Jogos novos para vós em Março de 2021

Retrato de Mallgur

Coloquem em resposta os jogos que jogaram pela primeira vez neste mês e as vossas opniões sobre os mesmos.

As ferramentas do Grimwold ajudam bastante a saber quais foram.

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

One card wonder

Olá!

Ora bem..

eu joguei pela primeira vez One card Wonder, um jogo que está no kickstarter. Fiz umas 3 partidas.

Um jogo rápido de recolher recursos, para depois construimos o nosso wonder. Temos de tirar os recursos do saco ou seja há sorte envolvida, e existem alguns recursos para a mitigar. Um jogo até 6 jogadores, o que me parece que ficará mais interessante com maior número de jogadores.

Prague isn’t just a city, but an entity of some kind.

Agora si, os jogos que realmente joguei pela primeira vez neste mês...

Prague isn’t just a city, but an entity of some kind. - Sezin Koehler

Praga Caput Regni - 1 partida

Publicado em 2020

Board Game: Praga Caput Regni

Este jogo tem um aspecto assustador... O tabuleiro é enorme, está pejado de ilustrações, ícones e símbolos. Num canto tem uma roda com pequenos pedaços de cartão com mais símbolos e ícones. algures a meio uma pequena ponte de cartão com mais pedacinhois de cartão e possivelmente duas construções de cartão que darão uma aspecto mais tridimensional às tabelas sobre as quais se pousam... Felizmente estes dois últimos não são necessários e jogámos sem eles.

Mas todo este aparato dá acesso a um jogo mecanicamente relativamente simples... No nosso turno escolhemos um dos tokens de acção da tal roda, fazemos uma das duas acções lá representadas, podendo receber um bónus especial conforme o local onde esse token estava com a rotação da roda (que acontece no fim do turno). E pronto, é isso. O enorme tabuleiro serve essencialmente para ir seguindo o progresso dos jogadores em várias áreas diferentes.

As acções são 6, se não me falha a memória e a sua potência pode ser aumentada se o quisermos e investirmos nisso.

Sim, porque as acções também estão representadas num espaço de cada jogador e, além disso, cada um tem também um tabuleiro pessoal onde também há coisas para ir marcando (essencialmente a capacidade produtiva)... Mais coisas para aumentar ao aspecto complexo do jogo.

Tudo faz algum sentido (mesmo a presença de ovos como material de construção) e em poucas rondas estamos à vontade com as opções disponíveis. E as decisões são interessantes... Existem várias formas de pontuar e vários caminhos para tentar chegar à vitória.

É um óptimo jogo. Parece mais instrincado do que realmente é e a razoável integração temática ajuda a fazer sentido das mecânicas e a procurar definir um caminho estratégico.

A repetir.

Nidavellir - 1 partida

Publicado em 2020

Board Game: Nidavellir

Um jogo de colecção de conjuntos de cartas com uma mecânica de leilão curiosa em que estamos limitados às "moedas" que possuímos mas podemos também aumentar o valor dessas mesmas moedas.

Gostei muito dessa parte do leilão e do upgrade das licitações possíveis, a parte do set-collection já não me agradou tanto pois forma aleatória como as cartas saem e, mais ainda, ficam combinadas nos grupos a leilão, pode ser muito ingrata e penalizadora.

Jogarei de novo se convidado mas não creio que seja daquelas que vou lembrar-me de pedir para jogar.

_

Não me irrita perder porque cada derrota ensina algo e torna a próxima vitória mais gratificante.