Jogos novos para vós em Agosto 2019

Retrato de Mallgur

Coloquem em resposta os jogos que jogaram pela primeira vez em Agosto de 2019 e as vossas opniões sobre os mesmos.

As ferramentas do Grimwold ajudam bastante a saber quais foram.

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

== Jogos novos experimentados

== Jogos novos experimentados em Agosto de 2019 == 

 

Treasure Island - 4 plays

É um jogo super temático da caça ao tesouro, adquiri faz 2 semanas e o nosso grupo já jogou por 4 vezes. É bastante divertido se o Long John Silver fizer um bom trabalho, o único senão do jogo é alguns dos marcadores não ficarem totalmente visiveis quando usados no tabuleiro. 

 

Viticulture Essential Edition - 1 play 

Já tinha adquirido este jogo fazia uns 3 meses possivelmente, lá arranjei disponibilidade para ver das regras e fazer um gameplay. Arrisco a dizer que é de momento o meu worker placement favorito e vou tentar jogar algumas vezes até adquirir a expansão, pois a expansão arruma o meu tabuleiro atual para "fora".

 

Luxor - 4 plays

Um jogo super simples mas uma das melhores mecânicas que já vi implementadas num jogo de tabuleiro, joga-se muito rápido, não há muito downtime. Espero jogar em breve com 4 pessoas pois acho que muda totalmente o jogo. 

Super recomendado e não consigo apontar defeitos a este jogo, super fabuloso!

 

Lords of Waterdeep - 1 play (Não tenho na minha coleção)

Gostei da experiência, em parte fez-me lembrar o Century Spice Road na troca dos recursos para completar as quests. Tinha curiosidade em experimentar este aclamado worker placement e agora percebo a razão.

Apesar da sua "idade" não perde para os jogos atuais, a adicionar a minha coleção um dia destes.

 

Welcome to the Dungeon - 3 plays (Não tenho na minha coleção)

 

Bom filler, em que vamos desarmando os nossos personagens e atirando com os outros jogadores para dentro da dungeon sem sabermos se eles vão sobreviver ou não.

 

Mansions of Madness: Second Edition - 1 play (Não tenho na minha coleção)

Gostei da experiência interativa com a aplicação mas achei todo o processo muito repetitivo e enjoativo, talvez porque lançar dados constantemente para executar as mesmas ações over and over não seja para mim.

 

The Quacks of Quedlinburg - 1 play (Não tenho na minha coleção)

Gostei muito deste jogo apesar de antes de experimentar já sabia o que me ia esperar. Não senti que o processo de ir ao saco buscar tokens me estivesse a "cansar", foi uma excelente experiência e sem dúvida que este terá de vir para a minha coleção. 

Quatro novidades

FOR SALE - 4 partidas: Demorei a jogar este aclamado filler, ainda para mais sendo do Stefan Dorra, autor de dois dos meus jogos preferidos. Às primeiras vezes ficou a impressão que era demasiado simples - "é só isto?". Mas depois comecei a perceber não era tanto sobre simples compra e venda, mas também sobre ler os adversários, gerir o risco e acertar no timing. Para o hype que trazia, talvez tenha mostrado um pouco a sua idade, mas voltarei a jogar sem hesitar.

BRASS BIRMINGHAM - 2 partidas: Por falar em hype, pude finalmente experimentar o irmão mais novo do Brass. Com apenas 4 partidas de Lancashire, de que gostei bastante, à primeira as pequenas alterações no Birmingham não me pareceram tornar o jogo melhor. A segunda vez correu um pouco melhor, mas ainda assim preciso de jogar mais. Para já acho que prefeiro a simplicidade do irmão mais velho.

LUXOR - 1 partida: E por falar em simplicidade, nada como um eurogame de 2018 que parece ser de 1998 - e isto é um elogio! Gosto dos clássicos de mecânicas simples com decisões difíceis, e este pareceu-me ir buscar muito a essa escola. Se tiver oportunidade quero repetir.

VIKINGS GONE WILD - 1 partida: O mais fraco do mês para mim. Um deckbuilder que não me pareceu que acrescentasse muito ao género. Fez-me lembrar um jogo bastante diferente, o Imperial Settlers, que no mesmo tempo preferiria sempre jogar em vez deste.

2 novidades


Xia - Legends of a Drift System. 8 partidas

Comprei para jogar a solo e tem sido uma boa experiência. Não é um jogo para todos já que tem dados para tudo :)


Spaghetti - 1 partida

Experimentado em família para ver como o mais novo (4 anos) reagia. Não lhe agradou muito e a nós também não.

lbaixinho escreveu: Xia -

lbaixinho escreveu:


Xia - Legends of a Drift System. 8 partidas

Comprei para jogar a solo e tem sido uma boa experiência. Não é um jogo para todos já que tem dados para tudo :)

QUERO experimentar isso ;)

Em Viana

Vou levando para os encontros em Viana (ainda não sei quando vou). De qualquer forma aconselho a quem quiser jogar, primeiro dar uma vista de olhos nas regras (com expansão). É jogo para demorar bastante na explicação.

Wax on, wax off

Karate Tomate - 2 partidas
Publicado em 2018

Reiner Knizia, o Sr. Miagi dos jogos de tabuleiro pegou na mecânica do seu Taj Mahal, simplificou-a e criou um filler divertido que traz alguns momentos de angústia sobre quando desistir de lutar ou quando levar o esforço ao limite...

Suponho que ele não estivesse ao corrente da enorme quantidade de inuendos e sub-entendidos possibilitados pelo jogo quando jogado por portugueses, mas isso é outra história. Engraçada, sem dúvida...

Se não tivesse já o Taj Mahal na colecção, seria uma compra possível.

