Dungeons & Dragons: Porquê é que jogas ou pensas a vir a jogar um dia?

Retrato de jrmariano

Inconstestávelmente, falar de RPG sem falar de Dungeons & Dragons é pouco objectivo e nada honrával para aquele que foi e é o RPG mais importante para este hobby. Isto acontece não só por razões históricas, pois foi o jogo que inventou o RPG, mas também devido a diversos outros factores que no fundo são a razão desta entrada no blog. Mas já falo disso mais à frente...

O Dungeons & Dragon para mim foi o primeiro jogo de RPG que joguei, a início na sua versão AD&D 2ª Ed. numa tentativa abortada de experimentar em Ravenloft com personagens copiadas de um jogo de Spectrum de Dragonlance (não perguntem!). E depois por mais estranho que pareça adquiriu-se, com outro grupo de jogadores, a Caixa Vermelha (módulo básico primordial de D&D) da Império! Depois de aventuras muito estranhas e sem nexo corridas por mim e de se molhar os pés em Shadowrun e em Vampire: The Masquerade é cheguei a jogar no Universo de Dark Sun umas quantas vezes e nunca mais joguei Dungeons & Dragons desde essa altura há mais de 12-13 anos. A não ser claro no D&D Game Day onde eu era o jogador a gritar "Power Attack!" (sim era eu!).

Apesar de não o jogar durante muito tempo pretendo voltar a jogar Dark Sun (universo pós-apocalíptico de fantasia com deserto e culturas pseudo-neolíticas, sim, sim!) na sua versão 3.5 com os insuspeitos do costume. Tenho razões pessoais para o fazer e passam muito pelo meu gosto pelo universo de Dark Sun que sendo para Dungeon & Dragons é uma extensão do género D&D. Por outro lado um dos insuspeitos, o RPL, quer jogá-lo "porque não morrer sem nunca ter jogado D&D a sério).

E vocês? Porquê é que o jogas ou pensas a vir a jogar um dia? É uma questão de fama, história, regras interessantes? É o estilo de história que permite ou os universos de jogo que suporta? É usar dados de 20 faces, ter classes e níveis ou por-se usar miniaturas? É porque jogas desde 1979? É porquê jogaste os jogos de PC? 

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Por falta de opção

Na real não jogo mais pq todo mundo abandonou para jogar minha mesa de Mago ( Mage), no caso eu jogava pq sempre que abriam uma mesa abriam uma de d&d, mas eu tou saturado, acho que a maior vantagem de d
 seria seu ogl... mas odeio imaginar um sistema vendo numeros... antes via meus jogadores só dizendo " qual é a CD desse teste?" enquanto o certo pra mim deveria " será q é dificil escalar esse muro?"

       ou

"ele não pode me acertar pq eu estou bonus +2 na CA" em vez de " ele não vai me acertar pq estou com uma cota de malha"

Tal como o jrmariano,

Tal como o jrmariano, comecei no AD&D 2ª ed.

E depois, claro, acabei por "abandonar" a minha alma mater e passar a outros RPG's mais modernos (ou deveria dizer pós-modernos?); mas nunca esqueci o velho D&D. Agora com a versão d20, nova vida veio ser insuflada no sistema antifgo e algo bafiento, e tive oportunidade de jogar em Forgotten Realms, que foi uma experiência muito gira.

Adorava voltar a jogar. Alguém precisa de um jogador ou GM? Wink

_______________________________________________________________________________ 

Luke: "What's in there?"

Yoda: "Only what you take with you."

Pelas razões óbvias

Tenciono jogar D&D pelas razões que toda a gente joga: dinheiro, poder, fama e gajedo. Tudo coisas que nenhum outro rpg me deu até aqui.

--~~--

To crush your enemies, to see them driven before you, and to hear the lamentations of their women.
-Noddy, Lord of Darkness

A escrever: down*town, tech-noir rpg
Proto Agonístes um rpg de auto-descoberta, de um personagem e vários jogador

eu é por causa

dos XPs!

mas já não jogo D&D à séculos... se bem que é dos RPGs que joguei com o ambiente mais descontraido! ou na giria: vamos lá a mais uma sessão de talho! 

