In Space... (Primetime Adventures)

Em construção.

Elenco

Personagens principais e secundárias da série.

Daedalus (NPC)

O Chefe dos Reais Serviço Secretos não é um homem atraente, mas o seu carisma e dom da palavra tem-lhe assegurado várias conquistas, não só no plano amoroso mas também no político. Não ascendendo de uma das famílias reais teve que trabalhar duro para chegar onde está hoje, tendo cortado por todos os atalhados que pôde e livrando-se de todos os obstáculos da maneira mais eficiente e menos escrupulosa possível.

Ainda assim é um homem que se sabe divertir e deliciar-se com os prazeres da vida, nunca descorando no seu trabalho e mantendo-se eternamente vigilante sobre as movimentações políticas que ocorrem nos bastidores do Senado.

Daedalus vê em Risa uma espécie de uma alma gémea (devido às características da sua raça) que perdeu o seu curso, achando detestável e uma falta de gosto o seu sentido de honradez e justiça.

AnexoTamanho
Daedalus.jpg37.58 KB

General Fahazir (NPC)

O equivalente de Marduk no reino Cathak é igualmente um brilhante estratega militar. Embora ambos os reinos se tenham combatido durante vários séculos, tanto em disputas de fronteira como em três guerras abertas, Marduk e Fahazir sempre se respeitaram, pelo menos até à Grande Quarta Guerra.

A Grande Quarta Guerra surgiu quando uma nova raça apareceu na Galáxia, movida por um desejo de sangue e vitória, acompanhado com um exército vastíssimo e poderoso, lançou um dos maiores ataques vistos na Galáxia, varrendo tudo e todos no seu caminho, independentemente da raça ou reino. Para fazer frente a esta ameaça os Reinos da Galáxia uniram-se numa aliança desesperada para repelir os invasores. O trabalho combinado de Fahazir e Marduk foi um dos factores decisivos para a vitória sobre a raça invasora.

Contudo Fahazir era um traidor, apostando em repelir os invasores e ao mesmo tempo destruir as forças de Marduk para conquistar o Reino, traiu a aliança e colocou a sobrevivência da Galáxia em perigo.

A astúcia de Marduk impediu que o pior ocorresse e mesmo tendo conseguido repelir a invasão tanto dos invasores como de Fahazir, o sacrifício humano e material foi elevado, para além disso a traição marcou-o profundamente, e desde então as relações entre os dois Generais e os respectivos reinos apenas existem ao nível de confrontos fronteiriços.

Marduk (RedPissLegion)

Screen Presence:
Issue:
Control Freak, proteger o povo
Skills:
Concelheiro Militar
Connections:
Risa, Segunda em Comando
Daedalus, Chefe dos Reais Serviços Secretos
Nemesis:
General Fahazir

Marduk veio de uma família com uma longa tradição militar no Reino, tendo na sua longa linhagem alguns dos maiores heróis e brilhantes estrategas do reino, por isso desde infância que foi educado nas histórias gloriosas da sua família e o lugar que ocupa na sociedade.

Licenciou-se na Academia Militar para Jovens Oficiais com a nota mais alta do seu ano e imediatamente foi destacado para um posto nas Reais Forças Armadas. Foi no primeiro ano que conheceu Risa, uma Nellens que foi apanhada a roubar da messe para alimentar a sua família. Marduk, após ter passado uma noite a falar com a prisioneira na véspera do seu julgamento, ficou impressionado com a história da sua raça e da sua família, vendo na sua coragem, determinação e desembaraço o potencial para uma promissora oficial. Conseguindo puxar um cordelinhos com o seu pai, ficando a dever favores a certas pessoas e após um eloquente e inspirado discurso no tribunal garantiu que Risa não só escapasse ao castigo pelo seu crime, como que esta ficasse também à sua responsabilidade a estudar na Academia.

Ambos se licenciaram com distinção e mantiveram-se parceiros durante todo o seu percurso nas Reais Forçar Armadas, sendo que Risa ocupa sempre a patente imediatamente inferior à de Marduk.

Os longos anos de disputas fronteiriças, guerras abertas com os reinos vizinhos, repressão de insurreições e facções separatistas, fizeram-no e a Risa ganhar a confiança das tropas e trazer glória à sua casa. Contudo tornou-se num homem frio e duro, muito longe do jovem agradável e expontâneo que uma vez foi, também nunca chegou a constituir família, tendo tido apenas relacionamentos passageiros com pretendentes que a família lhe tentava arranjar ou com uma delegada da embaixada dos Iselsi, ao fim de algum tempo, e após os seus irmãos terem casado e assegurado a descendência, também ela deixou de tentar.

