E assim começou - www.rededejogos.com

Olá pessoal, folgo em saber que o abre o jogo já voltou a funcionar em pleno, pois é um site essencial para a nossa pequena comunidade de gamers, que felizmente está a crescer cada vez mais. Como também pretendo dar alguma contribuição para este crescimento, e porque penso que se não olharmos por nós ninguém olhará, tenho desenvolvido nestes últimos meses um pequeno sitio, que com a ajuda e participação de todos poderá tornar-se mais uma referência para a nossa comunidade portuguesa.

Apesar de haver outros sites que já provaram ser responsáveis por uma maior adesão a este nosso hobbie, como o abreojogo, os blogs Jogos de tabuleiro, Spiel Portugal, Bode Gueims e outros de igual importância, será mais um sítio para divulgar a nossa comunidade e na minha opinião, quanto mais informação houver, melhor para todos.

Tudo isto começou à cerca de um ano, quando tinha encontros quase todos os fins de semana para jogar o que houvesse. Jogavamos aquilo que estava à venda nas lojas, pictionary, party e co, scrumble, etc. o mais emocionante que tinhamos eram o risco e o cluedo.
Alguns anos antes os meus pais que viveram em macau ofereceram-me o majhong, um jogo dificílimo de jogar com um livro de regras em inglês, mas traduzido por um chinês, foi surreal aprender o jogo, durante um tempo li e reli as regras, entre tentativas e muitos jogos mal jogados, lá as aprendi. Havia um casal que me fazia companhia nesses jogos de fim-de-semana, noites atrás de noites, jogamos tanto majhong que acabei por enjoar. Infelizmente e por coisas da vida esse casal separou-se e lá voltei eu aos jogos de sociedade à venda numa supermercado perto de si.

Uma bela manhã acordei a pensar que deveria haver jogos com um pouco mais de profundidade, que agarrasem as pessoas para jogar, qualquer coisa com uma estratégia mais complexa, mais divertida de jogar e se possível que queimasse alguns miolos. Resolvi pesquisar na net e aí vi a luz, descobri o blog dos jogos de tabuleiro do Hugo e do Zorg. Depois foi um pulinho para o Abre o Jogo, e o Spiel Portugal. O bgg surgiu e mudou a minha vida. Como todos ou quase todos resolvi comprar o settlers, tinha um amigo que já o tinha jogado e que neste momento é o meu maior parceiro de jogos, papa tudo desde que puxe um pouco pela cabeça, depois veio o puerto rico, o tigris, princis, powergrid, caylus e nunca mais parei.
- Tenho de dar a conhecer estes jogos a mais malta, pensei.
Todas as semanas organizava e ainda organizo partidas com novos e antigos jogadores, neste momento já devo ter introduzido e ensinado puerto rico a mais de 20 pessoas (ainda faço um video como o professor Scott). :)
Entretanto surgiu a ideia de fazer um pequeno site onde um grupo de amigos trocavam impressões sobre as jogatanas que faziam. Comecei me a interessar-me cada vez mais pelo tema e com ele veio a necessidade de mostrar a esta malta, que jogos de tabuileiro são mais que monopoly e trivial pursuit. Assim comecei a desenvolver um site um pouco mais ambicioso, mas para esta ideia dar certo vai ser necessária a participação de todos os que também gostariam de dar mais informação àqueles que acham que euros são apenas uma moeda de troca.
Gostaria de convidar todos os que participam aqui e em outros blogs para nos fazerem uma pequena visita e se quiserem, registarem-se para participar com as vossas críticas, sugestões, artigos, eventos, bocas e tudo o mais que se lembrarem para que exista mais um lugar que possa ajudar a crescer e informar sobre o que são jogos de tabuleiro.
O site ainda está muito pequenino, tem alguns artigos escritos por mim, e outros tirados daqui e dali, como o blog jogos de tabuleiro. Os conteúdos que lá estão ainda são muito poucos, mas acredito que convosco e para o futuro haverá mais uma referência portuguesa sobre a comunidade de jogos de tabuleiro.

vai lá e deixa a tua marca


Um site português sobre jogos de tabuleiro.

Um abraço especial ao Ricardo Madeira, que foi o primeiro a descobri-lo (mesmo antes de estar pronto) :), a registar-se e a enviar o primeiro evento (VIII Encontro de Boardgamers de Lisboa - Abril 2007).


