Como cativar um Clube de Magic?

Retrato de jrmariano

Nem toda a gente sabe mas eu mudei-me há uns tempos de Setúbal para Almeirim e fiquei um pouco surpreendido por aparentemente não haver gamers na zona de Santarém.

Contudo descobri há relativamente pouco tempo que existe um Clube de Jogadores de Magic: the Gathering em Santarém. No po
óster que anunciava a presença do Clube indicava também que se jogava Carcassonne e Risco!

Hoje visitei o sítio e falei com o responsável, bastante simpático por sinal, e estou a considerar levar uns jogos de tabuleiro, de cartas e de RPG para divulgar o hobby e arranjar potencial jogadores para as minhas jogatanas.

Que jogos sugerem que leve que possam atrair jogadores de Magic? Um Ticket to Ride? Um Werewolf? Um NetRunner? O Dungeon & Dragons?

E que tipo de aproximação? Algo mais formal com dia marcado e póster a anunciar o evento? Ou aparecer tipo penetra e chatear as pessoas até jogarem comigo? :)

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Hmm...

A primeira coisa que NÃO deves fazer é apresentar-lhes outro CCG (mesmo que já esteja extinto), a ùltima coisa que a maior parte dos jogadores de magic querem é outra "money sink", têm uma e já lhes basta.

Eu começaria mesmo por um jogo que não fosse um jogo de cartas para mostrar algo diferente do que já jogam.

Um ponto positivo é que normalmente são pessoas que percebem interacções complexas, portanto podes apresentar um jogo um pouco mais complexo que um gateway que provavelmente vão percebê-lo bem. (E eventualmente fazer comparações de certas regras com regras de Magic).

 

Tendo em conta o que vi na tua colecção, quase que me sinto doido ao ponto de dizer: "Mete-lhes o Arkham em cima da mesa e vê como reagem". É um jogo bonito com muitas peças (tem logo aquele factor "wow" a nível de apresentação) e é cooperativo. Ou seja por um lado é um jogo visualmente agradável como magic, mas por outro lado é diferente ao ponto de não haver competição entre os jogadores contudo como é um jogo que se pode prolongar bastante e em que o mais provável é perder-se o primeiro jogo se calhar é melhor não.

Quanto à apresentação, acho preferível combinares um dia e dizer que levas uns jogos para experimentarem, não necessariamente com poster, apenas um aviso para não pensarem que queres fazer "hijack" do grupo.

Sei que isto são na maior parte conselhos muito gerais, mas como (ex-)jogador de magic sinto que estes jogadores tanto podem inclinar-se para um lado como para o outro. Ou podem achar os jogos bastante originais em relação ao que jogam e ficarem logo "viciados" ou podem oferecer resistência por pensarem que estás a oferecer uma "metadona" para a "cocaína" deles.

--

Resposta rápida!

Acerca de outro CCG estava a pensar no NetRunner que é um jogo já extinto que só funciona bem (e é mesmo bom) com os dois baralhos iniciais (que representam duas facções em oposição). Aliás, se se adicionar mais cartas o jogo piora em jogabilidade.

Contudo compreendo perfeitamente a tua sugestão pois seria um pouco intrusivo da minha parte e já tive a minha conta de heresias num antigo clube de Magic onde aparecia regularmente para aí há uns 10 anos atrás.

Sim, procurei o Clube por já ter uma alta concentração de potenciais gamers com os cérebros treinados para jogos mais "sofisticados".

A minha colecção no BGG não está actualizada tanto que estava a pensar em levar o Ticket to Ride: Europa e o Mutant Chronicles Colletible Miniature Game (parece que alguém esteve interessado em Warhammer Fantasy, Warhammer 40k e Middle Earth Miniatures).

Também estava a pensar fazer algo mais informal tipo aparecer e pronto. "Show and tell, baby!"

Por acaso estava curioso com o teu potencial feedback porque associo-te a uma imagem que tenho de ti de um jogador de CCGs que também joga Boardgames (e qualquer dia RPGs se depender de mim!). Obrigado pelas sugestões e atenção.

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Santarém e Almeirim
ideonauta.wordpress.com - Viajando pelos mundos do RPG!

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG

Quero apontar antes de mais

Quero apontar antes de mais que lá por ter sido jogador de Magic não sou necessariamente o exemplo definitivo do que um jogador de Magic gosta ou não. Todos têm gostos diferentes e não é excepção um grupo de Magic.

No fundo a melhor dica que alguém te pode dar é: "Leva uns quantos jogos e vê pelos quais manifestam interesse." Se eles já jogam Carcassonne logo aí levares Carcassonne não é uma grande introdução. E sinceramente no meu caso o Ticket to Ride induz-me situações de narcolepsia.

