Paleio de Guico - Estratégia e Táctica

Retrato de Mallgur

Estratégia e Táctica
a 2010-01-28 por Mallgur
 

É frequente que aos jogos que jogamos se chamem jogos de estratégia mas muitos dos jogos de que por aqui falamos e que são tema de tantas conversas até nem têm qualquer tipo de estratégia envolvida.

Para a maioria de nós é fácil fazer a distinção mesmo que tenhamos opiniões diferentes acerca da definição de estratégia em contraponto a táctica.

Para um leigo, contudo, dizer-se que os jogos que jogámos podem não ser de estratégia poderá conduzir a que, no seu desconhecimento do enorme número de distinções possíveis, nos coloque o rótulo dos que brincam infantilmente, deixando aos que jogam "jogos sérios" com um rótulo diferente, o dos estrategos.

Como explicar então o que é a estratégia e em que medida e de que forma se diferencia da táctica?

Naturalmente que terei que limitar esta resposta ao que eu considero ser a diferença. Sei que há outras opiniões mas o objectivo aqui não é iniciar uma discussão acerca desses detalhes. É antes tentar, mais uma vez, lançar uma ponte para os que ainda não vieram passear à nossa margem.

Para mim, a diferença essencial entre estratégia e táctica está na escala e no tempo em que as decisões de um jogador são tomadas.

Estratégia será a grande escala, o plano a longo prazo, aquele rumo que é escolhido e definido no início do jogo e que será seguido, tão fielmente quanto possível, ao longo do mesmo. Não sendo tal possível, poderemos estar frente a um jogo em que pensámos a três ou quatro rondas à frente, poderemos ainda assim considerar que se trata de um jogo estratégico. Talvez seja até um jogo com vários momentos e fases em que o plano geral terá que ser capaz de se adaptar às circunstâncias ou de dar alguma folga para o aproveitamento de boas oportunidades que surjam.

Táctica será a pequena escala, a manobra ou sequência de movimentos para uma jogada específica, as decisões que são tomadas turno a turno. Será aqui que o jogador decidirá a melhor forma de aproveitar as oportunidades do momento, que verá como pode dificultar o progresso dos seus adversários ou minimizará os riscos para si próprio. A táctica é o nível do perfeccionismo técnico ou do brilhantismo do improviso, onde executar mal uma sequência pode ter resultados desastrosos ou surpreender os adversários e resultar na diferença necessária para vencer o jogo.

O que torna um jogo realmente fascinante é que numa partida os jogadores tenham que direccionar a sua atenção desde o plano global para uma área mais reduzida do tabuleiro, lutar por uma pequena porção de terreno ou por um objectivo imediato, mas na medida em que vencer a curto prazo ajuda a vencer o jogo no final.

Uma outra forma de expor esta minha ideia do que é uma coisa e outra, pode ser que Estratégia é aquilo que se pensa e estuda para tentar vencer uma guerra. Táctica é o que se aplica em cada batalha. Poderemos depois voltar a reduzir. Estratégia é o que define como cada unidade vai apoiar as outras e mover-se na batalha. Táctica é que se aplica em cada combate entre unidades... E por aí adiante.

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Comentários à época

vch disse:

Bom artigo. Eu ao principio não sabia distinguir uma coisa da outra. Agora já sei, mas não penso activamente na distinção.

Mas ainda me faz confusão quando usam o termo "jogos estratégicos" como sinonimo para "jogos de tabuleiro".

28 Janeiro 2010 - 18:05

 

Hélio disse:

Tal como o vch disse, durante uma altura fazia alguma confusão entre os 2 conceitos. Este artigo parece-me óptimo para quem ainda tem dúvidas nesta matéria, não é necessário que se saiba a diferença para se poder jogar mas é sempre bom perceber que tipo de conceitos estão envolvidos nos jogos.

Cheguei a escrever definições para colocar no Glossário, por isso Mallgur se me permites, aqui ficam:

ESTRATÉGIA: conjunto de decisões tendo em vista o cumprimento de objectivos a longo prazo. Nos wargames, a componente estratégica traduz-se em unidades que representam grandes formações militares sobre uma área vasta de terreno, conferindo ao jogo um elevado nível de abstracção e um reduzido nível de detalhe. Este tipo de jogo pretendem representar uma guerra completa ou uma campanha de larga escala.

TÁCTICA: decisões baseadas em situações actuais de jogo e objectivos de curto prazo. Nos wargames, a componente táctica traduz-se em unidades que representam pequenas formações militares (pelotão ou um único soldado/tanque/navio/avião) sobre uma área limitada de terreno (cidade ou alguns quarteirões). Este tipo de jogo pretende representar uma batalha ou parte dela.

29 Janeiro 2010 - 14:11

Mallgur disse:

Estás à vontade, Hélio.

Acho que poderias pedir uma opinião ao Firepigeon. Não só porque claramente tem mais experiência que eu em jogos de guerra como ainda por cima está precisamente a fazer uma série de artigos sobre definições em jogos de guerra...

Como disse, a minha opinião é esta, outros terão outras. Talvez seja benéfico o Tujogas ter uma no glossário o mais consensual possível.

29 Janeiro 2010 - 17:39

 

 

 

_
"[...] a period when games were complex in your brain, instead of on the board."
tommynomad