Dara-Soewarsih

Retrato de Rui

Mitos de Criação

Dara olhou para a sua filha Pakpahan e viu-a chorar.
"Filha, estás a chorar; que se passa?", perguntou ele.
"Estou sózinha, Pai, preciso de companhia e de alguém para brincar", respondeu ela.
"Então vou criar companhia para ti", disse Dara, o Sol. E tirou algum barro de Boleife, a Mãe, e moldou-o com as suas mãos. Mas ele viu que caía no chão, desamparado. Então ele tirou um osso de um velho peixe no fundo de Pane, e com ele fez um esqueleto para a sua criação. Agora tinha forma, mas não se mexia. Dara então pegou numa das lágrimas de Pakpahan e com elas molhou o barro. Viu então a sua criação levantar-se e caminhar, mas sem sentido ou propósito era como qualquer outro animal. Não era digno de brincar com Pakpahan, pensou Dara. Então tirou um pouco da sua luz e colocou-a na testa da sua criação, dizendo:
"Tu és Homem. Eu sou Dara. Dei-te a minha luz para que pudesses ver. Deves agora servir à minha filha, Pakpahan, que deu as suas lágrimas por ti. Deves reverar a Mãe, Boleife, que se senta no Céu comigo. E deves respeitar as feras que deram os seus ossos por ti."
E assim o Homem foi feito, e Pakpahan já não estava mais triste ou sózinha.

Todos os povos têm Mitos de Criação, que explicam as maravilhas que os rodeiam e dão razão à sua existência, fazendo a ponte entre o natural e o sobrenatural.

O Povo dos 1000 Passos Para O Sol não é diferente; o mito acima é contado à volta das fogueiras, nas casas, entre companheiros na pesca, para mostrar como o Homem foi feito e como ele deve respeitar tudo à sua volta. Mostra também que parte dele não lhe pertence e deve por isso ser devolvida, quando as 1000 passagens pelo mundo tiverem decorrido.

Mecânicamente, isto significa que cada personagem tem 4 atributos: Barro, Osso, Lágrima, e Luz.

Barro é o que está por fora, aquilo que toda a gente pode ver. É uma medida da força física e do carisma de cada pessoa, já que o Povo nunca mente.
Osso é o que mantém o Barro no sítio. É a resistência física e intelectual de cada Pessoa.
Lágrima é emoção e movimento. É uma medida da paixão do Povo e da sua vontade de agir, assim como da sua destreza física.
Luz é razão e compreensão. Alguém que seja muito inteligente ou rápido é muitas vezes apontado como iluminado.

Mais a seguir. :)