Oh My Goods! - 1 partida

Publicado em 2015

O jogo sofreu muito, demasiado por ter sido explicado com o esquecimento de uma regra muito importante. Tal como o joguei é uma desgraça caótica... Com a regra em falta, talvez seja melhor. A experimentar para confirmar...

Ragusa - 1 partida

Publicado em 2019

Este foi ao contrário. Como mo explicaram, foi excelente... Ao que parece, com as regras correctas perde bastante!

Não tinha ouvido nada sobre o jogo até o jogar e devo dizer que fiquei muito bem impressionado. Mecânica simples mas escolhas difíceis e várias estratégias possíveis.

The Colonists - 1 partida

Publicado em 2016

Está engraçado e gostei da experiência. A expansão do tabuleiro acaba por estragar um pouco as coisas pois embora traduza o crescimento de escolhas e acções possíveis, torna mais difícil distinguir quais e onde estão... Mas é um bom jogo, sem dúvida.

Slide Quest - 1 partida

Publicado em 2019

É um jogo de destreza cooperativo. É divertido e ligeiro...

Auf Teufel komm raus - 1 partida

Publicado em 2013

Trata-se de um push-your-luck curioso em que também se fazem apostas que podem fazer com que torçamos pelos adversários por um lado (pois por vezes são eles que conseguem aquilo que nos dará pontos pelas apostas) mas por outro queirámos vê-los "estourar" de forma monumental (pois isso traz-lhes menos pontos a eles)... Corre o risco de durar demais se ninguém na mesa jogar com algum cuidado e andarem todos a arriscar demasiado mas isso é um problema potencial dos jogadores e não propriamente do jogo.

-"-

Um mês com algumas novidades interessantes e a curiosa coincidência de enganos nas regras funcionarem quer para arruinar um jogo, quer para o tornarem talvez melhor.

-

Gamer profile

Jogos novos para mim em Agosto 2019

Jogos novos para mim em Agosto 2019


Taluva

Um jogo que poderia ser abstracto, mas tem um tema bem encaixado (uma ilha que vai sendo formada por erupções vulcanicas).
Cada jogador vai pousando tiles com a forma de 3 hexágonos, cada tile tem um vulcão e pode ser pousado livremente para ampliar a ilha, ou ser pousado em cima de outro vulcão para vazer crescer a ilha em atura. Depois cada jogador vai colocando uns tokens de aldeamento/templos/torres. Quando se faz crescer a ilha 'para cima' (erupção vulcânica) podemos destruir as aldeias dos outros evilgrin
Joga-se até acabarem os tiles e ganha quem tiver mais templos. É um jogo rápido, a 3 dura 10-15mins, deu para jogar umas 3 vezes seguidas, os jogos acabaram sempre renhidos e a desempatar na secretaria.


Citadels

Não sei bem como explicar este jogo, o objectivo é construir uma cidade(cidadela?), com cartas de construções que têm valores diferentes e algumas habilidades especiais. Há um draft de personagens que têm acções específicas, cada personagem tem um número que determina a ordem de jogo (o Ladrão rouba, o Assassino mata, o rei fica como primeiro jogador no draft seguinte, a Rainha ganha $ se ficar ao lado do Rei, etc...), depois cada jogador joga na sua vez realizando a ação do personagem e mais uma ação base (Comprar cartas ou pegar moedas, e construir)

Basicamente, é engraçada (por vezes) a interação entre jogadores (o Ladrão, o Assassino, etc... ) mas a 'sorte' das cartas no draft condiciona um bocado a progressão do jogador e não há nada que se possa fazer para contrariar isso. No final demora muito tempo para o que se faz, já que tem que jogar um de cada vez (jogámos a 7).


El Grande

É mesmo grande tanto a caixa como o jogo.
Simples:
- mapa de Espanha, com algumas regiões marcadas;
- 1 token = Rei;
- cartas numeradas de 1 a 13 para cada jogador;
- cartas de acção divididas em 5 grupos;
- e, cubos... muitos cubos... nas cores de cada jogador

E vamos jogar... os jogadores começam com o seu El Grande (é um cubo maior que os outros)  e dois cavaleiros (cubos normais) numa região aleatória, o Rei também começa numa região aleatória. Os restantes cavaleiro ficam 7 na corte de cada jogador (e.g. à sua frente) e os demais ficam nas províncias (e.g. numa caixa à parte fora do tabuleiro)

Em cada ronda os jogadores escolhem por vez uma carta numerada, esse numero vai decidir a ordem em que os jogadores farão as acções, além dessa numeração cada carta tb inclui o número de cavaleiros que o jogador vai poder ir buscar da província para a corte (o nr. mais alto começa primeiro, mas os números mais baixo dão mais cavaleiros).

Na sua vez de jogar o jogador pega uma das 5 cartas de ação disponíveis e faz o seu turno, as cartas de acção permitem colocar/movimentar/retirar/etc.. cavaleiros no mapa.

É um jogo de maiorias, bastante simples, tem um design antigo, que eu não desgosto. A minha cópia é em Alemão, mas a dependência da língua é mínima, já que as cartas de acção são mostradas a todos no início de cada ronda faz-se uma explicação breve e fica o problema resolvido.


EXIT: Laboratório Secreto

Dispensa apresentações para quem já jogou outros desta série. Resumindo é um Escape Room dentro de uma caixa.
Começamos com uma breve história de como fomos para a um laboratório cujos cientistas têm intenções duvidosas e temos de resolver vários enigmas para escapare de lá para fora.
Mais uma vez os enigmas são bons, não consigo posicionar este comparativamente aos outros que já joguei desta coleção...

Taluva

Há mais a descobrir em Taluva do que parece à primeira vista... Joguem mais vezes e começarão a vislumbrar.

-"-

-

Gamer profile