014 - Sessão XIX (10/03/07)

Retrato de Demonknight

Verificando então o conteúdo da arca descobrem vários objectos mágicos, desde armas, armaduras, wands, anéis e poções.

Himo identifica alguns dos anéis que podem revelar-se bastante úteis.

E é hora de tentarem ver por onde Farvir tinha ido.

Morg investiga as pistas e facilmente vê que ele foi novamente para dentro das ruínas, ai a party entra novamente no local onde enfrentou o vampiro, mas explora o lado oposto ao covil do mesmo, descobrem um enorme hall com pilares do chão até o tecto e no meio da mesma uma visão peculiar, uma porta está suspensa no ar, a um palmo do chão, está fechada, aparente já ter muitos anos, talvez séculos, já a mostrar o desgaste. E as pegadas de Farvir acabam em frente à mesma.

Dando à volta à porta observam que nada existe, o caminho será mesmo passando através da mesma, mas antes disso Morg acha uma passagem secreta.

Abrindo a mesma, Myeva é logo alvo de ataques por parte de duas criaturas, Boneclaws! Undeads munidos de garras com longo alcance, já tinham antes enfrentado uma e tinha sido um combate duro, e o inicio do mesmo mostrou isso, o longo alcance das garras das criaturas e o dano que elas provocam faz com que a party retire das ruínas e decida descansar durante a noite para no dia seguinte já mais recuperados e com Rafa na posse de todos os spells, poderem enfrentar melhor esta ameaça.

E assim é, no dia seguinte, e assim que a porta é aberta para a sala onde estão as criaturas, Himo liberta em volta dela uma névoa que obscura a visão (Obscuring Mist) e permite á party entrar na sala e confrontar as criaturas sem ser atacado por estas mediante o longo alcance das garras das mesmas (evitam AOO).

Uma dura luta segue-se mas o poder bruto da party ganha o dia e derrotam os monstros, na sala tirando estes guardiões, um sarcófago, e dentro do mesmo, entre ossos ressequidos 4 frascos que se revelam depois como sendo elemental elixirs que permitem a transformação em um elemental de quem o beber.

Após isto decidem inspecionar melhor o resto das ruínas e na sala onde estava o caixão do vampiro descobrem uma passagem secreta e uma sala com colunas do chão ao tecto e com vários caracteres em dwarf e no centro da sala um circulo feito de mármore preto, em redor do mesmo uma linha com caracteres, os mesmos entendidos por Rafa referem que quem entrar será julgado e recompensado caso seja de bom coração.

Uns vão entrando e sentem uma grande calma e um desejo que todos entrem lá dentro e assim quando todos se encontram lá partilham uma visão de um grupo de anões (Ironsworn) que morreu a defender a fuga dos anões de uma fortaleza enquanto eram atacados por uma horde de goblins e orcs.

Por fim os Ironsworn são derrotados mas com o seu sacrifício conseguem que os restantes anões consigam escapar e que provoquem uma derrocada para enterrar os invasores. Depois vêem a construção da sala em homenagem aos heróis.

A party é então julgada e recompensada, a partir de agora e uma vez por dia podem invocar a memória dos Ironsworn para durante uma hora ganharem hp temporários para ajudá-los nas lutas que virão.

Depois falam com Svensson e decidem que este irá usar o anel de teleporte limitado que a party tem para ir resgatar a população da aldeia que está escondida no interior da cave do hall da aldeia.

Usando então o anel e após um par de dias Svensson consegue resgatar todas as pessoas lá escondidas, cerca de 10 crianças e 7 adultos.

Depois usando o mesmo anel a party teleporta-se para uma casa que Morg tinha inspecionado em saídas nocturnas anteriores, e ai decidem o que fazer.

Ai Rafa coloca um spell de silence numa pedra e a party actua sob o manto do silêncio. Rafa só guarda a pedra quando é necessário fazer algum spell.

Ravhin envia algo que tinha dentro do bolso, uma espécie de jóia com pernas feitas de plasma começa a andar e vai se colocar na parede e depois no telhado da casa onde a party está e ai envia o que vê para Ravhin.

Este informa então a party que estão dois orcs em cima de telhados, um de cada lado da rua, bem como 2 golems posicionados nas entradas da aldeia. O hall é aparentemente o local onde se encontram os restantes orcs do bando. Da igreja de Heironeous só restam ruínas, grandes o suficientemente para a party poder se esconder por lá, a mesma coisa na casa por onde escaparam, reduzida a escombros.

Rafa diz para se lembrarem dos Ironsworn e a party sente o apoio de heróis que o tempo já esqueceu.

Himo então posiciona-se de modo a usar o Ring of the Ram contra um dos orcs e com um golpe potente o mesmo é projectado do telhado e cai já morto no chão.

Em seguida saiem pelas traseiras da casa sempre sob o manto do silencio e vão-se posicionar nas traseiras das ruínas da igreja, lá vêem, mas não ouvem o segundo orc em cima do telhado, este estará a gritar algo e a apontar para o local onde terá caído o primeiro orc, imediatamente meia dúzia de orcs saiem do hall e vão investigar o que se passa.

A party fica de emboscada preparada para o regresso dos orcs, e antes disso com umas setas certeiras matam o segundo orc de vigia.

E assim que um dos orcs entra na linha de fogo (vindos de onde tinham ido verificar o que se tinha passado com o companheiro deles), é rapidamente abatido por setas certeiras disparadas pela party.

Sobram 3 orcs, estes aparentemente mais fortes que os que já tinham morrido e carregam sobre a party, chamando pela ajuda dos 2 golems que pouco depois se juntam à luta.

No calor da luta dois dos orcs mostram reconhecer Myeva e focam os ataques nela. Esta decide então colocar um a KO para poder… falar depois com ele melhor…

Os restantes são mortos bem como os golems que com maior dificuldade são destruídos, por fim resta um silencio na aldeia… do Ogre e do seu aliado nem rasto… pelo menos aparentemente…