___________________________

Yaaaa Phtagnn!!

Charge!

Tenho um thread irmão deste também no meu blogue Laughing no qual já falei da minha experiência e visão pessoal.

Não tenho nenhum ambiente que prefira em particular em D&D, não me importando nada de me ficar pelos mundos do rei, do dragão e da princesa. Para coisas mais altenativas - como Ravenloft ou Dark Sun - preferia talvez usar outros jogos com outros sistemas, mas muitas vezes não se consegue fugir à dimensão do d20 Smile

 

Tal como disse o Rick

Tal como disse o Rick Danger ao que eu concordei, uma das coisas que mais me apela em D&D são no fundo duas coisas:

1) O espírito de aventura, caça ao tesouro e combate táctico que o jogo traz (algo que tenho estado à muito tempo com vontade de jogar e consegui cheirar um bocado à uns tempos com d20 Warcraft);

2) Tentar finalmente jogar alguma coisa que não fosse num universo Dark & Gritty (não por estar farto, apenas quero ver se consigo hehe) e envolvesse paisagens verdejantes e aldeias onde se comprimentam viajantes com "bem vindo aventureiro!". Mas pronto como me impingiram Dark Sun lá se vai essa ideia hehe.

"the drunks of the Red-Piss Legion refuse to be vanquished"

Moderação

Vou retirar este post do grupo "Roleplayers - Lisboa", visto que não tem nenhum interesse específico para a comunidade local, e o grupo se destina mais a combinações, marcações, organização de eventos, etc.

O pessoal que estava a seguir este post através dos e-mails, poderá continuar a receber actualizações "subscrevendo" o post. Para tal, sigam este link:
http://www.abreojogo.com/subscriptions/add/node/2660

(De resto, o post continuará no grupo "Designers de RPG", portanto quem está lá inscrito continuará a receber actualizações através daí.)

Jogo porque gosto de

Jogo porque gosto de fantasia, gosto do sistema, sinto-me bem ao jogar D&D.
Gosto de histórias onde os heróis lutam por um mundo melhor, por mudarem algo.
D&D é o pai dos RPGs e ainda continua bem activo, gosto de todo o emaranhado de regras e opções da actual versão do jogo, e perco-me nele.
Permite fazer tudo que se queira e gosto da liberdade que me permite, a mim DM e aos meus jogadores.
Foi um bichinho que apareceu, mordeu-me bem e veio para ficar.
Não me vejo a deixar de jogar D&D assim tão cedo!

Comecei a jogar em 1991 e,

 

Comecei a jogar em 1991 e, porque tive acesso á caixa base de D&D 1st Edition, comecei logo tambem a fazer de mestre de jogo, num grupo de amigos que não se conseguia articular com o meu DM (que era tambem o meu melhor amigo na altura).

Desde entao acho que jogo D&D porque gosto imenso do ambiente (Dungeons, Monstros Herois, Magia), mas também porque nao tenho acesso a informação de outros jogos, da mesma forma como tenho do Dungeons & Dragons.

Comecei a jogar Never Winter Nights (PC) assim que o jogo apareceu e isso fez-me crescer muito, pois tinha acesso ao jogo como nunca antes. Actualmente ja jogo NWN2, tambem pela simples razao que me permite jogar sempre que posso, nao tendo que passar pela penosa situação de encontrar um dia comum a 5 pessoas que têm família e trabalho =:-) Gosto muito mais de jogar a versão PnP...

Sou professor e, todos os anos, angario pelo menos uma dezena de adeptos do Dungeons & Dragons... Smile

 

Porque é algo que sempre me atraiu!!

Manuel Pombeiro
a.k.a.Firepigeon
LUDO ERGO SUM

Últimas jogatinas:

Negating the unforeseeable is utterly unrealistic, and scrambling to deal with problems is indeed a game skill.

Quem me dera!

