22 de Novembro - As cortes reais, o descobrimento de ilhas, a conquista de Itália, o fabrico de pizzas e o cultivo de feijões...

Retrato de Mallgur

Tinha começado esta entrada no blog na passada sexta feira, durante a viagem de comboio para Lisboa. Aí comecei a escrever sobre o estranho fascínio que estas coisinhas de cartão e madeira com que nos entretemos às quintas à noite exercem sobre alguém profissionalmente ligado à tecnologia.

Ali, a mais de 100 Km/h, ligado ao mundo e a milhões de utilizadores em pleno movimento, pressionando teclas de fino plástico que traduziam para algo que, segundos depois, alguém poderia ler do outro lado do mundo os meus pensamentos, fiquei abismado que uns poucos pedaços de cartão e alguns bocadinhos de madeira pudessem transportar-me, e aos restantes 14 convivas, assim a tão remotos lugares no tempo e no espaço.

E depois a bateria acabou e perdi tudo...

Mas no dia 22 foi assim:

Eu viajei até às cortes de Louis XIV junto com o AlbinScott, o Mig-L e o PCC1972. Lá procuramos influenciar as figuras importantes do reino e obter os seu favores para que o nosso prestígio fosse maior. O AlbinScott dominou a arte política e conseguiu destacar-se muito. Mas todos nos divertimos e entre os outros três as coisas ficaram próximas. Durante duas horas, mais ou menos, estivemos embrenhados na vida cortesã e foi bom... muito bom.

Mais para lá, a Cat Ballou num lado e o Valentim no outro levavam iniciados a explorar a ilha de Catan. O Sérgio, a Traidora e o Nelson acompanhavam a Cat Ballou. O Nazgûl e a Gwaylur o Valentim e o Alex. Sei que o Sérgio conseguiu evoluir mais e levar o seu povo ao progresso numa das mesas, e o Alex aproveitou am inexperiência dos outros que temiam o Valentim para também vencer do seu lado.

Depois, enquanto nós ainda conspirávamos na corte, a Cat Ballou ensinou os outros a fazer Pizza e depois a cultivar feijões, agora com a participação do Helder, enquanto o Nazgûl levava os seu companheiro de mesa à conquista de Itália.

E lá está... tudo o que precisamos para deixar este mundo e as suas preocupações e trabalhos por um par de horas é algum cartão e muita imaginação... Por isso, juntem-se a nós na próxima quinta! Vale bem a pena...

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Espero que a desculpa seja boa

teres vindo a Lisboa na sexta e não teres aparecido!!!

Manuel Pombeiro
a.k.a.Firepigeon
LUDO ERGO SUM

Últimas jogatinas:

Negating the unforeseeable is utterly unrealistic, and scrambling to deal with problems is indeed a game skill.

LOL...

Depende do ponto de vista...

Como justificação é boa, acho, muito trabalho e reuniões até às oito da noite com partida posterior para o Porto, acompanhada de enxaqueca.

Como situação nem por isso... preferia ter aparecido por aí, claro.

Talvez em breve...

-

Gamer profile

Settlers of Catan

Gostei bastante de explorar a ilha de Catan da qual já tinha ouvido falar várias vezes. No início as coisas até me corriam bem mas depois a sorte mudou de lado e virou-se para o lado do Sérgio que conseguiu conquistar uma posição estratégica graças ao ladrão. Depois disso foi muito complicado dar a volta ao jogo e o Sérgio acabou por ganhar com justiça.

É um jogo muito agradável e que me deixou com vontade de voltar a explorar uma nova ilha.