Conselho Galáctico

Retrato de tunas

Arquivos Centrais da Agência de Serviços de Inteligência do Conglomerado (ASIC)
Departamento de História Valdoriana
Processo 51998/503
Nível de Segurança 1 – Público/Especialista

O CONSELHO GALÁCTICO

O Conselho Galáctico é um organismo internacional criado após a Guerra Negra para mediar os conflitos entre as nações e povos da galáxia conhecida. Situado no mundo neutral de Del-Anar, na Fatia de Karamanov (uma colónia gerodiana), aí se podem encontrar diplomatas (bem como espiões…) de todas as raças, inclusive Kaa. Excepção é feita aos Verm e outras raças como esta, universalmente detestadas.

O Conselho Galáctico foi fundado com o alto patrocínio dos Gerodianos, primeiramente para tentar mediar a paz entre o Conglomerado e o Império Kaa (logo após a Guerra Negra) e como tentativa de implementar uma espécie de comunidade interplanetária capaz de implementar e fazer respeitar os direitos mais básicos de todos os seres inteligentes da Galáxia Conhecida.

Com 350 membros, reúne delegações mais ou menos numerosas, consoante o prestígio e/ou proactividade da nação/povo/corporação representados que depois se distribuem por grupos de trabalho e comissões dedicadas, na maior parte dos casos, a acções de fiscalização e monitorização de conflitos. Organismo voluntário, os seus custos são suportados por contribuições voluntárias dos estados membros mas, acima de tudo, pela participação maciça do governo gerodiano.

Como arcaica experiência democrática que é, e recente ademais, serão precisos ainda muitos anos e testes de força para avaliar a sua acção e eficácia na mediação dos conflitos galácticos.