Por maior qe achem a minha ignorancia, so mesmo a dois dias atras soube da existencia de RPGS em tabuleiro, eu um rapaz de 15 anos :), fiquei totalmente fascinado, pois sou uma amante de RPGs) e tenho uma grande ansia em exprimentar o D&D, não faço ideia como será... e como vivo no algarve acho dificil encontrar pessoal com quem jogar... pode ser qe eu tenha sorte..

Porque sou um aficionado pelo mundo de Fantasia

Apesar de não ser assim tão velho , a verdade é que já convivo com o mundo da fantasia á mais de 20 anos , tendo começado a ler com 13 anos "Lord of the Rings" (sim porque li em ingles ) e depois pegado nos livros de Dungeons & Dragons/ForgottenRealms/Dragonlance , continuando a ler todos os livros que sairam entretanto desses "settings" (estou á espera pelo correio dos livros saidos a 3 de novembro , lol).

Dai para os jogos de PC foi um passo normal , tendo jogado praticamente todos os jogos que sairam desde então raletivos a RPG/Fantasy ( com especial espaço para Baldur´sGate, Icewind Dale e Neverwinter Nights ).

Na minha adolescencia tive um acesso reduzido ao D&D tendo jogado um pouco de 2E.

Sem conhecer com quem jogar , fui fazendo a minha coleção de miniaturas de D&D , do qual sou um orgulhoso dono de mais de 900 , até que no inicio do ano tive a felicidade de conhecer pessoal com quem jogar , e pude finalmente conhecer "in loco" a 4E. Com o conhecimento de toda a linguagem inerente a estes mundos e com a ajuda de um DM que soube cativar e bons jogadores , ao fim de umas sessoes estava ja a a fazer aquilo que me dá mais gozo , DMing. Desde ai tenho jogado regularmente 1 a 2 sessoes por semana podendo transportar para as minhas campanhas , as minhas ideias baseadas nas imensas e fascinantes já existentes da bibliografia desses "settings".

Porque é que eu jogo!? Porque o universo D&D faz parte mim há mais de 20 anos. 

900?

Espera... tu tens 900 (as in novecentas!!!?) miniaturas de D&D, e tens TODAS as novels de Forgotten e Dragonlance? :O

Vives nos armazéns do Continente, ou algo assim? :)

Estamos a falar de largas dezenas de livros! Já deves poder montar uma "Biblioteca Municipal de D&D" na tua zona.

---------------------------------------------------------

"D&D" http://jrc589.googlepages.com/

---------------------------------------------------------

"D&D" http://grou.ps/silverymoon

LOL

Pois a minha mulher diz o mesmo.....

Ja me proibiu de meter mais livros no escritorio,tendo montado umas estantes na garagem,lolol.

Passando-se o mesmo com as miniaturas , estando elas numas maquetes feitas por mim.......

Eu jogo porque considero-o o melhor RPG qu aí anda.

Sim é verdade, assumo-o correndo o risco de linchamento. O D&D, tem para mim uma coisa fundamental para qualquer rpg. Regras claras. Já jogo D&D desde AD&D, e tenho acompanhado desde então a sua evolução. Tenho para mim que o momento que definiu D&D como o RPG mais jogado e popular de sempre foi 3ª edição. Até então o jogo não tinha regras de fácil compreensão, as regras de combate não eram claras, e o esquema de construção de personagens não era muito justo.

3ª Edição resolveu muitos destes problemas, e conseguiu-se então que um maior número de pessoas que não conheciam o jogo  experimentassem facilmente (culpa também das louvaveis iniciativas da Wizards of the Coast como os D&D Day's e os Weekend at the Realms). Quarta edição veio simplificar ainda mais as regras, mas com a fantástica adição de mais complexidade ao jogo.

 

Uma das coisas que me chateia é dizerem que D&D é só Hack and Slash. O mesmo se pode dizer de vampire, GURPS ou qualquer outro RPG. O jogo será sempre voltado para o que o DM quiser. Se a opção do DM e do grupo estiver mais voltada para esse tipo de aventura, claro que vai ser monster bashing até não se poder mais. Mas não é por as regras de combate em D&D serem mais simples, e o combate ser mais clarificado que se deve rotular o D&D como apenas hack and slash.