Abraço a todos

vital

Nick-newrev

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Uma palavra de

Uma palavra de agradecimento a todos os que tem visitado e colaborado com a REDE DE JOGOS desde que esta inaugurou.
Apesar do site ainda ser muito pouco conhecido, no primeiro mês de actividade e em apenas 20 dias atingiu mais de 400 visitas e artigos com mais de 150 hits. Pode não parecer muito, mas na verdade acho que é um bom número para um embrião.

Acredito que com a vossa participação, quem sabe se não poderemos ter mais um ponto de encontro na nossa pequena comunidade de jogos. Continuem a aparecer e deixem as vossas opiniões e criticas para que eu possa torná-lo melhor, com mais informação, menos bugs e mais agradável a todos.Laughing

vital

P.S.

Ó Madeira, desculpa lá a pouca vergonha de fazer tanta publicidade aqui no abre o jogo, mas o teu sitio é mesmo do melhor para estas coisas.Innocent

Mas, se por acaso não achares bem ...simplesmente... - delete- Embarassed

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

Well done!

As primeiras impressões são muito positivas.

Excelente trabalho! 

Peace !!!

Oblivion

tanks oblivion, estava a

tanks oblivion, estava a pensar quando é que aparecerias por lá. E para minha alegria, esta manhã já tive essa confirmação. Sê bem muito bem vindo.

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

newrev escreveu: Ó

newrev escreveu:
Ó Madeira, desculpa lá a pouca vergonha de fazer tanta publicidade aqui no abre o jogo, mas o teu sitio é mesmo do melhor para estas coisas.Innocent

Mas, se por acaso não achares bem ...simplesmente... - delete- Embarassed

Ora essa! Estamos cá todos para ajudar a comunidade a crescer e a acabar com a praga dos Eurogames e mostrar mais Wargames às pessoas, na procura da paz global, felicidade universal e um mundo livre de futebol... não é malta? ;)

(Eheh, tou só a picar os meus fellow gamers das 4as-feiras. Gosto imenso de Eurogames!)

Preferia que tivesses aqui a tomar conta da nossa secção de jogos de tabuleiro e ajudar a arrumar este caos, mas pronto... assim também está bem. :)

Grande abraço!!
Ricardo

ricmadeira escreveu:

ricmadeira escreveu:
Preferia que tivesses aqui a tomar conta da nossa secção de jogos de tabuleiro e ajudar a arrumar este caos, mas pronto... assim também está bem. :)

Grande abraço!!
Ricardo

Oi Madeira, obrigado pelo convite, sinto-me bastante lisonjeado por confiares num gajo que não conheces de lado nenhum para te ajudar a organizar uma parte tão importante do AoJ. Mas como sabes, faço a rede de jogos apenas por gosto e nos meus tempos livres e de momento não me é possível aceitar um compromisso o qual poderia não conseguir cumprir. Além do mais, temo perante a ideia de te imaginar com um

ricmadeira escreveu:
chicote e mandar o designer que está a trabalho no logotipo, ou no novo look, ou whatever, ir trabalhar, eheh.

SealedTongue out

dorakeen escreveu:
em veze de entrar em "competição" ?!

Que competição se está aqui a falar? Comercial? Quota de mercado?

Se forem essas, a competição simplesmente não existe, pois não estou ligado a nenhuma editora ou loja de jogos. Agora se falarmos de competição para alargar a comunidade, então estamos todos a pensar saudavelmente no mesmo.

suntzu escreveu:
Porquê ter 2 referências com +- o mesmo conteúdo?

Talvez exista aqui alguma baralhação em relação ao que se está a passar, Um portal, um blog e um site são conceitos com estruturas e funções muito diferentes, apesar de trabalharem todos na mesma direcção.

O Abre o Jogo é um portal sobre jogos, a sua principal estrutura é a de um fórum que recolhe o maior número de informação possível sobre a nossa comunidade e que exige discussões permanentemente activas. Ele inclui, pontos de encontro, organização de eventos, criticas, opiniões, conversa, estatísticas, blogs, livros, grupos, etc... A informação gerada aqui durante estes últimos dois anos, e graças ao intenso trabalho desenvolvido pelo Madeira já é imensa, extensa, muito completa e bastante exaustiva.

