o blogue de MGBM

Retrato de MGBM

Sessão de Conan GG I

E cá esta o primeiro dos reports do grupo grande.

Neste grupo temos um Cimério Thief/Barbarian, um Bossoniano Soldier/Borderer, um Aesir Soldier, um Zingaro Pirate e um Zingaro Noble.

O grupo vê-se na Aquilonia, a seguir até Tarantia, a capital, para irem falar com o rei depois de terem morto um perigoso feiticeiro que destruiu uma aldeia completamente, ou pelo menos é o que eles pensam.

Param numa vila grande e deparam-se com um cenário dantesco. Muita gente na vila comporta-se como zombies. Depois de falarem com pessoas normais, descobrem que são cabeças de lotus, drogados viciados em lotus que já não têm vontade própria, vivem só do vicio.

O grupo recebe informações. Ninguém sabe, ou não querem dizer, quem é o traficante de lotus e onde ele está. No entanto dizem que a taverna mais rasca da vila é um sitio onde se compra lotus. Eles entram nessa taverna, uma taverna horrivel cheia de cabeças de lotus.

Retrato de MGBM

Sessão de Conan GpII I

Ok, nova terminologia para as minhas sessões.

GpI quer dizer Grupo pequeno I, O Picto Borderer e a Shemita Scholar.

GpII quer dizer Grupo pequeno II, O Nobre Vendhyano e uma Temptress Brythuniana

GG é o Grupo Grande, Soldier Aesir, Noble Zingaro, Pirata Zingaro, Bossoniano Soldier, Cimerio Thief

O de hoje foi a sessão de introdução ao GpII, logo vai ser curta.

Nemedia, algures a este, uma aldeia sem nome. O Nobre aproxima-se e entra na unica taverna da aldeia, uma taverna que ja viu dias melhores. Poucas pessoas estavam na taverna e poucas notaram a entrada do Nobre. Mas todos notaram a entrada da Brythuniana a descer as escadas como uma verdadeira Temptress, ou seja, o centro das atenções, incluindo das atenções curiosas do Nobre.

Ela senta-se numa mesa, toda bonita e contente, enquanto ao Nobre é-lhe oferecido cerveja. O Nobre fica insultado! Cerveja? Nunca, um homem não bebe imundices, bebe antes vinho delicado. Traga lá vinho do bom.

Retrato de MGBM

Eurogamers

Eis o que muitos boardgamers pensam de sorte no jogo

Retrato de MGBM

Poster motivacional Conan

Eis um poster que resume muito bem o Conan RPG e os meus grupos.

Retrato de MGBM

Sessão de Conan VIII

E mais uma session report. Esta é bem grande, o culminar de três sessões.

Começamos em Arbos, onde o Picto conversa com Ahab. O Picto demonstra interesse em ser um pirata, ao que Ahab responde que só poderá ser pirata no dia em que matar todos com ódio nos olhos, o mesmo ódio que ele sente pelos Aquilonianos.

A dada altura da conversa, Ahab menciona umas ruinas a norte da aldeia, o que traz o interesse da Shemita. E durante o tempo todo, Ahab faz-se à Shemita de modo descarado, ao que a Shemita, em resposta aos avanços, dá-lhe com o staff na cabeça.

Com o Ahab como companhia, os PCs começam a viagem até às ruinas. Mas a viagem é interrompida com o aparecimento de um personagem Khitanes chamado Pai. Pai, um homem que aparenta não ter armas, introduz-se e afirma que foi contratado para matar o Ahab. Sem mais conversas, visto Pai ser um profissional, a batalha começa.

Retrato de MGBM

Sessão de Conan VII

E mais uma sessão de Conan do grupo pequeno. Foi uma sessão curta portanto hoje não tenho muito mesmo para dizer.

A aventura continua em Messantia. Procurados pela guarda real, os PCs decidem fugir de Argos, mas antes a Shemita consegue aprender uns spells com o velho que os tinha contratado.

Após uns dias de viagem, os PCs chegam a Arbos, uma aldeia piscatória na fronteira de Argos com Shem. Lá, decidem passar a noite.

Na estalagem, encontram um personagem singular, um tal de capitão Ahab (Nada de baleias brancas à vista). Depois de uma animada conversa descobrem que ele foi um capitão pirata bem famoso em Argos. Durante a noite os PCs são acordados pelo som dum sino. Lá fora, descobrem que um navio Zingaro aproxima-se da aldeia para a atacar.

