Jogar online jogos de tabuleiro faz sentido?

Retrato de Mallgur

O que nos move é o convívio. É uma frase repetida por muitos de nós quando falámos do nosso hobby àqueles que o não conhecem.
É algo em que acredito e pratico. O que me leva a jogar jogos de tabuleiro é a possibilidade de estar com outras pessoas e partilhar com elas uma actividade divertida. Ganhar ou perder estão definitivamente em segundo plano.

Fará então sentido jogar versões destes nossos jogos via Internet? Qual a utilidade desta opção se aquilo que se procura é o convívio?

A minha relação com jogos em plataforma electrónica é já antiga. Sou da geração "ZX Spectrum" e ainda tenho o meu, tenho um "Amiga" e joguei muito nessa plataforma, Playstation e Playstation 2 tiveram presença em minha casa e são para mim um dos poucos motivos que justifica ter uma televisão, o meu PC tem jogos instalados, quer em Windows, que agora pouco uso, quer em Linux que é o meu sistema operativo eleição neste momento.

Isto para demonstrar que não tenho qualquer tipo de aversão ao entretenimento electrónico e sou até bastante propenso a gostar de jogos em computador ou consola.

Esta forma de entretenimento não me choca nem me é desagradável.

Simplesmente, são formas algo solitárias de diversão.

Bem sei que me falam do MMORPG, de que se criam comunidades inteiras à volta de jogos online, que os Farmvilles e os Cityvilles são um dos motores principais do Facebook e de que as pessoas comunicam muito através de, ou graças a, esses jogos.

Sim. Comunicam muito, mas não convivem. E o nível de comunicação é frequentemente tão básico e desagradável que, francamente, é um dos principais motivos porque não jogo MMORPG e mesmo alguns outros jogos online que jogava acabaram por deixar de me interessar.

 

Voltando à questão central, se eliminarmos o convívio da equação, farão estes jogos que jogamos algum sentido?

Sim, e não.

 

Sim porque os jogos têm qualidade própria e apresentam desafios interessantes em qualquer das suas implementações. Além disso, salvo raras excepções, o ambiente nas plataformas de jogos de tabuleiro online é mais agradável e relaxado do que nos casos vistos anteriormente.

Já joguei Settlers mais de 700 vezes através do Brettspielwelt. Já fiz dezenas de partidas de Street Soccer no Mastermoves, experimentei alguns jogos no Boardgamearena, no Yucata e vários outros locais e foram raras as vezes em que os parceiros de jogo não foram simpáticos.

A natureza dos jogos que jogamos parece influenciar o comportamento de quem os joga. Talvez ocorra que a faixa etária dos jogadores de jogos de tabuleiro seja mais alta que a de muitos e a maioria dos outros jogos online, de qualquer modo, não me recordo de imberbes e imbecilóides "ur gay" or "n00b" me aparecerem escritos no chat de um jogo de tabuleiro online.

Adicionalmente, muitas vezes estas plataformas dão-nos a possibilidade de experimentarmos os jogos, do ponto de vista mecânico, antes de os adquirirmos. Por exemplo o Boardgamearena permitiu-me descobrir o Gosu que não conhecia e o Uncle Chestnut Table Gype. Em ambos os casos decidi que não os compraria. No caso do Gosu até poderia tê-lo feito se o não tivesse jogado algumas vezes ali e chegado à conclusão de que, não sendo um mau jogo, não é um que queira ter. Já o Uncle Chestnut... enfim. A ideia aqui não é fazer análises de jogos específicos.

Ainda por cima, não é muito difícil encontrar com quem jogar online, mesmo nas horas mais estranhas e não temos nem que montar o jogo, nem que fazer contas ou outro tipo de "manutenção burocrática" e, melhor ainda, não dá trabalho nenhum a arrumar no fim.

Com o Vassal pude descobrir melhor como se jogam alguns dos muitos jogos para os quais existe um módulo já criado. Permitiu-me esclarecer algumas situações de jogo que poderia vir a encontrar.

Jogo Go online no Dragon Go Server porque assim posso ir aprendendo (espero) a jogar melhor sem gastar demasiado tempo a outros jogadores ou a dedicar o tempo que tenho para jogar "em carne e osso" a envolver-me num jogo que sei ser quase um modo de vida e portanto exige uma dedicação que não posso dar-lhe, por muito que o mereça.

Estas são as grandes vantagens de jogar jogos de tabuleiro online. Possibilidade de experimentar sem comprar, de ter quase um "ambiente de testes" sem ter que montar o jogo fisicamente, jogar mesmo quando os nossos parceiros habituais não estão presentes, ter um maior controlo sobre o tempo que se dedica a um jogo sem que isso interfira com a possibilidade de jogar outros com pessoas "a sério".

 

Então quais são as desvantagens? Porque poderá não fazer sentido jogar jogos de tabuleiro online, senão com objectivos meramente utilitários ou por razões de conveniência social?

 

Uma é a falta do toque das peças, a experiência táctil e sensorial de um jogo de tabuleiro com componentes de qualidade é um factor nesta equação. Um factor subtil e que escapa a muita gente, mas está lá.

Porém, a principal é mais simples. Não há convívio...

É por isso que penso que, mesmo nesta altura em que vemos a crescente adaptação de jogos de tabuleiro a plataformas digitais, especialmente aos tablets, a forma tradicional de jogarmos os nossos jogos, ou seja, presencialmente, é insubstituível.
Mesmo que um tablet venha a estar no centro da mesa, que não toquemos nas peças senão pela simulação num ecrã e que não tenhamos que montar ou arrumar as peças, a experiência só será comparável se estiverem outras pessoas à nossa volta.

 

Porque é mesmo verdade que o que nos move é o convívio.

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Este é um tema que já

Este é um tema que já tentei explicar a alguns dos meus amigos que "viciam-se" literalmente em certos jogos de tabuleiro online.

 

Para mim, jogos de tabuleiro em formato digital, são bons, mas para jogar esporadicamente (mas visto que muitas vezes mesmo os próprios jogos de tabuleiro já são só jogados esporadicamente ....)

 

Não há nada como estar sentado frente a frente, com outros jogadores a desfrutar de um jogo de tabuleiro, poder mexer na peças, poder atirar os dados ao gajo da frente que já nos está a estragar a estratégia pela 4ª vez, etc...

 

Acho que o objectivo dos jogos de tabuleiro é esse mesmo, diversão face a face.