17 Janeiro - Evolução e apresentações...

Retrato de Mallgur

Na última sessão realizada pelo grupo do Porto, dia 17 passado tivemos dois fenómenos muito interessantes.

Numa mesa o protótipo do jogo que está em criação pelo João e pela Cristina foi mostrado na sua nova evolução. Creio que está no bom caminho pois teve o pessoal lá entretido toda a noite. Tenho que experimentar isso um dia destes.

Na outra foram apresentados jogos pela primeira vez a alguns. Primeiro eu ensinei Tichu ao zenaopt, com ajuda da Cat Ballou e da Zenaida. Era um que ele me tinha pedido especificamente para lhe mostrar. Não sei o vício se lhe pegou, mas lá no escritório já lhe sentimos a falta quando não se pode jogar ao almoço... É um verdadeiro vício! O jogo que a sueca sempre quis ser... 

Depois também lhe mostrei o Korsar que a Cat Ballou ganhou indecentemente... Não a posso deixar ficar à minha direita neste jogo!

Finalmente ele retribuiu o favor e mostrou-nos o Land Unter, já com a companhia da Cristina. Um joguinho muito muito giro. Tenho pena que não tenhamos tido tempo para o acabar. A ideia de o pessoal jogar com o jogo um dos outros é fantástica! 

Foi uma noite muito interessante... Nada heavy ou prolongado, mas uma sucessão de jogos giros que ajudaram a alargar o conhecimento de todos e a fazer com que o design do protótipo evolua.

Em breve haverá mais!

Até lá... 

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Protótipo

Só resta mesmo agradecer a colaboração dos "Beta testers" no desenvolvimento do "Vrruum Vrruum". Como seria de esperar num qualquer processo de criação, é sempre necessário fazer uns ajustes, e foi isso mesmo que aconteceu das duas vezes que testamos o jogo.

Entretanto posso adiantar que já tenho mais trabalho para os "Beta testers", ehehehe... - "Balbúrdia no galinheiro" e vem no seguimento de uma sugestão temática que deixei na última sessão.

Até 5ª!!! 

"A estupidez é infinitamente mais fascinante que a inteligência. A inteligência tem limite, a estupidez não." - Albert Einstein

Herrar é umano.