o blogue de Nume_Finorio

Romância - Fantasia Parnasopunk: Retour

Ou, em bom português, “retorno”. Muitos dos leitores daqui devem estar familiarizados com Romância, o meu projeto de caráter autoral para um cenário de fantasia. O Romância foi apresentado publicamente em 2005, neste artigo na RedeRPG — tendo gerado interesse, simpatia de alguns, e até mesmo encarado como ofensivo (!) por outros. O último artigo publicado (Antagonistas: a Feiúra) data de 2007. Depois disso, mais nenhuma palavra.

Re.Ação! Beta 2.0

Bem, depois de dois meses e mais de trezentos downloads, chegou a hora de atualizar o Re.ação!. É realmente gratificante ver um trabalho ter uma repercussão tão boa. Mas, quem fica parado é poste, e vamos ao que interessa: novidades!

Grandes cidades, grandes problemas

Monte Cook já demonstrou no impressionante Ptolus que apenas uma cidade pode ser fonte de aventuras para dúzias de vidas. Além de evitar os clássicos problemas de longas viagens dentro de jogo (que vou abordar em uma outra oportunidade), manter as aventuras acontecendo em uma única grande cidade também ajuda os personagens dos jogadores a desenvolverem um vínculo maior com o cenário: depois de proteger a mesma cidade uma dezena de vezes será difícil para um jogador não deixar o seu guerreiro humano ou mago elfo criar raízes ali.

Re.Ação! Sistema de Regras Alternativo para d20

Vocês já devem ter notado que volta e meia postamos alguma regra diferente lá no .20, que cobre ou facilita alguma parte de um sistema de regras já existente. Pois bem, o Nume já havia comentado sobre um sistema “caseiro” que usamos. Não, não é nenhum sistema novo, na verdade. A gente simplesmente começou a combinar regras de True20, d20 Modern, D&D 3.5, Pathfinder, etc (assim como muitos fazem). Para não ficarmos perdidos, fizemos um “livreto básico”, com as regras que usavá-mos.

Matando Cthulhu

A comunidade de blogs de RPG já deve estar cansada de saber disso, mas eu sou fã de porradaria e comportamento insano. Já aconteceram muitas coisas bizarras nas campanhas que eu participei: já fiz personagem neófito combado em Vampiro e consegui um colar com as presas do Príncipe e também invadi uma instalação militar para disparar mísseis contra o prédio onde estava acontecendo uma daquelas reuniões de anciões nessa mesma campanha; Em Call of Cthulhu, minha maior ambição é matar essa safado do título do jogo jogando uma ogiva nuclear bem no meio das fuças dele.

IV Tchê RPG, fotos do evento e comentários avulsos de bastidores

A viagem a Porto Alegre foi fantástica. Para começar, os gaúchos realmente tem muito orgulho do seu estado, perdi a conta de quantas bandeiras do estado vi hasteadas em casas, sítios e empresas de todos os tipos na viagem até a capital. Particularmente acho que nacionalismo é melhor que regionalismo, que pode levar a idéias separatistas, como de fato ocorre aqui no sul. Mas é inegável a beleza simbólica que uma bandeira tem.

Christian Children’s Fund recusa doação vinda da venda de livros de RPG!

Todo ano nos EUA, durante o prêmio Origins e a Gen Con, a casa de leilões de jogos Live Games Auctions doa cem por cento dos seus lucros para a caridade, uma versão mais hard da arrecadação de alimentos para entidades assistenciais que vai rolar no Tchê RPG.

The Half-Dead: Meio-morto, como todo mundo que vive com salário minímo no Brasil...

Criada no ínicio deste mês, a One Bad Egg acaba de lançar um PDF muito interessante na sua série Races of the Shroud, o Half-Dead.

No Brasil, agregadores de blogs por todos os lados!

E a blogosfera brasileira de RPG se fortalece cada vez mais! Alguns meses atrás entrava em funcionamento a RPG Brasil, um agregador de blogs de RPG pioneiro no país, criado pelo Tarmann, do blog da Dragonslayer e parceiro de sobrevivência para o inevitável apocalipse zumbi. Nesta semana fiquei sabendo de outros três, isso mesmo, três novos agregadores de conteúdo.