutandis (ou "Spread the love!")

"Quanto mais as coisas mudam mais ficam na mesma" ou como quem diz haverão sempre jogadores (de RPG, Boardgames, etc.) mesmo que não hajam jogos, sites ou o lojas. Ainda hoje concordava com o Rui acerca disso.

Olhando para trás, vendo o investimento de tempo que gastaste neste projecto e como floresceu desde então é de notar que, "para o melhor ou o pior" ele já fez a diferença e mexeu com as pessoas e influenciou grupos de jogo. Eu reparei nisso quando revi posts antigos desde o início do site! Juntaram-se pessoas, ideias e gostos e em muitos dos casos jogou-se mais e falou-se mais.

Acho que havendo um preceito, tal como existiram outros antes do AbreoJogo (ou original "Turno da Noite", será que ainda alguém se lembra do período em que isto não se chamava AbreoJogo? lol), existirá sempre menos resistência em que o fenómeno se repita. Se tu tiveres que avançar para outros planos de existência de certeza que algum bravo sonhador continuará o que começaste.

Mas... e há sempre um mas... Este site não existia mesmo sem a tua boa vontade. E por isso obrigado! :) ;) E obrigado a todos os que se atreveram e carregaram no botão chamado "Colocar comentário" ou o link "Criar contéudo"! E a quem os lê... E a quem lê os meus e dá o mínimo de mérito! :D Estes último são os porreiraços mas têm muito mau gosto! eh eh

Cada vez existem mais conteúdos e tudo devido à faceta dinâmica do site que os promove mesmo que tal ocorra mais devagar do que noutra comunidade qualquer do universo. De qualquer modo prefiro aquele lumezinho pequeno, constante e fiel do que um pira que arde bem mas que se torna cinzas no fim da noite.

"Se alguma vez sou coerente, é apenas como incoerência saída da incoerência." Fernando Pessoa

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

De mim só levas elogios e

De mim só levas elogios e pub pelo optimo trabalho feito!
Tem sido um optimo polo de reuniao do pessoal e tem-se mantido bem vivo e crescido em termos de membros e conteudo!

Ah, e um reparo, porque raios nao consigo adicionar fotos a pastas? cumé :P

Este site é mais do que

Este site é mais do que uma reunião de jogadores, é algo que dá alento a continuarmos. Ao vermos tanto report, critica, ou comentario, sentimos que "afinal ainda há pessoal a mexer-se!" E mesmo que o tempo escasseie, que a paciência se esgote ou se o interesse fraquejar, sabemos que há sempre aquele grupinho (cada vez maior, ainda bem) que tem sempre posts novos, discussões interessantes que nos podem mudar a opinião.

E também é bom saber que mesmo depois de estar a trabalhar, de estar casado e ter filhos, é possivel ser-se gamer inveterado que conseguir-se sempre apertar 1 sessão no meio da semana. Já passei por momentos em que não via futuro ao meu vicio e esta realidade sempre me fez pensar "mas tás estúpido ou quê? vai mas é jogar!"

Agora só desejo que se consiga continuar a crescer, que se tenha cada vez mais users activos, e que os assuntos sejam sempre novos e interessantes. Por mim vou fazer o que posso com o pouco tempo/paciência/disposição que tenho.

PS: e há uma voz em mim que diz "mas tás estúpido ou quê? vai mas é por-te a postar!"


Light allows us to see, Darkness forces us to create...

 

Portal

Não tenho muito a dizer, a não ser que este portal sempre foi muito bom.

Espero que no futuro se torne *o* portal Português de preferência dos boardgamers e RPGers portugueses, um local centralizado para mais fácil acesso aos seus membros e à informação contida ai.

Basicamente, todos os RPGers e boardgamers de Portugal deviam estar cá hehehehe

----
"You can not escape me!" he roared. "Lead me into a trap and I'll pile the heads of your kinsmen at your feet! Hide from me and I'll tear apart the mountains to find you! I'll follow you to hell!"

---- Behold the pain and sorrow of the world, Dream of a place away from this nightmare. Give us love and unity, under the heart of night. O Death, come near us, and give us life!

informação

Tenho de te informar, que apesar de a maior parte das pessoas saberem que tu é que mantens o site com todo o teu suor e disponibilidade, o site já não é teu ;-)

Falando de boardgames em portugal, julgo que é O site de referencia e mais nenhum chega aos seus calcanhares... Depois do spam que fiz ao boardgamegeek, recebi respostas muito positivas relativamente ao teu/nosso site....

Por tudo isto, e pelo que ainda vais contribuir, obrigado ricardo!