Em jeito de conclusão, D&D tem a vantagem sobre os outros rpg's de se poder fazer qualquer tipo de aventura ( num setting de fantasia medieval) em que, quando é necessário recorrer ao combate não se perde imenso tempo a procurar regras, ou nem se tem de fazer houserules "on the fly" para que o jogadores possam fazer as acções que quiserem.

Algumas ideias... sem linchamento à vista. :)

Há quem diga que a razão pela qual o D&D teve sucesso (logo nas primeiras edições antes de AD&D) foi por ter regras simples cuja aplicação dependiam muito de cada grupo de jogadores, especialmente o DM. Se existisse algo que não estava contemplado nas regras bastava ao DM fazer um "ruling" (decisão arbitrária e imediata sobre uma determinada aplicaçao de uma regra ou resolução de uma situação). Com o tempo os vários grupos de jogos iam mantendo esses "rulings" e criaram-se de certo modo várias maneiras diferentes de jogar mas todas do agrado de cada grupo (e o que originou outros jogos de RPG que não o D&D).

Eu comecei a jogar em AD&D 2ª edição e esta já era um pouco complexa especialmente com o suplemento Skills & Powers.

Contudo depois da turbulência que foi a quase falência da TSR a 3ª edição marcou mesmo o ressurgimento da sua popularidade e entusiasmo pelo D&D. Isto já na curva descendente do que foi o efeito que o impacto do Vampire: The Masquerade e outros jogos dos anos 90 causaram no RPG.

O D&D é tanto Hack & Slash como o Vampire: the Masquerade só Angústia Rebelde Juvenil ou o GURPS é só regras, realismo. Depende sempre de quem o joga, claro.

Contudo discutiu-se aqui há um quanto tempo se esse desvio ao que será o dia-a-dia pressuposto do universo fictício ou modo de jogo será realmente "jogar" o jogo especialmente se as regras foram especialmente concebidas a pensar num dado estilo de jogo ou modus operandi (mesmo que a contra-capa do jogo diga que sim e a publicidade nos cartazes ou o próprio texto do livro também).

Há quem diga que a grande mudança da 4ª edição é ter-se principalmente num modo de jogo (fantasia medieval táctica?) e proporcionar boas ferramentas para tal e ser bastante consequentemente divertido. Pelo que li parece-me que sim. Tenho que o experimentar.

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Santarém e Almeirim
ideonauta.blogspot.com - Viajando pelos mundos do RPG!
www.paragons.com.br

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

linchamentos e filhos bastardos

Tularis escreveu:

Sim é verdade, assumo-o correndo o risco de linchamento.

Se há alguém do abreojogo que anda a perseguir o pessoal do taquinas por gostarem de D&D, eu gostaria de saber quem são e aplicar o devido charge + power attack + cleave :) Já o Lord_of_Blades tinha mandado uma boca semelhante.
Que se passa? Há aqui algum mal entendido que não está a vir ao de cima? Confused

 

Julgo que não

Pelo menos que eu saiba. O meu comentário deve-se ao simples facto de ver sempre o pessoal daqui mais inclinado para Vampire, L5R, Call of Cthullhu entre outros, e em nada está relacionado com o do LoB. Não sinto de maneira nenhuma que sejamos alvo de perseguição ao por causa do D&D. Gostava de salientar que o pessoal do Tá Quinas joga mais rpg's do que D&D, Simplesmente temo-nos centrado mais em D&D porque têm sido os eventos desse género organizados pelo blog que têm tido mais sucesso.

 

Já agora rick, o Cleave agora é um power de fighter e não pode ser usado em charge... :)

Ah!....

Era uma provocação amigável! Mas já viste no que dá jogar D&D que até o Rick_Danger ameaça-te com power moves de D&D? Eh, eh!...