A sua função principal de recolher a maior quantidade possível dessa informação, aprofundá-la e divulgá-la para quem procura saber mais e mais, está a ser muito bem conseguida e é sem dúvida nenhuma, a maior, e posso arriscar, a única referência que existe em Portugal. 5 estrelas.

Um Blog tem uma estrutura mais leve, onde o texto é corrido e de consulta rápida, a sua função é a de divulgar artigos e noticias de talentosos entusiastas da escrita, conseguindo reunir grupos de fans deste ou daquele autor. Esses mesmos artigos devem agradavelmente escritos, criativos, por vezes divertidos, para que agarrem as pessoas enquanto os lêem. (alguém que escreva mal, não consegue aguentar um blog com sucesso como os jogosdetabuleiro e o Spiel Portugal)

Um site tem o fórum como função secundária, limitando-o apenas aos comentários dos artigos e a um ou outro assunto de interesse, pois o seu principal objectivo é o de filtrar toda a informação existente, procurar a mais relevante e disponibilizá-la de forma sucinta e graficamente apelativa.

Não pretende ter a quantidade de informação disponível de um portal, nem mostrar o talento literário de quem escreve os artigos (apesar de remeter os leitores para os blogs se gostarem do estilo de escrita), mas sim disponibilizar essa informação de forma rápida, organizada, acessível a novos players, captar novos entusiastas para estas andanças e levá-los a procurar outras fontes de informação mais completas como o Abre o Jogo e o BoardGameGeek.

Por tudo isso, não vejo concorrência, mas sim um complemento ou uma rede organizada de e para a comunidade de jogos de tabuleiro, especialmente quando todos estão interligados entre si.

Pela sua filosofia, é incontornável que existam conteúdos iguais, mas em todos os artigos existem links para os seus sites de origem e a forma como a informação é oferecida é diferente e dirigida a nichos de mercado também diferentes, enquanto o objectivo principal se mantém: trazer mais gente para jogar.

suntzu escreveu:
para um utilizador como eu, é preferível ter apenas um site nos favorites relacionado com jogos de tabuleiro

newrev escreveu:
...simplesmente... - delete- Embarassed

Já foi publicado em aqui no AoJ no seguinte tópico um artigo espanhol que fala sobre a falta de sites activos existentes em Portugal e diz o seguinte:

'Internet sites about boardgames in Portuguese are not very active, but it’s posible to find some blogs like: jogosdetabuleiro, or Abre o Jogo'

Apenas dois sítios foram citados e acho que está na hora de mudarmos isto.

Se forem aos links do AoJ, apenas vais encontrar 3 sites portugueses, a Rede, Jogos Didácticos e um site especifico sobre o ticket to ride portugal, Ticket to Ride: Portugal Edition. Por isso parece-me que fazia falta um site com uma estrutra e filosofia um pouco diferente.

E além disso como diz o Hugo, também

Citação:
Gosto muito de fazer a minha ronda diária: Spiel Portugal, Bode Gueims, Oba Tijolo!, Rede de Jogos, Abre o Jogo e BGG.

e claro, Jogos de tabuleiro.

 

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

Parabens

Já te tinha dito, mas agora aproveito o espaço publico para to dizer novamente.
Gosto mesmo muito do teu site e a ideia da sua estrutura e o que pretendes que ele seja deixa-me bastante contente apesar de mais tarde ou mais cedo me remeteres para o "desemprego" :)

Acho que as criticas estão muito bem escritas, principalmente num aspecto que é bastante sensível que são as regras. Normalmente sempre que se descreve as regras dum jogo, a crítica fica chata e maçuda e acaba por aborrecer o leitor que acaba por não perceber nada e fica na mesma. Esse é uma das razões que me leva a afastar um pouco desse ponto nas críticas que faço.
No teu caso isso não acontece o que acho fantástico. Escreves sobre as regras e o leitor percebe a mecanica e desconfio que é capaz de abrir o tabuleiro e jogar uma partida sem ler o manual de instruções.
Além disso gosto do amor que tens aos jogos e a tua preocupação em fazeres um contexto histórico como introdução que dá uma sensação de grandiosidade. (vide Shogun)

E é isso. Aparece um dia num dos encontros para o pessoal te conhecer.

Muito obrigado Hugo,

Muito obrigado Hugo,

Apesar da maioria das críticas não serem minhas, mas da malta que tem colaborado com o site, agradeço as tuas palavras porque estava com algum receio que, como dizes, estas se tornassem maçudas e como é o primeiro comentário que tenho sobre elas, é bom saber que são bem recebidas.

