Apresentação tardia

Acabo de olhar para o Hall of Fame e descobri que um tal de Nietzsche é o segundo membro mais activo de sempre do Turno, sem que, provavelmente, alguém se tenha apercebido que esse sujeito andava por aqui. Antes que pensem que o tal de Nietzsche é um espião infiltrado, e já que eu não conheço a maioria das pessoas, o melhor é apresentar-me... Bom, o tal de Nietzsche chama-se Miguel e já joga RPGs há... Cerca de 15 anos... Escusava de ter feito estas contas, agora sinto-me velho. Dos membros do Turno só devo conhecer umas três ou quatro pessoas, nomeadamente o Ricardo Madeira e o Jota, com os quais tenho jogado muita coisa ao longo destes anos todos, nomeadamente Kult, que é, aliás, o motivo que me colocou no segundo lugar da lista de "postadores": graças à transferência para o Turno da descrição de um cenário chamado St. Cloud. Bom, não vou me prolongar muito, já que esta conversa não tem qualquer interesse. Agora que já me apresentei, prometo aparecer mais vezes em outros tópicos que não o blogue de St. Cloud!

Miguel "Nietzsche" Ribeiro

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Welcome!

Bem aparecido, muy nobre GM!

Ver se fazemos alguma jogatana um dia destes... 

Prometido

A jogatana está em lista de espera, lá para Setembro deverei regressar às hostilidades. Já sei que St. Cloud não é o teu prato preferido, mas se quiseres fazer uma aparição de ultra-special-guest-star para veres como é. Senão... Veremos... Se St. Cloud correr bem tenciono continuar a mestrear.

combinado!

Tá combinado!

Qd souberes datas certas, diz-me qq coisa no msn! 

Willkommen, Herr Docktor!

Faço minhas as palavras do António: bem-vindo!

Pessoal, este homem é um senhor do roleplay nacional que se a vida fosse justa deveria dispensar apresentações. A campanha original de St. Cloud foi a melhor coisa que já joguei... ever! Foi o culminar de anos de jogo em que o Miguel me transformou no jogador que sou hoje; ele detesta que eu o elogie assim, eheh, mas é o maior elogio que posso fazer a qualquer um dos meus mestres, tutores e colegas jogadores, portanto continuo a insistir. Sorry!


"You can choose just who you are."

Call me Frankenstein...

Agradeço o elogio... Tenho que agradecer não é? Não quero ser rude... Bom, se tiveres razão acho que criei um monstro do role play. No bom sentido, claro!