1a sessão de Dezembro - go you!

Retrato de Rick Danger

Que me lembre, esta sexta-feira é feriado, mas o Ãngelo já indicou que esta semana ficamos para Sábado. Com sorte, o tempo melhora e talvez joguemos em minha casa. Avisem se houver alguma novidade.

Entretanto, in-game estamos tipo na segunda semana de Janeiro de 2006, antes do início da noite de quarta-feira.

O "lado Jacob" da história foi marcado por:

  1. uma misteriosa aproximação ao Tom Sheffield
  2. pela redescoberta de um ambiente familiar agora com Rachel + Edward + Erica
  3. um chamar de atenção em relação ao que afinal se passa com os Ordus Dracul
  4. o esforço de desistir do Quentin e o drama de o sacrificar aos Lancea Sanctum como forma de garantir um acordo
  5. a recuperação de um certo equilíbrio psicológico - uma habituação a um novo estilo de vida
  6. o mestre-jogo introduziu uma possível situação com a Pam

O "lado Ian" da história foi marcado por:

  1. o primeiro conflito com o bound à Diane
  2. o início de uma intensa e estranha relação com o Adam O'Leary
  3. a tentativa de reencontrar uma possível relação com a família - uma ausência de rumo de vida: onde morar, o que fazer
  4. um receio da possibilidade de um confronto Dracul vs Circle
  5. a descoberta de um possível equilíbrio psicológico
  6. o mestre-jogo introduziu uma situação difícil com o Samuel

O "lado Ricardo" da história foi marcado por:

  1. uma série de eventos e personagens que revelam mais sobre o que Alain Monfort está a fazer
  2. uma pista que pode revelar mais sobre o Frostbite e os seus gangues
  3. uma mistura de circunstãncias que protagonizam a Alice como traidora do seu bound
  4. outra mistura de circunstãncias que protagonizam o John Constantine como difícil aliado
  5. a manutenção de uma possível conspiração através da qual o Bran pretende chegar ao poder
  6. o plano dos Dracul para se afirmarem perante os outros covenants

Como vemos, não admira que demore três sessões a jogar uma noite :) especialmente quando o Ian e o Jacob estão separados. Eu disse-vos que agora a história estaria mais entregue à vossa iniciativa e isso nota-se. Algumas ideias que as últimas sessões me sugerem:

  • O Ian e o Jacob estão a afastar-se já o suficiente para ser possível um "backstabbing" em qualquer altura. Chegaram aquele ponto em que um deles pode desaparecer por uma noite sem precisar de dar muita explicações. Podem planear o que quiserem nas costas um do outro. Quem decidir primeiro o que quer, ganha vantagem.
  • Em poucas semanas, os nossos herois já ganharam muita "proficiência vampírica". Torna-se até mais interessante o conflito com a natureza humana agora, pois as circunstãncias do vampirismo deixaram de ser tão incómodas. Já sabem caçar, mas até já criaram laços de sangue que lhes permitem não ter necessidade de andar pelas ruas. Por outro lado, a maior parte dos vampiros vive durante anos neste estado de evolução sem se preocupar com quem controla ou deixa de controlar a cidade.
  • Falando mais OOC, apesar de os personagens estarem agora mais "à vontade", acho que vocês ainda se preocupam demasiado em se manterem "plot-ready", ou seja, em não se meterem em nada muito complicado porque "a história" pode começar a qualquer momento. Relaxem e usem o tempo à vontade, especialmente se dificilmente se vão cruzar com o outro jogador. Não vale a pena suar porque ainda são duas da manhã ou ainda não são três. Tenho quase a certeza que vocês agora podem marcar uma cena com quem quiserem, por isso aproveitem.
  • Olhando para a lista ali de cima, fico um bocado surpreendido com a catrefada de coisas, por isso pergunto-me se vocês não acharão boa ideia tomarem mais notas do que se está a passar, dado que são muitos planos diferentes. Não vejam tanto uma lista como uma série de coisas "a resolver" mas antes ideias de coisas que podem acontecer. Escolham uma e levem-na a passear ou arranjem outras possibilidades de conflito. O caso do Ian da situação Diane vs Adam seria excelente :) se tivesse sido montada de propósito.


Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Finalmente tive algum tempo

Finalmente tive algum tempinho para responder aqui. :)

Podia começar por comentar a "situaçao Adam vs. Diane", mas ha mto pouco q ja nao tenhamos dito entre cenas ou a caminho d casa. :) Eu comecei este incidente sem querer, nao tinha nada q fazer naquela altura e apeteceu-me forçar uma cena com a minha mentora... mal eu sabia no q me metia!

