Para quem já jogou vinícola

Retrato de newrev

Desde o ria con já fiz mais uns quantos jogos e não queria deixar de deixar aqui o meu feedback.

 

Estas são as alterações introduzidas com base na opinião de todos os playtesters desde essa data.

 

Alterações ás regras:

 

Setup:

Cada região só leva 3 castas de cada vinho em vez de quatro. Passa a ter 6 tiles no início em vez de 8

 

 

Casta especial do Vinho do Porto:

O seu valor na produção do vinho passa a ser de apenas dois pontos em vez dos 3 anteriores. Mas continua a valer 3 no score final como está escrito no player aid.

 

 

Quadrel:

O movimento no quadrel não mudou (o primeiro movimento é à borla e o segundo custa uma moeda paga ao banco), mas o valor pago pelo uso das casas ocupadas por outros jogadores, passa a ser pago aos jogadore em vez de ser pago ao banco.

Pode parecer injusto, mas dá mais piada ao jogo e deixa as movimentações no quadrel um pouco mais estratégicas. (palavras do nuno, :p )

 

 

Vendas:

Quando o mercado das exportações estiver cheio, o(s) jogadore(s) que tiver(em) maioria nas vendas ganha(m) um numero de pontos igual ao número de vinhos exportados. (numero de marcadores que lá estiverem).

A maioria nos estabelecimentos (vendas a dinheiro) continua a ser 2 pontos e em caso de empate 1 ponto para cada jogador.

Nos turnos da feira (3,6 e 9) os estabelecimentos que estiverem cheios (incluindo o mercado de exportações), só são limpos depois da feira, a razão disso é o uso das cartas de  vinicultor, (winemarker award cards), nessa altura.

 

 

Adega:

Para incentivar o uso da adega as regras passam a ser as seguintes:

Enviar vinho para a adega usando a acção respectiva, passa a custar 3 moedas em vez de 2 por cada vinho. ( o preço das pipas aumentou, :) )
Só se pode ter um vinho de cada vez em cada adega.

Deixa de haver custos de manutenção do vinho em reserva (isto deve acelerar um pouco o ritmo de jogo e é um incentivo ao jogador para colocar mais vinho na adega, pois este investimento fica pago em apenas num turno).

 

 

O mercado negro:

Como esta mecânica não foi muito usada no jogo com o Nuno por causa do preço da adega na manutenção e poderá suscitar algumas dúvidas:

O jogador quando coloca um vinho na adega, recebe uma ficha com o numero de anos do vinho (assinalado no lado esquerdo das vinícolas (wineries) ) e uma pipa que representa uma das pipas do lote de vinho que se envia para a adega.

Essa pipa funciona como uma acção extra de venda ou um joker e a ideia é desenrascar o jogador quando este precisar de dinheiro.

O jogador em qualquer altura pode entregar essa pipa no mercado negro para fazer a venda de um vinho que não esteja em reserva.

Só é permitido vender no mercado negro uma vez por turno.

A representação temática é a seguinte:
'O jogador oferece a um comerciante do mercado negro uma pipa de um dos seus melhores vinhos e em troca esse comerciante compra-lhe um vinho da sua escolha.'
( é importante perceber que quando o jogador entrega uma das pipas, o lote do vinho continua na adega.Ele entrega só mesmo uma pipa.)

O preço oferecido pela venda deste vinho é sempre igual ao valor da qualidade do vinho. ou seja este não tem a influência da publicidade.

Muito bom para vinhos com qualidade acima de 7 (valor máximo pago pelo mercado) e para vinhos com publicidade negativa e mau para vinhos com publicidade positiva e de baixo valor.

 

 

Dúvidas:

O mercado de venda está a limpar apenas no final do turno. Há queixas quanto a isso por tornar o jogo muito apertado. concordam com essa afirmação?
para já existem duas hipóteses para corrigir esse gap (se for caso disso):

1- limpar entre rondas de acção em vez do final do turno. (ou seja, se estiver cheio durante a primeira acção o estabelecimento é limpo para a acção seguinte)
2 -Limpar sempre na totalidade a seguir à 2ª feira de vinhos, (independentemente de estar cheio ou não).