Actualmente Marduk ocupa o cargo mais elevado na Reais Forças Armadas, Alto Conselheiro Militar Real, e para além dos pesadelos provocados por longos anos de guerras e campanhas militares algo mais o impede de dormir descansado à noite: o Rei está a morrer.

Isto por si só não seria o suficiente para tirar o sono a Marduk, mas ele vê na descendência Real, Princesa Maria e Aura, nada mais do que meninas birrentas e mimadas, sem a capacidade e dureza necessária para serem as próximas líderes do Reino. Para complicar a situação os seus inimigos de longa data, os Cathak, andam de novo a preparar-se para a guerra e o Real Comando Militar anda a perder contacto com os postos mais longínquos do império.

Tudo isto fez Marduk abrir os olhos e reconsiderar a sua posição na hierarquia do Reino, o Rei está a morrer, a descendência é fraca, o inimigo prepara-se para avançar, o Reino está à beira do colapso e apenas um líder forte pode garantir a segurança do povo e da Raça, esse líder é Marduk.

AnexoTamanho
Marduk.jpg59.03 KB

Risa (NPC)

Mais do que qualquer um presente no Tribunal durante o julgamento, foi Risa que ficou mais admirada com o discurso e proposta do jovem oficial Marduk. E mais admirada ficou ainda nos anos seguintes com a gentileza e dedicação que este lhe dava para a ajudar a desenvolver todo seu potencial como oficial, foi também ele que a ajudou a ultrapassar a descriminarão e escárnio dos seus colegas e a auxiliava incansavelmente nos desafios físicos e académicos que os seus professores lhe colocavam (mais do que a qualquer outro estudante) para ou a fazer desistir ou certificar que merecia manter-se na academia.

Risa mudou imenso com os ensinamentos de Marduk, deixou os hábitos do seu povo para trás tornando-se numa mulher honrada e justa e ganhando uma reputação impecável entre os seus colegas e um novo lar, a Real Força Armada

Tem combatido corajosamente ao lado de Marduk durante vários anos, nunca questionando as suas ordens e mostrando o engenho e perícia de um oficial de alto gabarito.

A sua única mágoa tem sido testemunhar as mudanças profundas que a guerra tem provocado no seu amigo e a incapacidade de fazer algo para as contrariar.

De todos os oficiais subalternos de Marduk, Daedalus, Chefe dos Reais Serviços Secretos, é o único com quem mantém uma hostilidade aberta. Risa vê neste homem tudo aquilo que renegou na sua raça para se tornar uma oficial, a mentira, a manipulação, a falta de escrúpulos.

Episódio 0 (Piloto)

Em construção.

Episódio 1 (Parte I)

[img_assist|nid=2139|title=|desc=|link=node|align=left|width=155|height=400] Em construção.

Episódio 1 (Parte II)

[img_assist|nid=2372|title=|desc=|link=node|align=left|width=97|height=150] [img_assist|nid=2373|title=|desc=|link=node|align=left|width=97|height=150]

Em construção.

O Universo

Informação sobre a Galáxia onde a série decorre.

Raça Cathak

Orgulhosos e guerreiros passaram de um povo esquecido de um planeta deserto para a uma das maiores forças militares da Galáxia, criando um dos mais militarizados e temidos impérios alguma vez vistos.

A sociedade Cathak divide-se apenas em dois grupos, os Guerreiros e os Ajudantes.

Qualquer um pode ser Guerreiro, não havendo qualquer tipo de discriminação em relação à origem de um Guerreiro, nobres, pedintes, estrangeiros, qualquer um que possa pegar numa arma para combater e tenha passado pelo Juramento Sagrado (um ritual mágico e antigo que garante a lealdade de quem o faz aos Cathak) é um guerreiro.

Qualquer um que não possa ser um Guerreiro é um Ajudante, deficiente físicos ou mentais, os demasiado velhos, os demasiado novos, os que não tenham a capacidade para combater ou não tenham passado no Juramento Sagrado mas mesmo assim querem fazer parte da comunidade, são os escolhidos para realizar todas as tarefas administrativas e logísticas do dia-a-dia que garantem o funcionamento da sociedade, padres, sapateiros, armeiros, todos são Ajudantes que não podendo lutar nas linhas da frente ajudam os Guerreiros a fazê-lo e contribuem assim para a expansão do império.