Quanto a ficares sem emprego, Tongue out não me preocupava muito, pois a maneira com escreves ainda fica a milhas de como eu gostaria de escrever, são muito bem escritas, divertidas e agarram o leitor do principio ao fim, além disso continúo a contar com a vossa presença e faço questão que continues a enviar as tuas críticas para a rede, pois são de uma leitura indespensável e um grande enriquecimento para o conteúdo do site.

E sim estou a planear uma visita aí para uma jogatana, mas como pai de duas meninas não é fácil tirar um sábado inteiro. Mas quero mesmo ir e conhecer a malta e jogar com os realy heavy gamers.

"as efabulações sobre temas mundanos e o lugar-comum não satisfazem as mentes mais criativas e sequiosas de novos estímulos"

honra a quem o merece!

Ah sim, reparei agora que as últimas são do Luís Costa. Estyo de facto muito boas!

 Boas,  Apesar de

 Boas,

 Apesar de participar muito pouco nos foruns e ainda menos nas jogatanas de quarta feira, visito o vosso site (abreojogo) frequentemente para conhecer as últimas novidades dos jogos de tabuleiro e apreciar algumas criticas de jogos.

 É com alguma tristeza que vejo esta publicidade a outro site que tem como objectivo:

 "será mais um sítio para divulgar a nossa comunidade e na minha opinião, quanto mais informação houver, melhor para todos. "

 Não concordo. Se tentarmos melhorar este site (abreojogo) aumentando o nº de críticas a jogos, nº de utilizadores e consequente participação de cada um, podemos ter uma verdadeira referência para os jogos de tabuleiro em Portugal.

 Aliás:

"tenho desenvolvido nestes últimos meses um pequeno sitio, que com a ajuda e participação de todos poderá tornar-se mais uma referência para a nossa comunidade portuguesa."

 Porquê ter 2 referências com +- o mesmo conteúdo?

 Visitei  o vosso site (rededejogos) e parece-me que está muito bem construído mas fiquei com a sensação de já ter lido algumas críticas de jogos noutros sites...

 Para concluir, para um utilizador como eu, é preferível ter apenas um site nos favorites relacionado com jogos de tabuleiro (em Portugal, o BGG é incontornável) do que dois sites para ir alternando.

 Admiro o vosso esforço para dar uma maior visibilidade aos jogos em Portugal mas se esse esforço fosse direccionado para este site (abreojogo) acredito que ficávamos todos a ganhar.

Abraços.

 

Bom, eu também preferia

Bom, eu também preferia obviamente ter tudo no mesmo local (e de resto foi essa a ideia de tentar misturar num site os roleplayers, boardgamers e wargamers... os jogos jogam-se nos mesmos locais, compram-se nos mesmos locais, e até certo ponto são jogados pelas mesmas pessoas).

Mas agora falar em "tristeza"... isso já é muito extremo, eheh, até para mim que tinha como visão juntar toda a gente aqui e que ando há que tempos a namorar o pessoal dos blogues para vir morar aqui, eheh (estou é à espera de ter condições minimamente decentes para lhes poder oferecer, e ter esta casa arrumada e apresentável antes de ter a cara de pau de lhes falar nisso a sério, eheh).

Quanto muito, acho que fomenta a concorrência saudável. Não é a primeira, e com certeza não é a última vez, que a abertura/surto de actividade em mais um blogue sobre jogos de tabuleiro (parém de se multiplicar, caramba! bloguem aqui! um dia ainda acordam com um meeple decapitado na vossa cama!! eheh) ou a mera menção a um possível projecto alternativo para a abertura de outro portal estimula aqui o webmaster a fazer alguma daquelas coisas que estão há muito para ser feitas, ou a agarrar no chicote e mandar o designer que está a trabalho no logotipo, ou no novo look, ou whatever, ir trabalhar, eheh.

E se não fosse por isso, seria porque com mais sites, há mais hipóteses de apanhar internautas inocentes e deixá-los presos dentro das mandíbulas do hobbie, portanto só temos a ganhar! É quanto me basta para ficar contente! :)

Concordo!

Estou totalmente concorde com o suntzu, estava pensar as mesmas coisas ... só me faltavam as palavras.

