Jogos novos para vós em 2020. Quais os melhores?

Retrato de Mallgur
Este grupo de discussão começou em Maio de 2019 pelo que nesse ano não tínhamos um ano completo para analisar. Já não é o caso em 2020...

Apesar de ser um ano estranho e geralmente com poucas partidas, será talvez interessante e divertido que olhemos para os jogos que estreamos ao logo desse ano para vermos os que se detacam pela positiva.

Coloquem em resposta os vossos tops. Top 1, top 20, top 5, etc. o que preferirem!

As ferramentas do Grimwold falham bastante com períodos grandes mas, ainda assim, podem ajudar.

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Meter água... e gostar.

Dos jogos que joguei pela primeira vez em 2020, há um par que não aparece nas minhas listas devido à forma como registo partidas no BGG... Normalmente só registo partidas em tempo real com outras pessoas. Ou então jogos a solo com o jogo físico.

Pax Pamir (second edition)

Board Game: Pax Pamir (Second Edition)

Neste caso, joguei a solo duas ou três vezes para aprender o jogo. Com os erros de regras e alguma frequência de consulta às regras para perceber se estaria a fazer tudo correctamente (e não estava, na maioria das vezes) acabam por ser "partidas" estranhas que são mais experimentação do sistema do que propriamente jogos "a contar"...

Ainda assim, é um excelente jogo, creio. Espero jogá-lo logo que as condições epidémicas o permitam e estou certo que será um forte candidato a figurar numa lista destas quando registar partidas como deve ser...

Squadro

First Published 2018

Board Game: Squadro

Um abstracto na linha já conhecida da Gigamic. Como de costume, regras extremamente simples que oferecem uma interessante batalha táctica aos dois jogadores.

Só fiz partidas assíncronas via Board Game Arena, daí que não esteja nos "registos oficiais"...

Agora a lista dos melhores jogos novos para mim de 2020:

10 -Circle the Wagons 

9   -Medina

8   -Pipeline

7   -Fast Sloths

6   -Hands in the Sea

5   -Dune

4   -Path of Light and Shadow

3   -Rallyman: GT

2   -Undaunted: Normandy

1   -Barrage

Estes foram os que se detacaram de uma lista de 20 títulos onde estavam também: 

Die Dolmengötter; Under Falling Skies; Tranquility; Furnace; Super-Skill Pinball: 4-Cade; Lightning & Bolt; Monster Match; Outfoxed!; Sprawlopolis; Air, Land & Sea

Apesar de todos os constrangimentos, acabei por experimentar muita coisa nova este ano... Bastantes jogos infantis, alguns títulos já clássicos e boas novidades dos dois últimos anos também. Neste aspecto, não foi um ano nada mau!

_

Não me irrita perder porque cada derrota ensina algo e torna a próxima vitória mais gratificante.

Jogos Novos para mim em

Jogos Novos para mim em 2020:
----------------------------------------------------------------------------------
Apenas Solo (23):
MOON - 75 partidas
30 Rails - 3 partidas
Gloomhaven: Jaws of the Lion - 7 partidas
Heroes of Tenefyr - 7 partidas
Operation Last Train - 2 partidas
Nusfjord- 10 partidas
Merchants & Marauders - 3 partidas
Time of Soccer - 4 partidas
Tiny Epic Tactics - 1 partida
Undaunted: North Africa - 2 partidas
Under Falling Skies - 10 partidas
Troyes Dice - 9 partidas
Aliens: Bug Hunt - 13 partidas
Galaxy Defenders - 1 partida
Expedition to Newdale - 9 partidas
Warp's Edge - 10 partidas
Supermarché - 4 partidas
On Tour - 20 partidas
Pulp Detective - 2 partidas
Decktet - 20 partidas
Colony - 2 partidas
Maiden's Quest - 2 partidas
Marooned! A solo game of survival - 20 partidas
----------------------------------------------------------------------------------
Multiplayer (9):
Escape Plan - 3 partidas
Anachrony - 1 partida
Food Chain Magnate - 3 partidas
Point Salad - 3 partidas
Santo Domingo - 2 partidas
PUSH - 5 partidas
Tortuga 1667 - 1 partida
Battle Sheep - 6 partidas
DOS - 3 partidas
----------------------------------------------------------------------------------
Multiplayer e solo (3):
Le Havre - 5 partidas
Masters of Renaissance: Lorenzo il Magnifico – The Card Game - 6 partidas
Second Chance - 66 partidas
----------------------------------------------------------------------------------
Com as minhas filhas (6):
Labyrinth: The Card Game - 3 partidas
Fruit Salad - 3 partidas
Unicorn Glitterluck: Cloud Stacking - 4 partidas
Secrets of the Pyramids - 5 partidas
Kakerlaloop - 2 partidas
Tarantula Tango - 5 partidas
Kiki Ricky - 3 plays
----------------------------------------------------------------------------------
Top do ano:
A multiplayer sem dúvida o top 3 é Escape Plan, Anachrony e Food Chain Magnate, qualquer um deles é excelente e espero voltar a jogar imensas vezes.
A solo gosto muito do Gloomhaven Jaws of Lion, Time of Soccer, Merchants & Marauders para os jogos mais longos, dos mais curtos houve muitos que gostei imenso, Alien Bug Hunt, Warp's Edge, Under Falling Skies, MOON e recomendo vivamente o Supermarche que é um P&P. 