Existem certamente outras... :)

 

 

Deixem-me as vossas opiniões em relação ao que sentiram  durante o jogo, como não houve tempo de falar com a malta que jogou o jogo na Ria con, (só querem é jogar e não tem tempo de conversar, lol) gostava de ter algum feedback em relação a estas alterações introduzidas, assim como à sua jogabilidade, tempo de jogo, ritmo, falhas, AP, etc... Estou mais interessado em saber os pontos fracos do que os fortes. Pois são precisamente as fraquesas do jogo que pretendo melhorar. No fundo pretendo saber o que não gostaram e como mudariam essas partes do jogo. O que está mal no jogo e o que não gostaram,porque é que não o tornavam a jogar ou só voltariam a jogar se o jogo...(no caso de ser o jogo todo é mais complicado, :))

Se tiverem algum tempo e não se importarem de dizer alguma coisa sobre isso ficarei bastante agradecido.

 

vital

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

 

Grupos:

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Parecem bem

Ainda não me tinha pronunciado muito sobre o assunto, mas duas ou três notas:

- No Quadrel, acho que quando qualquer jogador usa a posição central (Pass), deveria receber sempre 1 de dinheiro e não estar sujeito a pagar pelo número de jogadores nessa casa. Pagaria sim, se tivesse que se mover mais do que uma posição.

- A exportação já me parece bem poderosa. Acho que atribuir pontos pelo número de vinhos exportados ainda vai potenciar mais. Não limpar quando cheio e apenas depois da feira, parece bem, até porque assim dá uso à carta (talvez a única razão para não limpar o sector de exportação antes da feira).

 

- A alteração do Vinho do Porto é mais do que justa, pois estava demasiado poderoso.

 

- Limpar o mercado assim que este encher parece-me mais justo.

- Quanto à Adega, não cheguei a entender como fazer render a coisa. O único a usar foi o Pedro e ele usou vinho do Porto que depois exportou (acho) e fez uma pipa de pontos... mas não consigo formar uma opinião.

 

De resto, as alterações parecem-me bem.

«Mais vale estar calado e julgarem-te um idiota, do que abrir a boca e dissipar todas as dúvidas.»

Herrar é umano.

  JohnnyBeGood escreveu:

 

JohnnyBeGood escreveu:

Ainda não me tinha pronunciado muito sobre o assunto, mas duas ou três notas: - No Quadrel, acho que quando qualquer jogador usa a posição central (Pass), deveria receber sempre 1 de dinheiro e não estar sujeito a pagar pelo número de jogadores nessa casa. Pagaria sim, se tivesse que se mover mais do que uma posição.

Oi JoãoDesculpem não ter insistido nessa regra, mas o uso da casa de passe, (desculpem a redundância) é sempre grátis. O jogador recebe sempre uma moeda independentemente do numero de jogadores que lá estiver.  Essa a forma do jogador arranjar uma moeda, em troca de uma acção. Essa moeda pode ser preciosa para ser usada na ronda seguinte. Se não fosse assim seria dificil o jogador sobreviver ao rondel. Vocês tiveram o jogo dificultado. Fico contente por teres falado nisso, é a confirmação de uma regra intuitiva. 

Citação:

- A exportação já me parece bem poderosa. Acho que atribuir pontos pelo número de vinhos exportados ainda vai potenciar mais. Não limpar quando cheio e apenas depois da feira, parece bem, até porque assim dá uso à carta (talvez a única razão para não limpar o sector de exportação antes da feira).

Durante os testes tenho reparado que os jogadores apenas jogam na exportação quando não conseguem vender os vinhos e depois só tornam a exportar quase no final do jogo quando já não precisam de dinheiro. A alteração dessa regra tem a intenção de conseguir uma maior distribuição entre as vendas e a exportação. Dar um incentivo para os jogadores exportarem o vinho desde cedo no jogo.Ainda não testei o jogo depois dessa alteração, vou ter de o fazer.

Citação:

- A alteração do Vinho do Porto é mais do que justa, pois estava demasiado poderoso.

Também concordo

Citação:

- Limpar o mercado assim que este encher parece-me mais justo.

Essa deve ser a regra mais instável do jogo, ainda não a consegui resolver. Em alguns jogos parece bem, noutros o mercado fica lotado rapidamente. 
Limpar de imediato não me parece a solução mais apropriada, pois dá vantagem ao jogador seguinte. Como escrevi em cima talvez seja mais equilibrado se limpar no final da ronda de acções em vez do final do turno como acontece actualmente.
Talvez seja suficiente fazer o refresh do mercado (independente se estiver cheio ou não) sempre a seguir à segunda feira de vinhos. Mais uma vez, só testando.