Porque nao ajudar a melhorar/expandir o AoJ em veze de entrar em "competicao" ?!

 

Ciao! 

Sample of my collection, wanna play ?
<

Não concordo!

Não concordo em nada com a tua opinião.

Julgo saudável que, se existem jogadores que preferem ter o sitio deles com criticas feitas por eles e com um estilo próprio, devem seguir em frente.
Acho que faz todo o sentido.
Digo isto porque tenho um blog sobre jogos (www.jogosdetabuleiro.blogspot.com) e tenho a convicção que devo continuar com ele independentemente de contribuir também para sites de outros jogadores que me peçam a participação.
Seja como for os sites que existem têm estilos de escrita e abordagem bastante diferentes uns dos outros, justificando-se assim terem espaços próprios e não estarem todos os artigos juntos numa página o que torna escassos os comentários e as conversas que por vezes se têm em relação a uma critica ou uma session report.

O Abreojogo é quase como ir a um café. Serve para combinar-mos encontros e discutirmos uma ou outra questão (como esta por exemplo) que não se insere na estrutura dos blogs de jogos em Portugal. É graças ao AbreoJogo que a comunidade se vai juntando e jogando pelo país fora. Lisboa, Leiria, Porto...
Se começarmos todos a postar textos nossos no Abreojogo julgo que se perdia um pouco a função dele.
Gosto muito de fazer a minha ronda diária: Spielportugal, Bodeguiems, Obatijolo, Rededejogos, Abreojogo e BGG.

Complicado

Ora aqui está um tema que tem a sua pontinha de polémica. Mas antes de entrar por aí, quero felicitar o Vital pela sua criação e desejar-lhe as maiores felicidades. No que puder ajudar, irei concerteza contribuindo para o crescimento da "rede".
E crescimento da "rede" não significa unicamente o crescimento do site do Vital. Significa o crescimento desta comunidade portuguesa de boardgamers que aos poucos, mas a passos visíveis vai crescendo.
Também concordo que um único sítio, onde todas as forças se congregam, não só é importante como desejável. E neste capítulo o AoJ é para mim esse sítio. Mas isso não pode em caso algum invalidar a proliferação de projectos paralelos, sejam eles outros sites ou blogs.
Eu inicialmente comecei a postar as minhas reviews no meu blog, mas depois desisti disso. Sou membro de um projecto do qual me orgulho muito e que aos poucos foi assumindo importância neste nosso pequeno país, o SpielPortugal. Comecei a postar aí as minhas tediosas críticas. Ao mesmo tempo, vou replicando-as no BGG (no sentido de chegar a um público mais vasto, porque nem todos os que falam português e gostam de boardgames conhecem estes nossos projectos nacionais), e fui também fazendo copy paste desses mesmos artigos aqui para o AoJ. Já percebi que isso não agrada a todos, e eu entendo isso, mas vou continuar a postar assim e seguindo este mesmo método. Imagino eu, que um dia no futuro e provavelmente em torno deste projecto do Ricardo (do qual sou fã e tenho orgulho em ir participando), mas criar um mega-top nacional de referência, usando como fontes as classificações dos users do Spiel, do JogosdeTabuleiro, da Rede e do AoJ.
Afinal o que quero eu dizer com isto? Acho que a multiplicidade de fontes não é prejudicial, não acho mesmo. O tempo tratará de seleccionar os projectos mais fortes e os novos utilizadores, que esperamos todos que comecem a surgir, irão buscar guarida naquele com que mais se identificam. Agora, neste momento, surge esta polémica porque somos sempre os mesmos 20, 30 macacos a falar, comentar, escrever, falar, jogar, questionar. Mas no futuro, quando formos 200 ou 300, esta proliferação de fontes já não será tão estranha.
Vou continuar a postar as minhas reviews passadas no site do Vital, com o objectico primeiro de o ajudar no projecto dele e com a esperança de que algum incauto internauta dê de caras com o site dele antes de qualquer dos outros. Tem sido essa a minha filosofia de sempre em relação aos boardgames, evangelizar...

Fico-me por aqui, porque já ouço vozes a bocejar eheheh.
Ah... e já agora ... SÓ FALTAM 8 DIAS MALTA!!!!!!!

 

https://oblogdocosta.blogspot.com

 

________________________________________________________

"The only way to achieve the impossible is to believe it is possible."
Lewis Carroll in Alice in Wonderland