 

Sem qualquer ordem em

Sem qualquer ordem em especial e mesmo tendo deixado alguns clássicos de fora (Oh My Goods, Troyes, Brass: Brimigham, Survive: escape from atlantis, Puerto Rico, etc), aqui ficam as minhas novidades de 2020 que acho que vão ficar bem na minha memória.

Engraçado e olhar para os jogos que experimentei antes do confinamento e ter a sensação que foi há muitos mais tempo.

O confinamento levou a jogar mais online (a solo já jogava..) e assim experimentar algumas coisitas que já andavam a escapar há já algum tempo.

Brass: Lancashire

First Published 2007

Polish coverhttps://cf.geekdo-images.com/0BsjJY9MTlx9DRrlkeE69w__square@2x/img/A9tgdbXYBxAOV0CFxnZvy1UB0z0=/150x150/filters:strip_icc()/pic5482020.jpg 2x" />

Este e o irmão são qualquer coisa, no entanto considero-os redundantes. Fica este porque foi o primeiro que joguei.

Nusfjord 

First Published 2017

Nusfjord, Lookout Spiele, 2017 — front cover (image provided by the publisher)https://cf.geekdo-images.com/nKYqNPEE94Zk_q5Vtk527w__square@2x/img/xfR7d8vUPswHnlv3dihFKZvG6yQ=/150x150/filters:strip_icc()/pic3729070.jpg 2x" />

Um jogo muito bom a solo e que também resulta bem a multiplayer. Como apenas joguei o Agricola do Uwe, fico com vontade de experimentar outros do autor.

Teotihuacan: City of Gods 

First Published 2018

Box cover with Board & Dice logohttps://cf.geekdo-images.com/wW5xjgBJcFyLaEWZwrYuKA__square@2x/img/C7pA0oynR9Y0RI80epmr-qKuKVY=/150x150/filters:strip_icc()/pic4583626.jpg 2x" />

Entre jogar a solo, com o pessoal online e nos tormeios do maior da aldeia, acho que já pouco tempo a descobrir no jogo. Apesar de adorar jogar, não me sinto muito tentado a experimentar as expansões.

6 nimmt! 

First Published 1994

6 nimmt!, Mayfair Games, 2015 (image provided by the publisher)https://cf.geekdo-images.com/JFhLVSRFQ2mtWRNHgbZ3Wg__square@2x/img/pMEFjn96ShmxxWbPNrnXoL86rMo=/150x150/filters:strip_icc()/pic2602138.jpg 2x" />

Divertimento garantido, tanto online como presencialmente.

Sprawlopolis 

First Published 2018

The cover imagehttps://cf.geekdo-images.com/aZ3I9B_aEywK4O_qP_Hz9w__square@2x/img/9Exn1J-DryL3Y38syjU4Mf-iw8s=/150x150/filters:strip_icc()/pic4654146.png 2x" />

A descrição que me vem à cabeça para este jogo é que é uma verdadeira pérola. Apenas joguei-o a solo.

Underwater Cities 

First Published 2018

Underwater Cities, Rio Grande Games, 2019 — front cover of the second RGG printing (image provided by the publisher)https://cf.geekdo-images.com/PwOwTVHovJAUQgghnGqCOg__square@2x/img/0PpO-EGonTZRvpf2k_sWQC2cjvE=/150x150/filters:strip_icc()/pic4837710.png 2x" />

Vinha com o carimbo de "quem gosta de Terraforming Mars, gosta deste". Não desiludiu (pelo contrário), mas continuo a preferir o TM. Como o Teotihuacan, entre jogos a solo e online já sinto que não tem muito para oferecer, no entanto enste caso, e lá vá se saber porquê, fiquei sempre com vontade de experimentar a expansão.

Concordia 

First Published 2013

The NEW Concordia Coverhttps://cf.geekdo-images.com/CzwSm8i7tkLz6cBnrILZBg__square@2x/img/K8KlCeEBDxXPm8Birxt3FEvPx4Q=/150x150/filters:strip_icc()/pic3453267.jpg 2x" />

Classe. Apenas joguei uma vez e quero jogar mais vezes. Apesar de recente, foi este que ficou com o lugar de representação dos jogos mais clássicos.

