019 - Sessão XXIV (28/04/07)

Retrato de Demonknight

PC´s Participantes: Morg, Myeva, Lanarien, Rafa, Himo

Ainda estavam os nossos heróis a falarem do que se tinha passado e a prepararem-se para um ataque nocturno ao acampamento dos orcs, quando surge uma nova emergência, um soldado vem a pedir ajuda com urgência, estavam a recolher os mortos quando do chão surgem criaturas feitas de sangue, um trio delas, sendo que uma bastante maior do que as outras, com golpes devastadores estão a matar os soldados e um deles (o maior) ataca as muralhas tentando destruir as mesmas, bem como o enorme portão de entrada da cidade.
A party precipita-se para os portões chegando mesmo na altura em que um dos portões cede perante a força de uma criatura enorme parecendo composta de sangue, Rafa reconhece a criatura e informa a party que a mesma é capaz de aguentar um enorme número de golpes sobre ela. Uma luta feroz se desenrola enquanto parte dos defensores aproveitam para fugirem e deixarem os monstros entregues à party, uns concentram-se em atacar os outros dois monstros, do mesmo aspecto que o maior mas de dimensão mais reduzida. Com grande esforço a party consegue derrotar o monstro que aguentou inúmeras vezes golpes poderosos do machado de Myeva bem como as espadas duplas de Morg, sem contar a artilharia arcana de Lanarien e Himo, por sua vez Rafa e o seu aliado ajudavam a proteger a party e a milibar o dado provocado por tão feroz monstro.
Após a derrota do mesmo faltam derrotar os dois que restam, estes já feridos por ataques dos defensores tornam-se presas fáceis para a party. Após a luta chega Alustan que com um scroll cria uma parede de pedra para selar o buraco criado pela perda do portão e assim pelo menos minimizar o impacto provocado pelo repentino ataque, ao longe a party vislumbra por instantes um kobold que depois desaparece no que Lanarien identifica como sendo um teleport, possivelmente para relatar o que se terá passado aos atacantes da cidade.
Morg decide ir falar com os seus contactos para verificar se os planos para a noite avançam enquanto que Lanarien vai continuar a sua pesquisa arcana, um soldado aproxima-se de Myeva e diz que tem um prisioneiro orc que deseja falar com ela, diz que o prisioneiro está separado dos restantes, já que o mesmo entrou na cidade fazendo os possíveis para não ferir qualquer defensor e imediatamente lançou as armas para o chão, rendendo-se e dizendo que tinha uma mensagem urgente para Myeva. Esta contacta com o prisioneiro que revela ter sido enviado pelo irmão de Myeva para se infiltrar no exército de Krull, e quando este se dividiu resolveu ficar com Krell, o braço direito de Krull, e meio-irmão deste, já que iriam atacar a cidade de Diamond Lake, que segundo informações que tinha seria um bom local para tentar achar Myeva. A caminho da cidade soube que o ataque só seria uma diversão para que a cidade fosse infiltrada por algo a partir dos esgotos e derrubar a cidade de dentro para fora. O teor do ataque ele não sabe mas tem a consciência que seria algo grave.
Myeva solicita a libertação do prisioneiro, tornando-se responsável pelo comportamento do mesmo e vai ao encontro da party que se encontrava reunida com Alustan, este mostra-se bastante preocupado com a gravidade da situação e leva Myeva e o prisioneiro até à sala onde se preparam os planos de defesa da cidade, ai Alustan relata a situação enquanto o comandante da guarnição da cidade escuta atentamente, este dá então carta branca a Myeva e aos seus companheiros para investigarem o assunto, para as restantes pessoas na sala o facto de estarem dois orcs dentro da mesma deixa-os bem desconfortáveis e há um claro antagonismo por parte deles. Myeva mostra-se à vontade no meio desses olhares e mostrando que o seu machado está bem pronto para separar uma cabeça do corpo caso esta a insulte demasiado....
Myeva informa a party do que se passa, e Morg vai tratar de arranjar mapas dos esgotos da cidade, o que consegue após tratar de convencer um burocrata do valor de tomar a decisão certa na hora certa....
Decide então com a ajuda dos seus contactos tentar ver o que se passa, com um guia para os esgotos e com a ajuda de um clérigo de Kord partem então os três para investigar o que se passa, são quase emboscados por uma criatura que parecia totalmente feita de magma, mas escapam e Morg encontra o que procura, vestígios de entrada na cidade de vários indivíduos, contactando o resto da party seguem para explorar essas pistas e as mesmas dividem-se, umas seguem para o interior dos esgotos, as outras sobem umas escadas para o interior da cidade.
E são essas que os heróis seguem, e acelerando o passo encontram, várias were creatures, e ficam admirados como com algumas delas basta uma mordidela para um pacto habitante da cidade se tornar uma fera em poucos segundos.
Luta após luta e tomando cuidado (o possível) para não matar os habitantes transformados conseguem derrotar um a um os membros desse bando, até que conseguem eliminar o ultimo, na party só Morg se queixa de uma mordidela que lhe arde bastante no braço....