Claro q visto de fora tem imensa piada, criou um grande conflito e sentimementos divididos. "Quero ajudar o Adam, mas a Diane impede-me!" Assim de repente apetece "ai é? vai pr'o **** tu e o teu bound", mas a Diane, como a ultima sessao mostrou bem, so esta a proteger o Ian e a dar-lhe aquela sensaçao de porto seguro q ele precisava. Ok q, neste momento, era dispensavel... mas, por mto frustrante e desesperante q seja, nao é possivel ficar ressentido por isso.

A relaçao com o Adam, proximo tema de debate. My personal favourit! ^^ Intensa realmente está a ser a palavra certa! Ao contrario do q estava a acontecer anteriormente no meu mini romance com o Samuel (mini pq comparado com o fogo Adam/ Ian... bom, sem comentarios mm), em q tinhamos momentinhos fofinhos sem grande relevancia para a historia, com o Adam esta a ser o centro da historia/ vida do Ian no momento.

O assalto a embaixada esta cada vez mais proximo e foi só nesta noite, a 2 de distancia, q o Ian conseguiu autorizaçao da Diane para ir. Mas com a ressalva de nao ajudar o Adam. È desesperante, o rapaz acha q nao vai la fazer mto. Ao mm tempo, as palavras do Adam ecoaram fundo... Alguem como ele a dizer q gostava q o Ian fosse e q morreriam juntos!! Será q em situaçao de agir instantaneamente o Ian consegue nao proteger o Adam? Duvido.. bound vs amor.

Se bem q eu nao acredito, e o Ian tb nao (ou espera q nao!), q vamos dar de caras com o Alain. É verdade q vamos mto cedo e o podemos apanhar a sair, no entanto. Mas talvez seja pior n darmos logo com ele, pq o Adam iria querer ficar la á espera e é o unico, pelo menos q se saiba, com Obfuscate decente. Portanto, nao preciso acrescentar mais nada para se perceber q o Ian esta a fazer contagem decrescente até sabado e q espera nao ser preciso ajudar o Adam; pq se for, vai tentar d tudo para o proteger, por mto q tenha jurado q nao. Nao sabe é se é possivel....

A possivel luta Dracul / Circle tb ja foi tema na ultima sessao (a qual devo acrescentar, foi bastante produtiva! :P ). Os circle e os Invictus sao aliados. Ok, desse tanto ja estava á espera. Mas será q na luta Dracul /invictus levamos tb com os Circle? Bom, s a luta for no sabado, ao menos o *meu* circle esta.... longe (nao posso dizer seguro, no entanto!).

Samuel... next toppic! Ups??! NAo devia ter dadao sangue a alguem naquele estado d vulnerabilidade... T

adinho, nao lhe queria fazer mal. É verdade q o Ian lhe  deu sangue para o prender defenitivamente a si, mas nao era para funcionar tao rapido. Ainda vou ver como ele esta, mas se me parecer demasiado afectado explico-lhe q esta a ficar demasiado viciado e q nao vamos continuar até ele estar em condiçoes de aguentar a situaçao. O Ian gosta mm mto dele, nao é para o destruir! Mto pelo contrario. Se ele precisa de apoio, vou se-lo; felizmente, ele dorme a maior parte da noite! Estava a pensar leva-lo cmg a festa, como ja disse, mas... vai depender mm de como ele estiver. Ainda tenho de voltar a pensar mais na futura defunta Marlene... Uhhh... adorava encontra-la com o Alain na embaixada! *evil grin*

Qto ao tema massacrado no nosso jantar, "Ian e Jacob: amigos ou futuros inimigos", continuo na minha postura de q sao amigos como eram. Claro q cada um tem os seus interesses e ideias e se calhar a confiança um no outro ja foi melhor do q é agora. Mas, pelo menos pelo lado do Ian, esta MTO longe de um backstabbing. Reformulando, nem sequer é uma hipotese... Claro q ele tocando num cabelinho do Adam, bom, I would stab him in the heart!!

Mas concordo com o Ricardo na parte de já nao se notar mto, em cena, a amizade entre os 2 personagens. Realmente há mta coisa q escondem... e pelo menos, a nivel de disciplinas nao faz mto sentido.