Há já muito tempo que a figura do "Verdadeiro Cathak" se começa a desvanecer, perante o êxito das suas conquistas e necessidade de aumentar o exército os Cathak integraram na sua sociedade membros de várias raças diferentes, o que originou uma enorme diluição da linha original em vários híbridos. Contudo ainda são os descendentes puros da raça original que detêm as mais altas patentes no exército, estes são homens e mulheres fortes, com uma pele dura e vermelha quase como se fosse uma casca, com cabelos de um vermelho e amarelo flamejante.

Raça Iselsi

Todos os aspectos da sociedade, desde a política ao mais baixo trabalho manual, giram em torno de apenas uma ideal, uma sensação: prazer.

O seu planeta original é muitas vezes descrito como o "Planeta Oceano", sendo que é coberto por um vasto manto de água pontuado esporadicamente por ilhas. Os Iselsi originaram nas profundezas deste oceano tendo assumido uma forma semi-humana ao longo da sua evolução e a capacidade para respirar tanto fora como dentro de água, tudo devido a uma misteriosa e exótica capacidade para a metamorfose.

Os Iselsi dedicam-se exclusivamente à gratificação dos seus próprios prazeres, sejam estes sexo, drogas, álcool, requintadas refeições, corridas subaquáticas, tudo serve. Estes prazeres são suportados pelo vasto negócio de exportações que detêm sobre bens raros que apenas podem ser adquiridos nas profundezas do seu oceano. Quando começaram a perceber a riqueza do seu oceano (ao qual chamam "A Verdadeira Mãe") rapidamente capitalizaram com elas, trocando-as por tecnologia e criaram um vasto império comercial por toda a Galáxia.

Actualmente para além de exportarem as suas riquezas subaquáticas, também se dedicam a todo o tipo de substâncias químicas (drogas, medicamentos, afrodisíacos, etc.) bem como a qualquer negócio relacionado com prazer (prostituição de alto/médio/baixo nível, apostas, álcool, especiarias, etc.).

Esta raça é profundamente misteriosa e exótica, pelo que ninguém percebe muito bem como funciona o seu sistema político e social (se é que existem de todo). Definir uma forma para um Iselsi é uma tarefa árdua e no fundo um exercício de futilidade, pois a sua capacidade de metamorfose permite-lhes manipularem o seu corpo a níveis nunca antes vistos, normalmente utilizando esta capacidade para se integrarem melhor nas raças com as quais fazem negócios, por exemplo para raças humanoides apresentam-se como seres andrógenos, com uma pele azul e verde exalando um maravilhoso e agradável cheiro a maresia, extremamente bonitos e sensuais, movendo-se com uma graça e subtiliza que desperta paixões independentemente do sexo de quem os vê.

Raça Nellens

Em tempos donos de um magnífico e próspero reino, caiu em desgraça quando o consumo dos seus bens naturais não foi bem controlada ou gerida, o que provocou graves problemas no ecossistema do seu planeta levando eventualmente ao seu colapso.

Embora extremamente avançados tecnologicamente, para o seu tempo, os Nellens nunca chegaram a constituir colónias, pelo que quando deparados com a destruição do seu planeta não tiveram escolha para além de se lançarem nas suas naves para o espaço e agruparem-se em comunidade errantes e nómadas.

Ao longo dos séculos transformaram-se numa raça de ladrões, assassinos e pedintes, a escória do espaço, sobrevivendo como podem e com os poucos meios que detêm.

Por norma são magros e esguios de constituição, a sua pele é totalmente preta e removem ritualmente todo os pelos do seu corpo. Quando em situações normais os seus olhos são de um profundo azul-oceano notando-se a metros de distância, mas quando estão a lutar pela sua sobrevivência estes ficam pretos como o resto da sua pele. É esta capacidade e aparência que lhes permite infiltrar em qualquer lado sem ninguém dar conta, e o que lhes tem garantido a sobrevivência quando são perseguidos.

Não gostam de estrangeiros, da mesma maneira que eles não gostam dos Nellens, e matem-se fechados a qualquer raça excepto quando tem que arranjar trabalho.