Eu por mim exsanguinava qualquer ameaça ao meu jogo favorito ou matava-o e comia o seu ectoplasma, mas é uma questão de gosto. :D

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Santarém e Almeirim
ideonauta.blogspot.com - Viajando pelos mundos do RPG!
www.paragons.com.br

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

por acaso, ainda não joguei com um fighter

Tularis escreveu:

O meu comentário deve-se ao simples facto de ver sempre o pessoal daqui mais inclinado para Vampire, L5R, Call of Cthullhu entre outros, e em nada está relacionado com o do LoB.

Está algo relacionado, pois eu posso fazer copy-paste da minha resposta ;)

Rick Danger escreveu:

Achas?
http://www.abreojogo.com/campanhas_de_rpg/journey_thru_sea_fallen_stars_dd_4e
http://www.abreojogo.com/add_play_post
http://www.abreojogo.com/node/6836
http://www.abreojogo.com/2009/02/golpe_de_vista_4thed_dungeonsdragons
http://www.abreojogo.com/2009/08/e_vencedores_dos_ennies_2009_sao

Lá porque o Pesquisar não dá para procurar por palavras com menos de 4 letras, como "D&D" :) não quer dizer que este até não seja dos RPGs mais falados actualmente aqui no abreojogo. Até por Play by Post se joga.

Entretanto, ainda há o último tópico que eu postei no meu blogue e o quarto episódio do meu podcast. E os Eventos de Weekend@theRealms para este fim-de-semana :)
Claro que há aqui muitos RPGs, mas D&D é - como seria de esperar - dos mais falados.

Terei todo o gosto em debater os pontos que levantaste se os quiseres expandir, por exemplo, num tópico teu. Curiosamente, este meu quarto Jogador-Sonhador (o episódio mais longo até agora) até antecipou-se em abordar essas questões, mas ninguém disse nada na altura.

Citação:

Já agora rick, o Cleave agora é um power de fighter e não pode ser usado em charge... :)

Eu sei, isto é brincadeira para o pessoal que já me conhece aqui do site e sabe que eu prefiro a 4a edição :P Fui até responsável por um certo hype antes do seu lançamento, mas agora já estou mais calmo.

Por falar nisso, este tópico já é de 2007!
Devo actualizar a minha resposta e dizer que, com 4E, não só jogo como também já mestro Happy

 

Memórias...

Um dos meus primeiros posts aqui no abreojogo, no longínquo ano de 2006, falava um pouco disto e pode ser relido

aqui

 

Os jogadores de D&D andam por aí mas só se erguem em plena actividade quando surgem alguns surtos de "picanço"...

 

Innocent

 

 

 

 

Pois se é picanço que é preciso...

Quero saber se esse pessoal todo que joga tem comparecido nas iniciativas de roleplay por esse país fora.

Em março o Tá quinas tá a preparar uma Con. Vamos desde já assumi-lo. É um evento que pretende combinar as váras comunidades de jogo. Vai ser no D&D Game Day de Março, e vai envolver pelo menos o pessoal do D&D, Boardgames, e Magic.Gostava de saber quem pensa estar presente para que possamos arranjar instalações de acordo com o pessoal que vai. E pedir os kits de miniaturas necessários para o nº de participantes no Game day.

Se quiserem propor mais iniciativas para este evento sintam-se À vontade.

Por mim...

Podes contar comigo. :)

Posso contar com o Taquinas no evento de RPG da LeiriaCon já em Janeiro? ;)

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Santarém e Almeirim
ideonauta.blogspot.com - Viajando pelos mundos do RPG!
www.paragons.com.br

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

Podes sim senhor

Nós já estavamos a contar ir se fossem só boardgames, mas assim é mais um incentivo.

 

Queres que preparemos alguma coisa???

Claro que sim...

A maior jogatana de D&D que Leiria (e provavelmente Portugal) alguma vez viram!!! :D

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Santarém e Almeirim
ideonauta.blogspot.com - Viajando pelos mundos do RPG!
www.paragons.com.br

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG