Começou 2017

Retrato de Crocpoint

Bem, isto não tem sido propriamente fácil de ir aparecendo por aqui, mas ver se consigo tormar-me mais regular. Aproveitar a tarde de jogos de hoje para escrever o que para já foi o meu 2017 em jogos de tabuleiro. Hoje quero escrever um pouco da minha opinião acerca de três jogos. Espero que gostem.

Ticket 2 Ride Europe

Começando pelo começo e deixando de lado a redundância foi com Ticket 2 Ride Europe que comecei o ano. Um jogo que recebi pelo meu aniversário, aproveitei para experimentar com a minha namorada e mais três amigos. Além desse dia, hoje houve outra oportunidade. Com mais três pessoas aqui do grupo a experimentar. Em primeiro tenho de dizer que o feedback de todos eles tem sido interessante, desde os que menos jogam aos mais jogam, tem sido bastante positivo. Um jogo que não é muito difícil de entender é que logo na primeira vez se consegue resultados bem positivos. O design intuitivo e direto também ajuda bastante e isso é algo que me agrada bastante no jogo. Acho também interessante que até agora independentemente das idades todos os que jogaram comigo se entenderam perfeitamente com o jogo, fazendo deste um bom jogo para toda a família.

The Resistance

No último fim de semana de Janeiro tivemos um grupo de amigos, também adoram jogos de tabuleiro, mas encontram-se um bocado longe nos dias correntes, que aproveitaram o fim de semana cá por Coimbra para trazer dois dos seus jogos novos, mas só tivemos oportunidade de experimentar um deles. Esse jogo, como já tiveram oportunidade de ver foi o The Resistance. O nosso grupo tem por hábito jogar o The Werewoves of Killers Hollow, por isso acabou por ser um jogo fácil de todos perceberem e que deu umas boas horas de divertimento entre o grupo. Divertido, com bastante Bluff à mistura é um jogo bem rápido e que se pode tornar bem competitivo. Um jogo de fácil compreensão e com um design bem interessante. Sem dúvida para repetir.

Mysterium

Quem já conhece este? É um jogo que já está bem enraizado aqui no grupo e que todos gostam de jogar. Antes de jogarmos The Resistance no fim de semana que falei acima, demos a conhecer este jogo aos dois "visitantes". Posso dizer que ambos gostaram bastante do jogo. Eu apenas posso dizer que é um jogo cooperativo que pode gerar bons momentos de gargalhadas. Um design fantástico e com capacidade para 7 jogadores torna-se muito bom para jogar em grupo. Um jogo que por aqui já se tornou hábito fazer parte das nossas jogatinas.

Espero trazer mais relatos dos nossos pequenos encontros.

Fico-me por aqui e até à próxima