Survive: Escape from Atlantis! 

First Published 1982

New "30th Anniversary Edition" from Stronghold Games.https://cf.geekdo-images.com/0M2ck50-GanxBWfOHUZ64A__square@2x/img/TO84xm7gfnv90yjeNHUoPAo7GOE=/150x150/filters:strip_icc()/pic1300182.png 2x" />

Super divertido :)

Millions: The Last Soldier 

First Published 2015

Gamehttps://cf.geekdo-images.com/JqiXq6eS5KxWOj5bMB0zEQ__square@2x/img/J1Zpyg4pVPrN7RrzF_58lHtTbKs=/150x150/filters:strip_icc()/pic2871037.png 2x" />

Tinha que colocar um jogo que habitualmente jogo com o miúdo. Não é o melhor, mas é aquele que ele pede mais para jogar.

Wavelength 

First Published 2019

Wavelength box coverhttps://cf.geekdo-images.com/z4fbPdmJg_5yphJEvql4ZA__square@2x/img/8nIEIcyGNZYxbaQAVwm1Z7nFrCE=/150x150/filters:strip_icc()/pic4552862.png 2x" />

Um party game muito, muito bom. Joga-se 2 minutos, discute-se 20.

Rallyman: GT 

First Published 2020

Final Box Arthttps://cf.geekdo-images.com/kbM9yrDsWSfN7O054urxlA__square@2x/img/wXz8B5sJDRaRSBhHifArDAaRp_g=/150x150/filters:strip_icc()/pic4350196.jpg 2x" />

Eu gostar de um jogo de carros de corrida? Pois, online é bestial e agora falta experimentar presencialmente.

O meu top 5 de jogos que

O meu top 5 de jogos que descobri em 2020

 

1 - Beyond the Sun

Uma excelente combinação de maiorias com uma tech tree que vai alargando as possibilidades de agir sobre os vários aspetos do jogo. Tudo neste neste jogo brilhante está no sítio certo: as regras simples, a arte minimalista, a interdependência perfeita entre os três tabuleiros: tech tree, tabuleiro de colonização e o tabuleiro individual de cada jogador.

Num tempo em que em que complexidade desnecessária passa por sofisticação, é refrescante alguém vir lembrar-nos da velha máxima de que a perfeição se atinge não quando já não há nada para acrescentar mas sim quando não há mais nada para tirar. O meu melhor jogo de 2020 e uma entrada direta no meu top 5 de sempre.

 

2 - Mage Knight

Sim, é um jogo com 10 anos. Mas a minha aversão ao tema da fantasia levou-me a evitá-lo durante este tempo todo. Quem perdeu fui eu. A narrativa dos cenários é bastante comum: explora-se o mundo do jogo para fortalecer uma personagem (quase sempre através de combates) até se enfrentar um boss final. Mas é a forma como isso é feito que é deliciosa, do deckbuilding com a miríade cartas que o jogo traz ao puzzle que é cada combate - sobretudo quando o jogo se aproxima do fim - tudo está feito com mão de mestre. A milhas, o melhor jogo solo que alguma vez joguei!

 

3 - The Search for Planet X

Um excelente jogo de dedução. Os jogadores estão numa corrida para localizar diferentes objetos celestes no tabuleiro, como planetas, cometas, asteróides e nuvens interestelares. Fazem-no submetendo "teorias" sobre o que está num determinado quadrante do tabuleiro, a partir de regras lógicas que vão descobrindo ao longo do jogo (p.ex. não há planetas em quadrantes adjacentes a cometas). Altamente recomendado!

 

4 - Red7

Chudyk pegou nos seus jogos anteriores e destilou-os até à sua essência. O resultado é um baralho de cartas com 7 naipes de 7 cartas e um jogo com uma única premissa: temos de ter o melhor conjunto de cartas na mesa à luz de uma dada regra em vigor (que pode ser ter a carta mais alta, ter mais cartas pares, ter mais naipes diferentes, etc.). Se não tivermos, temos duas hipóteses: morar o nosso conjunto; ou mudar a regra. De outra forma, estamos fora do jogo. É só isto. Não é o mais estratégico dos jogos, reconheço. Mas é simples, rápido - e imensamente divertido!

 

5 - Lorenzo, il Magnifico.

Os autores dos excelentes Egizia e Viagens de Marco Polo andavam a desiludir-me nos últimos tempos. Achei o Coimbra mediano e o confuso Barrage foi provavelmente a minha maior desilusão do ano de 2020. Mas depois reconciliei-me com esta bela mistura de worker placement e tableau building. O segredo do sucesso do jogo assenta no facto de os trabalhadores terem valores variáveis em cada turno, o que obriga a decisões difíceis - e muito interessantes - sobre o local e o momento da sua alocação.