Citação:

- Quanto à Adega, não cheguei a entender como fazer render a coisa. O único a usar foi o Pedro e ele usou vinho do Porto que depois exportou (acho) e fez uma pipa de pontos... mas não consigo formar uma opinião.

Os jogadores utilizam pouco esta acção por causa do preço de manutenção. aumentando o valor das pipas, mas retirando essa manutenção e a adição da acção livre da venda no mercado negro tem-se mostrado um incentivo para o vinho ser enviado para a adega e uma maneira do jogador conseguir dinheiro quando precisa, ao mesmo tempo alivia um pouco o problema que o mercado mercado de vendas tem em se esgotar rapidamente. Pelos últimos testes parece que resulta bem e adiciona um novo flavor ao jogo tornando-o mais divertido.

Citação:

De resto, as alterações parecem-me bem.

Obrigado pelas observações. Irei considera-las certamente em futuros testes.

 

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

Muito tempo depois...

Desculpa Vital só agora expressar a minha opinião sobre o playtest de Aveiro, mas além de não estar registado neste grupo (e não o poder fazer - resolvido com a ajuda de um admin) desleixei-me temporalmente.

Como experiência de jogo achei-o um pouco longo mas gratificante. Fica-se, de facto, com a sensação da gestão real de uma companhia vitinícola. E a mecânica das feiras, muito boa sim senhor Thumbs Up.

Eis algumas sugestões (algumas delas descabidas, se calhar ;) ):

 - Duas regiões acima do número de jogadores no setup (facilitaria as alianças, ou a não realização das mesmas - ex. 4 jogadores - 6 regiões);

 - A casta de vinho do Porto poderia manter a pontuação prévia, mas custaria 8 moedas;

 - Poder pagar 5 moedas para realizar uma acção extra no final do turno;

 - Quando se recebe dinheiro, seria automaticamente "depositado" no banco. Usar-se-ia a acção do banco para levantar dinheiro;

 - Acho que se pontua demasiado. Talvez receber metade da pontuação, arredondada para baixo, quando se calcula a pontuação realizada (soma) no decorrer da acção do jogador;

 - O mercado da venda de vinhos, tal como está, corresponder ao mercado disponível para 3 jogadores. A 4 ou a 5 jogadores, adicionar uma linha (passar de 2 a 3 linhas). Facilitaria as vendas;

 - Tendo em conta a alteração anterior, o mercado só seria "limpo" após as feiras;

 - Na última feira, poder levar um segundo vinho, pagando 5 moedas.

Tendo em conta que só o joguei uma vez, algumas das sugestões poderão não se adequar com a jogabilidade que o jogo fornece e, também, não fazerem sentido para ti, o criador. Só as aponto como brainstorm, recolhe o que achares pertinente.

Estarei pronto para um próximo playtest, o que faria com muito gosto.

Desejo-te a melhor sorte para que, uma dia, possas publicar este excelente "Vinícola".

Estarei na linha da frente a fazer a pré-order... Happy Meeple

Abraço,

Eduardo

Oi Eduardo, Desculpa só

Oi Eduardo,

Desculpa só responder agora, mas eu devo ter deixado de receber o aviso de novos tópicos deste fórum e só agora vi a tua resposta.

Primeiro, agradeço as tuas sugestões, mas agora essas alterações estao um pouco fora das minhas mãos.A empresa que vai publicar o jogo terá a palvra final, mas espero que ainda me ouça com as alterações às mecânicas.

- Neste momento o jogo já sofreu algumas modificações:

- O vinho do Porto passa a valer apenas 2 pontos na qualidade do vinho em vez de 3;

- Pagar 5 moedas para jogar uma nova acção pode ser engraçado;

- É possivel que o mercado fique como sugeres;

- Os mercados que estão completos limpam sempre a seguir às feiras;

- Levar um segundo vinho era uma hipótese, mas iria prolongar o tempo de jogo;

 

Quando quiseres experimentar o jogo de novo, é só combinar.

Obrigado pelas sugestões e estimo que tenhas gostado do jogo.

O jogo vai mesmo ser publicado, :) daqui a um tempinho poderás fazer a pré order, lol

Vital

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"