Próximo Jogo NWoD ou Próximos Jogos NWoD Limitados?

Retrato de jrmariano

Segundo a info que apareceu nos fóruns da WW o editor Oliver Hoffman da Feder & Schwert, a editora alemã que traduz os jogos da companhia e criou o Engel, refere que possivelmente a White Wolf não irá lançar um só quarto jogo para NWod mas sim vários, baseados no formato limitado de Orpheus, ou seja, Livro de Regras + 6 Suplementos únicos. Cada linha será temporiamente descontinuada para a dar espaço a que vier a seguir. A confirmar leiam em baixo:

"Also: Es wird jedes Jahr wechselnd eine vierte Linie geben, die mit 6 Bänden versorgt und dann wieder (vorübergehend) eingestellt ist. Das können alte Sachen sein (Changeling ist ein heißes Gerücht), aber auch neue. Das läuft dann so im Jahresturnus neben den großen 3 her.
Und: In 6 Tagen ist GenCon. Danach weiß zumindest ich mehr."
Link: https://forum.feder-und-schwert.com/thread.php?id=1516&start=21

'Ok, I'll try to translate as accurately as possible. The guy who posted this is Oliver Hoffman, one of the people at Feder&Schwert, which is a German company that translates and distributes White Wolf material in Germany. I assume that he knows very well what he's talking about.

"Ok. There will be a new "fourth line" every year. Each one of those lines will feature six books, and after those six books are out, the line will temporarily be cancelled in favor of the next "fourth line". Like for instance how they did it with Orpheus. Those lines could be both stuff we already know - specifically, Changeling is rumored to make its reappearance - and new stuff. These smaller lines will preexist with the three big lines.'

Se cada um deles for escrito tendo em conta os Três Grandes mas todos as séries limitadas neguem a existência de cada uma delas para evitar a sobrepopulação temos aqui uma excelente ideia por parte da WW, o que pode a dar grande vida ao relançamento do WOD!

Sou desta opinião porque adoro Orpheus e o seu formato. Adoro ter linhas completas e com um foco estrito. Gosto também de experimentalismo editorial.

E como tal existe até a remota hipótese de um novo jogo de fadas!

Não deixa de ser curioso que a WW aprenda com cada inovação hesitante que faz. Em Exalted, desenvolveu o conceito do Livro de Regras complementado com outros Capas Duras. Em Dark Ages apurou o Livro de Regras base de outros Jogos. Resultado? NWod Corebook! Com Orpheus criou a série limitada contida. Possível resultado? A hipótese levantada pelo Oliver Hoffman.

A mi me gusta. Mucho!

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Desactualização

Ou seja, a White Wolf vai continuar como até aqui, com um RPG novo cada ano. Kindred of the East, Hunter the Reckoning, Mummy the Ressurection foram criados se calhar a pensar em continuidade, mas a falta de vendas fez com que morressem. Outras linhas houveram, mas estas foram as que desapareceram mais rapidamente. Orpheus foi realmente um RPG de qualidade, mas muita gente ignorou-o porque era sabido que não iria ter continuidade. E todos ficamos de nariz torcido quando sabemos que as coisas que compramos vão sair de moda rapidamente...


Light allows us to see, Darkness forces us to create...

Sinceramente as minhas

Sinceramente as minhas escolhas de RPG ultimamente têm três critérios: qualidade, frequência de publicação e vontade dos meus jogadores/GMs em quererem jogá-lo.

A possibilidade de haverem séries limitadas de RPG premeia o experimentalismo dos designers que não têm de se inspirar unicamente nos gostos do grande público mas sim em iterações deste. Premeia também a carteira de alguns jogadores que preferem ter um jogo completo gastando pouco dinheiro ou a sanidade mental daqueles que se sentem oprimidos por não poderem ser coleccionadores obcecados.

Posso dizer que no futuro imediato vou correr Orpheus e que para o meu jogador o facto de ser limitado é a cobertura de chocolate quente num bolo de seis camadas. :)

"Se alguma vez sou coerente, é apenas como incoerência saída da incoerência." Fernando Pessoa

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

Razões de compra

Eu só compro RPGs se souber que há gente interessada, ou calculo que alguém jogue comigo. A não ser que fique com uma pancada muito grande por alguma coisa mais rara, tento manter as minhas escolhas por coisas com que os outros se possam identificar facilmente: mainstream, ambientes familiares aos jogadores, ou que eles achem 'curtidos', etc..

Por causa destas coisas, RPGs com poucos recursos extras ficam mal vistos. As pessoas adquirem com a ideia de que se não o continuaram é porque não valia a pena. Se não valia a pena por alguma coisa era, ecria-se a ideia de que eram maus RPGs.

Não estou muito entusiasmado com esta notícia, mas se algum dos RPGs criados me chamarem o suficiente à atenção, de certeza que me verão com uma cópia debaixo do braço. ;)  Pelo que me pareceu, Orpheus era simples e sólido. Ambiente bem desenhado, familiar aos jogadores de outros jogos de WoD. Pecava só por os sourcebooks estarem centrados na história que os escritores queriam contar, e estava assombrado como sendo o último RPG antes de Gehenna/Apocalipse/Ascension/whatever. Não que não se possa fazer muita coisa com ele, apenas há aquele gostinho que tudo vaiacabar depressa.


Light allows us to see, Darkness forces us to create...

Àmen

Eu aqui estou completamente com Mr. Mariano. Gosto de jogos focados e bastante temáticos e não tenho interesse em gastar rios de $$$ num jogo que se arrasta ao longo de dezenas e dezenas de suplementos de metaplot aos quais provavelmente não vou dar uso nem vou achar piada. Além disso, se isto realmente significa que vai haver mais jogos, com temas mais variados, e explorando premissas mais fora do comum, sou todo a favor: no meio de tal diversidade, alguma coisa há-de me prender a atenção!

 


"You can choose just who you are."