Um combate segue-se, com os PCs do lado dos aldeões. Com as crianças e mulheres a fugirem, os homens e os PCs, depois de uma animada luta, derrotam os Zingaros.

Foi só isto. Curto, mas animado. Muito interessante a estratégia da Shemita. Ela conhece dois novos spells, Raise Dead e Torment. Ela usou estes spells na sua maior eficácia. Fazia Raise Dead a piratas Zingaros mortos, que se levantavam. Os companheiros Zingaros, ao ver isto, fugiam com o terror da situação.

Retrato de MGBM

Byzantium

Acabei de receber o Byzantium, o ultimo boardgame da Warfrog, designed pelo Martin Wallace.

Parece-me ser bem bom, basicamente é um very light wargame com a particularidade de qualquer jogador poder jogar ambos os lados do conflicto. À primeira vista diria que este jogo não é tão brilhante como o Age of Steam, Struggle of Empires ou o Liberte, mas o boardgame parece-me ser interessante para dizer o menos. O único mal é que só dá para 4 jogadores, o que para um boardgame pesado do Wallace, são poucos jogadores.

Depois eu ponho um session report quando jogar a este boardgame. As regras pelo menos são bem longas.

Retrato de MGBM

Sessão de Conan VI

Mais uma sessão do grupo pequeno. Vou ser rapido desta vez.

Continuamos com a Shemita e o Picto na estalagem, esperando que o rubi faça efeito e mate a pobre pessoa que agora detem o rubi.

A dado momento, um homem com idade avançada aproxima-se da Shemita. Ele diz que quer matar o dono verdadeiro do Rubi do Turquistão e que em troca ensinara uns quantos spells à Shemita. A Shemita concorda e o velho ensina dois feitiços importantes, descobrir e banir o demónio que o rubi invoca.
O homem diz que o demónio, depois de matar a pessoa com o rubi volta de novo ao dono verdadeiro, é assim que encontrarão o dono.

O ingrediente deste spell é só um, o sangue de uma virgem de 6 anos. A Shemita vai à zona pobre da cidade, encontra um pai e uma filha, mata o pai e a filha sem pensar duas vezes. Já têm o sangue.

A Shemita e o Picto esperam dois dias e depois vão para fora da casa da pessoa que tem o rubi esperar que o demónio apareça para a matar. O demónio aparece, pelos gritos que vêm dentro de casa, e desaparece de novo. A Shemita faz o spell de descobrir o demónio, e descobre que ele está localizado a norte da cidade. Seguindo o spell, ela rapidamente descobre o verdadeiro dono do rubi no quarto duma estalagem. Facilmente o grupo mata-o.

Retrato de MGBM

Sessão de Conan V

E ontem lá foi tempo de mais uma sessão de Conan. Devido ao facto de ter começado um pouco tarde, decidi que a sessão seria de improviso e focada na interacção entre os PCs. Foi isso que aconteceu e foi muito, muito engraçado.

Começamos com os PCs noutra taverna em Messantia. Como sempre, a Shemita é alvo das atenções e sempre bem tratada, ao invés o Picto era sempre mal tratado. De facto, o taverneiro recusa-se a servir um copo de água ao Picto, ao que o Picto ameaça o taverneiro. O taverneiro então chama os guardas da taverna, dois Nordheimers enormes. Um dos Nordheimers, um Aesir, diz em Nordhim, lingua que o Picto fala, que o Picto não é bem vindo e devia ir-se embora. O Picto insulta o Aesir de todas as maneiras e feitios. O Aesir, nunca tendo sido insultado assim, conclui que o Picto é corajoso e desafia-o a uma luta de punhos à entrada da taverna.

Retrato de MGBM

Diplomacy!

Hoje ofereceram-me o venerável Diplomacy. Quem conhece boardgames já ouviu falar do Diplomacy. Agora encontrar 7 pessoas que não se importem de serem lixadas à força toda durante o jogo todo.

Um amigo meu disse uma vez que a melhor maneira de jogar Diplomacy é com pessoas que não se conhece, e é verdade depois de ler as regras. O jogo é a definição perfeita de lixar o adversário de todas as maneiras e feitios.