Redefinição da Missão Atual do GRL - 2016

Caros membros do Grupo de Roleplayers de Lisboa,

Desde Março de 2011 que o Grupo de Roleplayers de Lisboa (GRL) organiza e promove encontros abertos regulares - inicialmente mensais e, a partir de Janeiro de 2015, bimensais -  de jogos narrativos ou roleplaying games (RPG). A outra grande componente do funcionamento do GRL é a divulgação dos RPG nas redes sociais. Ao longo dos anos fomos tirando partido destas para chegarmos aos fãs, interessados e curiosos da região de Lisboa e não só. A nossa página do Facebook tornou-se a nossa “casa virtual”, ponto de encontro de mais de meio milhar de amigos que partilham a paixão pelos jogos de personagens. O GRL tem também assegurado a presença dos RPGs em vários outros eventos, organizando sessões de jogo, demonstrações, palestras ou mesas redondas. Importa referir que estas atividades do GRL são dinamizadas por um núcleo informal de fãs, grupo que tem mudado de composição ao longo do tempo, ao sabor da disponibilidade e capacidade de intervenção dos membros do Grupo. (neste momento o núcleo organizativo integra, por ordem alfabética: David Santos, Henrique Bruno Soares, João Mariano, Sérgio Mascarenhas, os subscritores da presente carta).

As actividades do GRL têm ajudado a difundir e promover o passatempo dos RPG na área de Lisboa e não só, bem como servido de ponto de encontro entre todos os adeptos deste hobby. Porém, a vida é feita de mudança e a realidade do GRL é hoje muito diferente da que o viu nascer há quase cinco anos. Destacamos, em particular, os seguintes aspetos:

  • O GRL virtual, articulado em torno da nossa página no Facebook, é o verdadeiro ponto arquimédico do grupo. Não sendo um local para jogar, é o sítio onde todos nos encontramos e comunicamos, onde partilhamos as nossas experiências, acolhemos os novos fãs, trocamos informações sobre as novidades, combinamos jogos, anunciamos eventos, etc.

  • Têm vindo a aparecer -- e bem! – polos alternativos para a prática dos jogos narrativos ao dispor dos fãs da região de Lisboa. Há hoje um conjunto de espaços abertos a acolher e agregar o nosso género, sejam lojas especializadas, sejam espaços de convívio como bares, restaurantes, cafés ou similares. Junta-se a esta oferta o recurso a mesas de jogo virtuais assentes nas tecnologias digitais e o jogador tem hoje um leque muito alargado de alternativas para jogar à sua disposição.
  • A necessidades do fã moderno não se reduzem apenas à disponibilidade de um ponto de encontro e contato para “jogar o que houver” numa mesa de jogo. Querem jogos específicos; querem ferramentas para porem os seus jogos a correr; querem proximidade e continuidade, querem ambientes mais acolhedores e mais envolventes para os seus jogos; querem evoluir a sua maneira de jogar.
  • Nos últimos tempos temos tido bastante menos participação e afluência nos encontros regulares do GRL, resultante, provavelmente, de diversos factores. Esta diminuição não significa, porém, uma redução do interesse pelos jogos narrativos na região de Lisboa. O que quererá dizer é que os encontros regulares do GRL já não são um polo incontornável para se jogar RPGs entre nós.
  • A dinamização de encontros especiais, traduzidos na presença dos jogos de personagem em eventos diversos, dedicados a jogos ou a outras atividades lúdicas, adquire uma prioridade maior e exige um investimento acrescido de recursos organizativos, quer pelo aumento dos eventos onde poderemos estar presentes, quer pela necessidade de sofisticarmos a nossa presença.
  • O GRL acumulou um saber-fazer organizativo que tem contribuído para a instalação de outros grupos locais num esforço de ‘consultoria’, se assim nos podemos exprimir.
  • Finalmente, a disponibilidade dos membros do núcleo organizativo para assegurarem a dinamização dos encontros regulares reduziu-se drasticamente devido a outras exigências da nossa vida pessoal.

Tudo ponderado, entendemos, no núcleo organizativo do GRL, que é aconselhável redefinir o rumo do GRL, ajustando a nossa ação à realidade com que nos deparamos hoje. A missão inicial do GRL foi a de assegurar o encontro de fãs e interessados num espaço físico onde pudessem correr os seus jogos. O GRL de hoje é muito mais do que isso: A linha dorsal do Grupo está na rede social em que se converteu, rede fundamentalmente virtual, assente na nossa página do Facebook; as atividades presenciais do GRL com maior destaque e impacto ao nível da divulgação do hobby são as relacionadas com os encontros especiais. Os nossos parcos recursos (humanos, materiais, financeiros, de tempo) têm de ser empregues da forma mais efetiva para aquilo que, pensamos, é a nossa missão essencial no presente e no futuro: A promoção e a dinamização dos RPGs na zona da grande Lisboa, em articulação com os jogadores e quem acolhe o “jogo jogado”.

Tendo presente o que fica dito, entendemos que é chegado o momento de nos focalizarmos na nossa missão atual. Propomos, portanto, que no futuro as atividades do GRL se articulem em torno do seguinte:

  • Disponibilização de informação sobre os jogos de personagem em geral e sobre a comunidade de aficionados da região de Lisboa em particular. O veículo fundamental para esta disponibilização de informação será, no futuro como no passado e presente, articulada pelo recurso aos meios de comunicação digital e redes sociais. Cumpre darmos um salto qualitativo na oferta de informação, quer em termos de quantidade, quer no que respeita à sua qualidade e dinamismo.
  • Promoção do hobby fora da comunidade de jogadores, sobretudo pela dinamização da nossa participação em eventos lúdicos diversos.
  • Realização de eventos especiais agregadores da comunidade. Estão aqui em causa eventos ad hoc ou de periodicidade mais espaçada com contornos envolventes além da simples disponibilização de mesas de jogo.

