31 de Julho e 7 de Agosto - Protótipos... e o regresso à Rússia

Retrato de Mallgur

A última sessão do mês de Julho, na noite de 31, trouxe a oportunidade de testar dois protótipos.

Primeiro pude experimentar, com a Cat Ballou e o RickDanger, o protótipo desenvolvido por ele. O tema base é a política, sendo que cada jogador representa um líder partidário que deverá conduzir os seu... como dizer? Camaradas, companheiros, correlegionários, lacaios, cães de fila, parceiros no crime, co-conspiradores... que raio de nome se usa para esta corja? Não interessa. A ideia é conduzir estes tipos de forma a que se mantenham em locais lucrativos o maior tempo possível. A movimentação de um elemento pode também trazer lucros aos jogadores adversários, dependendo de estes estarem na mesma orientação e de o líder escolher lucrar pelo lado em que os mesmos se encontram.

Cada jogador pode, depois de ter movimentado o seu político numa diagonal, movimentar um dos cidadãos de forma ortogonal. Isto permite alterar a orientação do político, no caso de ele e o cidadão ocuparem o mesmo espaço. Desta forma pode-se manipular tanto os políticos dos nossos adversários como os nossos para que aqueles sejam removidos do tabuleiro mais rapidamente que os nossos, desta forma garantindo uma maior longevidade e assim maiores lucros para o nosso partido.

Se este jogo estivesse publicado e principalmente se fosse do Knizia, haveria uma enorme coro de gente a dizer que o tema era colado com cuspe e outro tipo de coisa que se tornou habitual dizer dos jogos, principalmente se forem do Knizia. Mas a verdade é que o tema está na base da lógica das mecânicas. Pode perceber-se onde o Rick foi buscar as suas ideias e a cada análise dos movimentos envolvidos a relação com o tema tornava-se cada vez mais adequada.

Tirando alguns pormenores que pudemos discutir depois da partida, creio que o Rick tem aqui uma excelente base, já muito próxima de algo publicável. Parabéns Rick e obrigado pela oportunidade de testar esta tua criação.

Depois ainda pude testar mais uma implementação da Pirâmide de Tutankhamon do Johnny Be Good. Ele já falou bastante sobre aquilo se pode analisar desta sessão pelo que vos peço que leiam o que ele escreveu... Vale a pena. Este também está cada vez mais próximo de uma obra concluída.

As nossas companheiras estiveram a maior parte do tempo na conversa, mas creio que ainda jogaram um Mamma Mia...

A 7 de Agosto, agora no IKE, pude regressar ao Saint Petersburg e à construção dessa espantosa cidade. Joguei com o larkin10 e mais dois companheiros de quem me esqueço sempre quais são os nicks... a minha memória é uma desgraça para estas coisas, desculpem lá... Se calhar foi por isso que joguei tão mal! Cheguei ao fim cheio de dinheiro mas com muito poucos pontos, num jogo atípico e em que a minha maior experiência se calhar só me prejudicou. Estive à espera de ganhar grande vantagem com os nobres mas foram-me ficando sempre os repetidos! Ainda por cima de todas as vezes que usei o meu observatório não me saiu nada de jeito... triste!

Mas enfim. O jogo continua a ser muito bom e parece-me que estes moços a quem o pude ensinar gostaram.

Depois pude juntar-me a dois novos visitantes, o Rui e a Sónia, que tinham estado a jogar Hoity Toity com a Cat Ballou, a Zenaida e o Egas, e fazer uma rápida partida de 6 Nimmt!. Creio que poderemos muito bem ter conquistado mais dois elementos para este nosso grupinho. Espero vê-los mais vezes a jogar e a divertirem-se.

Foi uma noite boa! Vi por lá o Johnny e o Dugy defrontarem-se no Carcassonne; O PCC1972 a ser derrotado por uma amiga (ai os nomes... os nomes, caraças!) no Blokus e depois a juntarem-se os dois ao grupo do Saint Petersburg para um Land Unter; Os Andrés e a Patrícia mais o NeoNaeon no Elasund as Cristinas num Airships (certo?)... Bastante gente. Se não me engano 19.

Seremos mais e mais... um dia o Cristal Park e o IKE não chegarão! Tomaremos a cidade e faremos de todos boardgamers! Depois o país e a seguir o Mundo!!! HAHAHAHAHAHAhahahahhah.....

haha...

ha..

ahem...

Nada. Entusiasmei-me... Esqueçam, ok?

 

Abraço!