Escolinha de Futebol de Mesa

Retrato de JohnnyBeGood

Apresentação do Projecto

A EFM - Escolinha de Futebol de Mesa é um projecto sem fins lucrativos cujo objectivo principal é a contribuição para a ocupação dos tempos livres dos jovens a partir  dos 8 anos de idade, levando-os a praticar a modalidade de Futebol de Mesa (Subbuteo) acompanhados, preferencialmente, por formadores especializados na modalidade.
Para o sucesso do projecto, será importante a criação de uma parceria entre as Escolas, as Colectividades, as Autarquias e a APS-Associação Portuguesa de Subbuteo. As Escolas como local de iniciação e recrutamento, as Colectividades como veículo da divulgação e desenvolvimento desportivo, as Autarquias como suporte às necessidades logisticas desse desenvolvimento, e a APS com a disponibilização de material e apoio tecnico.

Objectivos

Sessões de Divulgação

A primeira fase consistirá na organização de sessões de divulgação junto dos jovens, onde serão mostrados os aspectos básicos da modalidade e ainda permitir aos jovens experimentar o jogo. O correcto agendamento destas sessões é primordial para todo o sucesso do projecto.

Criação de Núcleos de Praticantes

A segunda fase consistirá na criação de condições (espaço, horário e formador) para o inicio de sessões de treino semanais. Propomos sessões bi-semanais de 60 minutos, se possivel abertas à presença dos Encarregados de Educação, de modo a permitir envolvê-los, de algum modo, também nesta actividade.

Organização de Competição

A terceira fase consistirá na organização de competições em locais públicos, permitindo uma competição saudável entre os jovens originários dos vários núcleos, sejam eles escolares ou em Colectividades.

Treinos

Propomos a realização de treinos 2 vezes por semana, em dias a combinar, entre as 18h30 e as 20h00, podendo ainda existir sessões de divulgação em datas a combinar posteriomente.

Adicionalmente, se assim se justificar, poderá realizar-se um treino livre adicional aos Sábados, a partir das 15h00, destinado à captação de novos atletas e aos contactos com atletas de outros clubes.

Os treinos serão orientados a titulo gratuito por treinador credenciado na modalidade.

Equipamento

O equipamento para os treinos, que deverá estar ao dispor dos atletas deverá ser composto por uma Mesa de Jogo, numa 1ª Fase, podendo passar para 2 mesas, numa 2ª Fase, caso a aderência de jogadores assim o justifique. 

Cada Mesa de jogo é composta por: 
- Placa de aglomerado de madeira com dimensões 1,50m x 1,00m e espessura de 15 a 20 mm. Esta mesa de jogo deverá estar colocada sobre suportes estáveis com uma altura entre 70 a 90 cm. A toda a volta da mesa, à excepção da área por detrás das balizas, deverá existir uma barreira com uma altura de 3 a 5 cm. 
- Pano de Jogo – pano a montar sobre a mesa de jogo onde se efectuam os jogos. 
- 2 Balizas metálicas 
- Uma mesa de jogo equipada com pano, balizas, 2 equipas e 2 bolas será cedida a titulo de empréstimo, até ao limite de material disponivel. 
- Cada atleta poderá adquirir a sua própria equipa de jogo para treinos e competição, e uma bola de jogo. Uma equipa de jogo é composta por 10 figuras de campo, 1 guarda-redes com cabo e 1 guarda-redes sem cabo. 
- Estarão disponiveis algumas equipas para emprestar durante os treinos aos atletas que pretendam aderir inicialmente. 
- A área necessária ao treino não poderá ser inferior a 3,5 m x 3 m para cada mesa (um metro a toda a volta de cada mesa). 

A EFM – Escolinha de Futebol de Mesa não comercializa qualquer tipo de material para a modalidade.

Mais sobre o assunto no site oficial da EFM em https://apsubbuteo.home.sapo.pt/EFM/.

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

excelente iniciativa

É um trabalho muito interessante e parece que estão a conseguir bastante adesão. Será exequível virem a ter núcleos de norte a sul do país?

 

Núcleos de norte a sul do país?

O objectivo principal é a divulgação e desenvolvimento do Futebol de Mesa enquanto modalidade desportiva e poderemos dizer que o queremos chegar a todo os pontos de Portugal onde haja receptividade à modalidade.

Para isso basta que sejamos contactados para podermos agendar uma demonstração. Depois, quem sabe, se a receptividade dos jovens for suficiente e haja pessoas locais disponiveis para as acompanhar, será possivel arrancar com um novo núcleo nesse local. A EFM pode ajudar na fase de arranque dentro das condições indicadas no texto do artigo.