  • Apoio à instalação de grupos locais e à dinamização de espaços amigos dos RPG.
  • Dinamização de atividades de “valor acrescentado”: workshops, conferências e seminários sobre aspetos específicos do hobby; apoio à dinamização de grupos locais; incentivos à criação de jogos e materiais de jogos pelos membros do Grupo; etc.

É este um plano de ação ambicioso para o qual os nossos recursos são limitados. É também um plano que gostaríamos de concretizar com a ajuda e a participação ativa de todos os membros do grupo. Porém, antes de pormos mão à obra queremos saber o que pensam todos os membros do GRL. Agradecemos as vossas críticas e sugestões ou pedidos de esclarecimento sobre as dúvidas que esta proposta vos suscite. Venha daí o vosso feedback.

Esta mudança de foco, para ser levada em frente, obriga-nos a deixar cair aquilo que não se enquadre nas linhas de ação anteriormente identificadas e que coloque exigências aos membros do núcleo organizativo a que estes não podem já corresponder. Em particular, quer isto dizer que não é para já prioritário, garantir a presença de um dos membros organizativos nos encontros regulares bimensais. Assim sendo, incentivamos a criação e comparecer de mesas de jogo regulares usando os hábitos adquiridos, mesmo que não haja a criação de um evento centralizado agregador no Facebook. De forma a eliminar a duplicação de informação os mestres de jogo são incentivados a assumir um papel mais pró-ativo no angariar de prospectivos jogadores antes do eventos, bem como da recepção e orientação das pessoas que comparecerem presencialmente. Mais uma vez, uma decisão final só poderá ser tomada depois de sabermos o que pensa cada um de vocês, membros do GRL.

Concordam com esta forma de abordagem mais informal dos encontros regulares?

A manter, com que formato, o atual ou outro mais adequado e suscetível de atrair a participação dos fãs?

Dado os membros do núcleo organizativo não se poderem comprometer com a presença em todos os encontros regulares, quem tem disponibilidade e interesse em tomar este projeto entre mãos?

A dinamização dos jogos narrativos na região de Lisboa passa portanto a concentrar-se na atividade dos grupos organizados já existentes e na realização de sessões de jogo da iniciativa dos próprios jogadores, com a publicidade e abertura pública que vocês entenderem dar às vossas iniciativas. Pelo nosso lado, concentraremos o nosso esforço na promoção e divulgação das vossas propostas, em particular nos recursos digitais do GRL. Reforçamos o pedido de que não deixem de marcar as vossas mesas/iniciativas no Facebook  (www.facebook.com/groups/gruporoleplayerslx) ou no AbreOJogo.com (www.abreojogo.com/roleplayers_lisboa).

A Spawn Point Gaming Lounge (https://www.facebook.com/spawnpointgaminglounge/) que tem sido o nosso local de encontro desde Julho de 2014, continua disponível a encontros ou sessões abertas de roleplaying games, pelo que desde já agradecemos à sua equipa pelo enorme e contínuo apoio.

Podemos anunciar que já estamos a realizar os preparativos para a LisboaCon 2016, a 7ª edição do Encontro Nacional de Jogos de Tabuleiro (www.lisboacon.com), na qual, como sempre, seremos responsáveis pela área de Roleplaying Games. A data está confirmada para os dias 12 e 13 de Março de 2016 e precisaremos de toda a ajuda que nos quiserem dar para tornar este evento o melhor de sempre!

Como última nota gostaríamos de reiterar de forma ainda mais enfática que, para esta nova fase das atividades do Grupo de Roleplayers de Lisboa, são essenciais todas as vossas ideias, sugestões ou contribuições para continuarmos a caminhar em direção aos objetivos do Grupo, e as portas estão totalmente abertas a quem quiser integrar ou ajudar a equipa de organização de atividades.

Obrigado a todos quanto têm participado nesta aventura bem como aos curiosos que vão espreitando e, nalguns casos, se tornam membros deste grupo. Esperamos continuar a ver o hobby dos Roleplaying Games a crescer em Portugal e a dar a todos os adeptos muito gozo, convívio, e histórias surpreendentes!

Contactem-nos para qualquer sugestão ou questão por email ou para os contactos de facebook:
roleplayerslisboa@gmail.com
www.facebook.com/roleplayerslisboa

A Organização do Grupo de Roleplayers de Lisboa,
David Santos https://www.facebook.com/agentsvr
Henrique Bruno Soares https://www.facebook.com/henriquebsoares
João Mariano https://www.facebook.com/joao.rafael.mariano
Sérgio Mascarenhas https://www.facebook.com/sergio.mascarenhas.77

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

[Bump]

Caríssimos Amigos,

Gostaríamos de vos relembrar deste post que fizémos sobre as actividades do Grupo de Roleplayers de Lisboa, para o qual pedimos um momentozinho da vossa atenção bem como o feedback, ideias e contribuições que queiram dar a este tema.    :)

Obrigado e abraços!

Henrique Soares

Grupo de Roleplayers de Lisboa