o blogue de Rick Danger

Retrato de Rick Danger

RPGs no Tabuleiro

Retomo este tópico do meu blogue, depois desta questão..

smascrns (negritos meus) escreveu:
«Continuo a defender a minha posição actual que é a de aproximar os RPGs dos jogos de tabuleiro. Diria mesmo: fazer coincidir os RPGs com os jogos de tabuleiro.»

Eu até nem discordo, bem pelo contrário. A questão é o como: como é que achas que isto se pode fazer.

..ter sido novamente suscitada aqui, no blogue do jrmariano.

Retrato de Rick Danger

mais um jogo de tabuleiro de area control

Mais uma tema disponível desde este Domingo:

Priests Brawl At Jerusalem Church
Vídeo promocional já disponível no youtube.

A Sky News também já revelou a introdução do rulebook.

Retrato de Rick Danger

a distãncia do alpha ao beta

De certa forma, é embaraçoso olhar para a minha lista de projectos incompletos que venho a acumular aqui no AoJ. Alguns têem poucas hipóteses de sair do papel, outros já foram jogados e outros ainda ficaram pelo caminho. A série Spin-off é responsável por muitos deles, mas há uma parte que também surgiu por diferentes pretextos. É uma proposta variada:

Retrato de Rick Danger

De um ponto de vista gamer..

..este novo concursozito da RTP, o Jogo Duplo, até está interessante. Não deixa de estar montado para dar o mínimo possível de dinheiro aos concorrentes (o chamado "fazer a festa sem foguetes") mas mesmo nisso está bem pensado. O pessoal é que ainda não sabe fazer bem o bluff. No mínimo, estão a precisar de umas sessões de Werewolf para aprender umas coisas :)

Retrato de Rick Danger

Spin-offs: Open.net Project

Na sequência do Ghost in the Machine, já há muito tempo que tenho pensado num possível RPG que aproveitasse ainda melhor o tema tecnológico. No mês passado, o recente The Agency anunciado pela Sony deu-me umas ideias para voltar a pegar numa coisa ao estilo Neuromancer, com tudo aquilo que já conhecemos de Cyberpunk 2020 e Shadowrun.

Já tenho o setting e as regras mais ou menos pensadas, mas acho que, desta vez, não vale a pena estar aqui a tentar dar umas luzes. É muita coisa e não é particularmente inovador. Em vez disso, aproveitei um workshop de flash fiction na deviantArt para escrever um pequeno write-up dentro do ambiente. Chama-se Playing With Your Life.

Retrato de Rick Danger

TUOYT!

Tell Us Of Your Tribe é um jogo de tabuleiro para 3 a 5 com uma duração aproximada de duas horas.

Cada jogador é o deus de uma tribo nos primórdios da civilização. Ao longo dos anos, os deuses tradicionalmente reúnem-se para contarem uns aos outros das proezas e desventuras das suas tribos, à medida que bem ou mal se vão desenvolvendo. Ao longo das gerações, grandes catástrofes naturais, pragas e guerras põem em risco a sobrevivência das populações. Ao se tornarem verdadeiras civilizações, as tribos deixarão para trás os seus deuses, e uma delas tornar-se-á a mais grandiosa de toda a História. 

TUOYT! é um RPBG, um Roleplaying Boardgame escrito em inglês. O objectivo de cada jogador é não só levar a sua tribo a tornar-se a maior civilização de sempre, mas também ajudar a contar a sua parte na História. Por um lado, um deus acompanha sempre a tribo na sua sorte. Por outro, dispõe de grandes poderes que lhe permitem influenciar o destino de todos, inclusivé outras tribos. Por um lado, a guerra entre os deuses é inevitável. Por outro, há que escolher o momento certo para fazer ou quebrar alianças.

Retrato de Rick Danger

Lobby

Este é um jogo de tabuleiro para 2 a 4 jogadores com a duração aproximada de 40 minutos.

Cada jogador é o presidente de um partido em busca de dinheiro e poder para se tornar o mais influente. Para isso, movimenta os seus próprios políticos ao longo de vários mandatos e tenta controlar inocentes cidadãos para ajudar o seu partido e prejudicar os outros.

O jogo utiliza um tabuleiro 8x8, o lobby onde os dois tipos de peças - políticos e cidadãos - são movidos à vez por cada jogador. A estratégia resume-se essencialmente a usar os políticos para ganhar o máximo de dinheiro possível e manipular os cidadãos para manter os nossos políticos agarrados ao poder e para arrumar os políticos adversários para fora do tabuleiro.

Retrato de Rick Danger

Viaja por todo o mundo!

Este é um poster feito para a promoção generalizada dos jogos de tabuleiro em Portugal. O ficheiro para impressão/publicação é um .pdf com 13.75 megas que ainda não consegui põr aqui para download. Se alguém estiver interessado ou precisar de alguma alteração específica no poster, digam-me qualquer coisa que eu mando-vos o ficheiro por mail.

Retrato de Rick Danger

Regras ou Sessões

Digo-vos já qual é a minha ideia. Gostaria de sugerir duas perspectivas distintas que se poderão aplicar a qualquer discussão sobre RPG: Regras ou Sessões. Na minha opinião, esta separação é útil, pois julgo que se torna confuso quando se tenta falar das duas ao mesmo tempo e quando se responde a uma partindo do ponto de vista da outra.

Retrato de Rick Danger

Dos Pasteis à Prática: RPGs e Imersão


Verbus escreveu:
Este nível de envolvência, quer com a personagem que estou a jogar/representar/"ser", quer com o universo imaginário onde ela evolui, é o que eu procuro quando jogo RPG. É uma experiência quase mística, evidentemente mágica, e mais possível e atingível do que possa parecer à primeira vista. Isso requer uma envolvencia muito grande entre o jogador e a sua personagem, e com o seu universo. Não sei se será possível se o jogador tiver também funções de "criação" para além da vivência da sua personagem