Dirtside II: Episódio Piloto - Sessões Online

Retrato de Eowyn

Aqui ficam os textos obtidos a partir da colagem e revisão dos logs de muitas sessões de roleplay online por messenger entre mim e a Raquel. Tudo junto, dá uma quantidade assustadora de texto, que reflecte bem o nosso amor pelo jogo.

Os textos nasceram sobretudo de uma vontade imensa de continuar a jogar esta campanha mesmo quando os meses passavam e não parecia haver hipóteses de reunir o grupo. A Raquel começou o processo, escrevendo o que era suposto ser o início de um pedaço de ficção que explorava um pouco mais da vida actual da sua personagem, e de imediato o texto evoluiu para um jogo verdadeiro, em tempo real, do tipo agora escreves tu sobre o teu personagem, agora escrevo eu sobre o que se passa à volta dele. Lá para o final, e com muitas saudades (pelo menos do meu lado) do elemento aleatório e excitante do sistema de dados/cartas, começamos inclusivamente a aplicar uma versão adaptada do sistema de resolução de conflitos do PTA.

O resultado final talvez não o demonstre, mas tudo isto é produto de umas tantas sessões verdadeiramente espectaculares onde os nervos de toda a gente (nós dois, a PC e a maioria do elenco de NPCs) andaram à flor da pele. Quase sempre dávamos por nós a olhar para o relógio e a pensar "não, não é possível, o sol está quase a nascer!".

Não só isso, como na maioria das vezes conseguíamos criar um clima quase insuportável de tensão e incerteza. A Raquel roía as unhas antes de eu escrever cada uma das minhas jogadas e depois a ria/gemia/chorava/gritava ou fazia tudo isto junto quando a lia. Do meu lado, também estava sempre em pulgas para ver o que ela ia fazer; isto porque desbravávamos território inexplorado, uma vez que estava gradual e insistentemente a apertar o torno em volta do pescoço/alma/coração dela e da sua personagem. Ora, justamente, debaixo de tanta pressão nunca sabemos bem para que lado vão partir ou explodir a situação, e de facto a coisa chegou a tal ponto que eu deixei de reconhecer a personagem/jogadora que tinha diante de mim; a menina doce e frágil que eu me habituara a conhecer deu por vezes lugar a outra pessoa que me conseguiu deixar muito assustado... e eu sou o Produtor! Desde uma certa sessão de Kult há muitos anos atrás, que representou o primeiro passo (de gigante, diga-se!) numa forma nova de encarar o roleplay, que esse é para mim o maior e mais claro sinal de que as coisas estão a correr bem.

De resto, a pressão foi tanta que usei quase todos os recursos à minha disposição para entalar a Raquel em todo o tipo de situações. A NPC que era começou como a Némesis da personagem dela percorreu todo um arco de história, passando de uma cabra incómoda, a uma inimiga total sem dó nem escrúpulos, e por fim, num insight surpreendente ao interior da sua alma, se revelou uma pessoa como qualquer outra, com medos, sonhos e esperanças, por quem a sua antiga inimiga acabou mesmo por se apaixonar. Tudo isto no espaço de algumas cenas!

Ninguém se vai divertir tanto a ler os texto como eu e a Raquel a jogá-los, o mais provável é dormirem logo ao fim da primeira página (e olhem que são muitas dezenas delas!!), mas no meio destas cenas íntimas e pessoais, a trama desta segunda temporada de Dirtside conseguiu também evoluir. Perto do início, uma conversa de Rita (a personagem da Raquel) com o seu ex-namorado Daniel Fishburne (um NPC) revelou bastante do que se está a passar no backstage, e aqui e ali foram caindo prenúncios de alguns problemas que o setting está prestes a enfrentar. Por essa razão talvez os outros participantes da campanha (sentimos a vossa falta, gente!) lhe queiram dar uma olhada... por isso e pelos momentos picantes (que andam a ficar cada vez mais picantes!) do costume, claro. :)

AnexoTamanho
10 - Dirtside Desfecho.doc68 KB
9 - Dirtside Mac.doc107 KB
8 - Dirtside 1a Noite.doc30.5 KB
7 - Dirtside Penso.doc80 KB
6 - Dirtside Jenkins.doc49 KB
1 - Dirtside Dinner Party.doc183 KB
2 - Dirtside Base Aérea.doc149.5 KB
3 - Dirtside Interlúdio.doc77 KB
4 - Dirtside Hospital.doc100 KB
5 - Dirtside Supernova.doc54.5 KB

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Finalmente Logs!

Pois é, malta. Finalmente revi e editei os registos das sessões por MSN com o Ricardo que eu tinha para aqui enterrados no meu computador. Espero que os fãs da série me perdoem a demora.

Sem mais, cá fica aconclusão da temporada II de Dirtside. Ainda haverá uma temporada III que estamos quase a acabar, mas isso virá noutro dia.

___
A Mestrar: Amber Diceless
A Jogar: PTA (Dirtside + Knight Six)

___
A Mestrar: (népia)
A Jogar: PTA (Dirtside III)

Fogo, perfeitamente

Fogo, perfeitamente incrível! As memórias, as lágrimas, as alegrias, a excitação, que vêm só de deixar a vista poisar nalgumas partes dos textos. Cinco estrelas! Dirtside é O jogo! :)

Muito obrigado por finalmente colocares isto online!