Saudações a Todos!

Retrato de Dervich

Olá, saudações a todos!

 

Apesar de estar em vias de me tornar um verdadeiro “cota” (um dos últimos representantes da colheita de 1960´s), só há cerca de 15 dias tomei conhecimento da existência dos “boardgamers”.

(Na realidade, há cerca de 10 anos, consultei por diversas vezes um blog onde constavam críticas de jogos e “session reports” mas não sei se esse blog pertencia a esta comunidade. Na época, as minhas contingências pessoais/familiares não me permitiam disponibilidade para aderir à atividade com alguma regularidade e acabei por perder contacto com esse blog).

 

Desde muito cedo que tenho grande fascínio por jogos de tabuleiro e, como a maioria de nós enquanto jovem, experimentei muitos dos básicos e clássicos, tais como Monopólio, Petróleo, Cluedo, Estratégia, Bolsa (este menos), Master Mind, Space Mind, Boa Viagem, Grand Prix, Racing, Abismo Negro, Jóquei (adorava este, era um dos jogos da editora “Ravensburgh”!), etc, etc…

 

A partir de certa idade (15/16 anos) senti o apelo de experimentar jogos mais elaborados, mas a época era outra e, não só não havia hipótese de aceder a outro tipo de jogos (não se vendiam cá e não havia net), como teria existido uma quase absoluta falta de parceiros (podia apenas contar com dois “amigos de férias”, os quais, passados alguns anos, também se orientaram para outros interesses).

 

Fiquei-me por experimentar mais tarde, com a família, o Risk e, ainda mais tarde, o Trivial Persuit, o Diciopinta e o Catan.

 

Para além dos aspetos de raciocínio, planeamento/estratégia, etc, associados aos jogos de tabuleiro, um aspeto que sempre me atraiu foi a forma como estes jogos fomentam momentos de grande diversão entre os praticantes, pelas situações insólitas/inesperadas que por vezes surgem, bem como a possibilidade de darem origem a conversas e troca de ideias sobre as diferentes temáticas dos jogos.

 

No entanto, pelas razões que já referi (falta de parceiros e variedade de jogos), limitei-me à prática esporádica dos jogos que indiquei, com a exceção do xadrez, em que jogo, como federado, há quase 30 anos.

 

Ao longo deste tempo, não consegui resistir a comprar alguns jogos mais elaborados que foram aparecendo no mercado, mesmo que, por vezes, com regras em inglês, embora soubesse à partida que, quase de certeza, nunca chegaria a jogá-los – acho que tinha só curiosidade de saber como eram as regras!...

 

Um deste jogos foi “Dungeons and Dragons”, comprei-o sem sequer saber o que era um RPG!… Nunca foi estreado, mas penso que não é um género que me fascine.

 

Outros jogos que comprei ao longo dos anos:

 

- “Império Galático”: Nunca estreado, testei uma vezes as regras sozinho, pareceu-me injogável, com sequências de turnos e subturnos completamente infindáveis;

- “Age of Imperialism”: Idem;

- “Marques de Pombal” (Gil D´Orey) : Só estudei as regras, nunca testei;

- “Aljubarrota”: Nunca joguei mas testei as regras (tem aliás uma variante de jogo solitária) mas…pareceu-me com necessidade de alguns ajustes nas regras porque senão pode haver eventos pré-determinados contra os quais nada há a fazer.

 

Entretanto, o meu entusiasmo desvaneceu-se, porque, antes de mais, acho que deixei de ter paciência para ler regras que eram gradualmente cada vez mais complexas (muitos jogos de tabuleiro são hoje quase simulações de jogos de computador).

Certa vez, uns amigos foram lá a casa com a intenção de jogar Catan e eu fiz uma “revisão” das regras para essa ocasião, montei o set up, etc. Outras conversas se meteram pelo meio e acabámos por não jogar nesse dia. Três ou quatro meses mais tarde voltaram a agendar um dia para jogar mas tive que lhes dizer que tivessem paciência: Não tinha tempo na altura para voltar a relembrar as regras que entretanto já tinha esquecido!...

 

Ao aderir agora a esta comunidade e ao seu espírito, tendo pela primeira vez frequentado um evento “Lisboa às Quartas” de que gostei bastante, espero poder manter viva e aprofundar uma paixão com quase 40 anos!

 

Gosto de jogar, conviver e, se possível, ganhar mas nunca, NUNCA, fiz batota. Como alguém já aqui disse uma vez “só há algo quase tão bom como jogar e ganhar - é jogar e perder”!

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Bem-vindo

Bem-vindo ao AoJ, aos eventos e de novo aos jogos! yes

P.S. - Este fim de semana há o evento da Noite mais Curta mais Longa de Jogos de Tabuleiro nos Olivais smiley

Bem-vindo!

Também me juntei à pouco aos encontros do grupo e já estou nos "entas". E posso dizer-te que ganhei muita qualidade de vida.

Boas jogas!

PedroV

Nunca é tarde, bem-vindo à

Nunca é tarde, bem-vindo à comunidade e continua a aparecer nos nossos eventos, será um prazer mostrar-te o que tens andado a perder :)

Benvindo a esta nossa

Benvindo a esta nossa comunidade, nunca somos demais! :) e seja às quartas-feiras em Picoas, às sextas nos Olivais, ou às desculpas que arranjamos para fazer noitadas a jogar :)