Agora, o Ian sabe q o Jacob odeia o Adam e aquela cena de o querer falsamente acusar ao Frostbite faz com q nao esteja nos meus planos proximos contar-lhe q estou apaixonado pelo Adam.

resposta a random quotes

Ikki chan escreveu:
Assim de repente apetece "ai é? vai pr'o **** tu e o teu bound", mas a Diane, como a ultima sessao mostrou bem, so esta a proteger o Ian e a dar-lhe aquela sensaçao de porto seguro q ele precisava.

Ou isso, ou a tratá-lo como se fosse uma coisa. Assumidamente, como se fosse um bebé :)

Citação:
Será q em situaçao de agir instantaneamente o Ian consegue nao proteger o Adam? Duvido.. bound vs amor.

Não, não tem tempo de "levar um tiro" por ele. Já agora, o Adam pode sempre perder a paciência e ir já hoje à embaixada sozinho :)

Citação:
A possivel luta Dracul / Circle tb ja foi tema na ultima sessao (a qual devo acrescentar, foi bastante produtiva! :P ).

Eu diria que foi bastante pré-produtiva :) A possível luta com os Circle tem tudo a ver com a aliança necessária com os Lancea e pouco a vercom o ataque aos Invictus. É verdade que oferecer o Quentin deixou de ser uma possibilidade, por isso exterminar os Circle torna-se uma hipótese cada vez mais provável. Já agora, como já devem ter reparado, os Dracul não "lutam" contra outros covenants, eles atacam quando sabem que vão ganhar e aliam-se rapidamente com quem sabem que não vale a pena. Estratégia e essas coisas todas :)

Citação:
Samuel... next toppic! Ups??! NAo devia ter dadao sangue a alguem naquele estado d vulnerabilidade... T

Foi pena não te teres lembrado disso na própria cena. Quantos menos "ups" e mais "sim, lixa-te que fiz de propósito" ou "não, não há maneira de continuarmos juntos", melhor :]

Citação:
Mas concordo com o Ricardo na parte de já nao se notar mto, em cena, a amizade entre os 2 personagens. Realmente há mta coisa q escondem... e pelo menos, a nivel de disciplinas nao faz mto sentido.

De um ponto de vista narrativo, aquilo que não se nota, não tem importãncia. Como o Ian e o Jacob não são propriamente amigos nem propriamente inimigos, a relação deles - naquele meio termo cinzento - é irrelevante em termos de história. Um leitor/espectador diria "já nem sei porque é que o Ian ajuda o Jacob, se é por amizade, se é para estar próximo dele para proteger o Adam, se é porque é suposto, se é porque lhe pode ser útil, sei lá".

Isto claro que de um ponto de vista narrativo - my personal favorite ^^ No modo mais simulacionista em que a maior parte da campanha se desenrolou, a relação faz perfeito sentido e já disse à Inês isso. 

Pq nao mandar os Dracul ao raio q os parta?

Continuando com a meu testamento sobre Requiem (estive calada mto tempo! lol), outra coisa q m anda a apetecer, como o topico mostra, é mandar os Dracul, principalmente a Catherine Pole, a um sitinho mto feio! 

"é preciso encontrar o Frostbite. Ian, Jacob, vcs parecem as pessoas ideais"

"é preciso ganhar tempo com os Lancea. Ian, JAcob, nao se importam de dar la um saltinho?"

"convinha saber a relaçao Frostbite / sullivan. Ian, Jacob, vcs ja os conhecem..."

"dava mto jeito q os Circle mantivessem o Alain ocupado. Ian, Jacob entre encontrar Sullivan, Frostbite e Lancea, nao querem parar tb debaixo da arvore dos Circle?"

"Estamos tao preocupados com os Draculzinhos perdidos. Ian, Jacob, ide procurar a Alice. Aquela q arranjou maneira de quebrar o bound ao Gabriel, fez rituais na vossa casa e ja vos pregou grande susto mais q uma vez."

"precisamos de moeda d troca. Jacob, atrai o teu irmao para uma emboscada"

"vamos massacrar os Circle, estao recrutados", vai ser o proximo. Nessa altura dou uma resposta tipo Jacob. "Força, ide. n tenho nada a ver com isso!" (A Diane nao vai lutar e nao lol) 

Ok, q num covenant ha q trabalhar para o bem comum, mas estao a abusar, nao?

Agora de um ponto de vista racional... nao temos mais ng e nao vamos querer levar de todas as frentes!  

O Jacob ainda pode vender os Dracul ao Invictus e ganhar ajuda, eu so se me esconder debaixo da cama! lol