21 de Agosto - Sessão no Crystal Park. A roda do Karma...

Retrato de Mallgur

Sete almas se encontraram no Crystal Park. Devido ao mau comportamento em vidas anteriores estão presas em corpos de galináceos.

Olhei ao meu redor e pude ver a CatBallou, a Patrícia, o albinscott, Nazgûl, MNValente e o Hélder. Não estavamos mal, para galináceos... encontrava-mo-nos até num belo churrasco de minhocas.

Esta festa promovida pelo Sr. Knizia foi uma diversão... o MNValente acabou por apanhar a maior barrigada com 9 minhocas! A habilidade do Hélder para rolar quatros foi um espectáculo e os roubos constantes da minhoca 25 (originalmente minha, note-se!) foram fonte de discussão acerca das suas qualidades morais.

Talvez por isso, porque todos fomos muito mauzinhos com as minhocas, pouco depois estávamos todos juntos numa carruagem a caminho do castelo do diabo, com mais um passageiro, o Miguel.

Eu era um frade maléfico, membro da nobre ordem dos segredos. Procurei logo ao princípio, usando a minha adaga e a minha habilidade de duelista, determinar a que sociedade pertenceriam os outros. O Hélder e a CatBallou revelaram-se elementos da desprezível irmandade das mentiras verdadeiras (seja lá isso o que for...) e o Nazgûl revelou-se um companheiro da minha nobre ordem. Foram-se sucedendo escaramuças na carruagem e devido à reacção do MNValente a saber a minha aliança pude determinar que ele também seria um inimigo. Mais tarde descobri que o albinscott também era aliado, embora já desconfiasse devido à sua relação com o Nazgûl. As coisas clarificavam-se... os objectos disponíveis na carruagem já estavam todos atribuídos e podia-se adivinhar a proximidade do castelo do demónio.

A certa altura tinha uma das chaves necessárias à vitória da nobre ordem e desconfiava de quem poderia ter as restantes. O Miguel tinha um saco de viagem, que eu lhe dera na troca anterior, que continha outra chave  e o albinscott tinha mais objectos que o Nazgûl que só tinha dois, um dos quais eu sabia não ser uma chave. Os elementos da irmandade estavam agitados e pareceu-me que se preparavam para declarar a vitória, por isso arrisquei que a chave que nos faltava estaria na posse do albinscott.

Declarei vitória, revelando os nossos elementos (albinscott, Nazgûl, Miguel e eu) e que as chaves estariam na minha posse, do Miguel e do albinscott. Confirmava-se assim a vitória da ordem dos segredos e a eterna e completa submissão dos elementos da irmandade. O Castelo do diabo estava já à vista e a condenação da irmandade iria confirmar-se... MUAHAHAHA!

Curiosamente, o albinscott, a Patrícia e o Nazgûl desapareceram. Mais estranho ainda, não estávamos no que normalmente imaginava como sendo o inferno. Em vez disso surgiam 5 deuses nórdicos a quem tivemos que fazer oferendas e de quem procurámos obter favores, sendo que os deuses estavam mais ou menos simpáticos conforme a última oferenda que lhes fora feita.

Fizemos isto por duas rondas de ofertas, sendo que eu ganhei a primeira e o Miguel a segunda.

A noite chegava ao fim e fora deveras interessante. Que nos reservará o próximo encontro?

------

Nota: Coloquei o nome dos jogos que jogámos conforme estão no BGG mas interpretei o segundo de acordo com a tradução inglesa e o terceiro não é Loco! na minha cópia, mas Thor.

Se alguém não os conhecer e quiser mais informação pode contactar-me por mail através do formulário de contacto ou usar os nomes dados para ver no www.boardgamegeek.com

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

A Verdade dos Factos

A Irmandade não foi condenada, mas optou por se afastar da vil companhia dos elementos da Ordem... A nossa demanda dos Cálices Sagrados era bem mais importante que a reunião de umas chaves sem graça...

Mas foi uma noite muito bem passada, numa viagem entre a terra e o além...

Calices?

Quais cálices? Eram mesmo goblets...

:P

_____________________________________________________________
Evil never dies, it just waits to be reborn...

Goblets

E dos fraquitos...

2 x :P 

Mais um serão de sucesso

Mais uma boa noite de intensa e galinácea jogatina, que a inspirada prosa do Mallgur bem descreve!

O  Pickomino foi muito bem disposto e serviu para abrir o espírito dos convivas para o resto do serão (não serviu mesmo para mais nada porque acabei com 4 míseras minhocas, debicadas à pressa na hora do fecho da capoeira, grrr).

 O jogo alemão de nome impronunciável foi verdadeiramente excelente e após metade da viagem carroceira a apanhar papéis tentando descobrir os mui nobres companheiros da Ordem, lá me entendi com tanta adaga e sextante e contribuí modestamente para valente vitória sobre a decadente Irmandade.

Finda a viagem a minha companheira de cansaço se agitava, pelo que resolvemos recolher aos aposentos, deixando nossos amigos bem entregues a suplementares doses de animação!