Há outra razão pela qual não concordo com os gateway "levezinhos", no encontro de Bragança apareceu por lá um grupo não de magic mas de jogos de vídeo. Pessoal interessado nos RTS e afins (até mencionaram que jogavam bastante Risco) que foi puxado pelo cartaz com o Age of Empires (que infelizmente ninguém levou), como não havia o que eles queriam metemo-los a jogar Ticket to Ride. Apesar de eles até terem achado o jogo engraçadito não os impressionou. Porquê? Não era aquilo que eles queriam, apesar de serem novos no hobby queriam uma coisa mais complexa, porque já se consideravam "malta da pesada".

 

Quero também dizer que NÃO recomendei o Arkham, recomendei-o como ideia "maluca" que ou tem sucesso ou falha miseravelmente. E discordo bastante de lhes dar a conhecer jogos com muitas parecenças a Magic, para Magic já têm Magic que inclusive é muito bom jogo.

Sinceramente a minha introdução ao hobby foi um Twilight Imperium 1ª Edição seguido dum Puerto Rico. Foi uma entrada atribulada, pois apesar de gostar do tema do TI, o jogo era feiinho (estamos a falar da edição com peças de cartão) e prolongou-se tempo demais. Quando joguei Puerto Rico fiquei completamente admirado de jogar algo tão diferente do que já tinha jogado, com interacções completamente diferentes de Magic ou doutros jogos de tabuleiro que já tinha jogado (portanto os sempre célebres monopólios, Trivial Pursuit e afins) e o bichinho pouco a pouco lá foi nascendo.

Obviamente que minha experiência não é o El Dorado para meter na fotocopiadora e converter automaticamente jogadores de Magic, até porque nunca apresentei nenhum jogador de Magic ao hobby, mas lá que penso que há uns bons pontos a tirar daqui isso penso.

 

P.S.: Pombeiro, eu também era um jogador viciado em Magic e que não via outro tipo de jogos à frente, inclusive quando um dia na minha loja de jogos habitual vi habituais do Magic a jogar Carcassonne e YuGiOh fiquei surpreso e até com um bocado de receio que tudo se desviasse de Magic para aqueles jogos e todo o dinheiro que tivesse gastado em Magic ia pela sanita abaixo.

No entanto se achares jogadores como eu que questionam o gastar rios de dinheiro só para estar minimamente à altura dos outros, é muito fácil convertê-los, basta dizer que cada jogo daqueles é um jogo fechado e todos têm as mesmas hipóteses de ganhar independentemente da situação económica :p

--

Tiago escreveu: No fundo

Tiago escreveu:

No fundo a melhor dica que alguém te pode dar é: "Leva uns quantos jogos e vê pelos quais manifestam interesse." Se eles já jogam Carcassonne logo aí levares Carcassonne não é uma grande introdução. E sinceramente no meu caso o Ticket to Ride induz-me situações de narcolepsia.

Ate' concordo contigo ... a minha escolha fui entre os jogos do jrmariano. Com mais escolha provavelmente teria escolhido algo diferente ...

Citação:
No entanto se achares jogadores como eu que questionam o gastar rios de dinheiro só para estar minimamente à altura dos outros, é muito fácil convertê-los, basta dizer que cada jogo daqueles é um jogo fechado e todos têm as mesmas hipóteses de ganhar independentemente da situação económica :p

Pois, se tivesse sabido antes poupava um dinheirinho ...

Ciao!

Collection:

Sample of my collection, wanna play ?
<

dorakeen escreveu: Pois,

dorakeen escreveu:

Pois, se tivesse sabido antes poupava um dinheirinho ...

 

Por isso é que agora estou a vender tudo!! Claro que vendo cartas e gasto em jogos por isso já me pergunto se de facto estou a ganhar algo com isto :x

--

Nao concordo com a escolha

Nao concordo com a escolha do Arkham ...
1) porque e' cooperativivo e os jogadores de magic sao muitos competitivos
2) e' comprido demais, se alguem nao gostar va ficar no tedio por horas e nunca mais va querer jogar um boardgame qualquer

Na tua collecao TtR e Carcassone, ihmo, sao a melhor escolha ...

Ciao!

Collection:

Sample of my collection, wanna play ?
<

magia: a reunião

Depende bastante de qual é o contexto deste clube. É uma loja/café ou uma associação recreativa?

jrmariano escreveu:
Que jogos sugerem que leve que possam atrair jogadores de Magic? Um Ticket to Ride? Um Werewolf? Um NetRunner? O Dungeon & Dragons? E que tipo de aproximação? Algo mais formal com dia marcado e poster a anunciar o evento? Ou aparecer tipo penetra e chatear as pessoas até jogarem comigo? :)

Leva sempre o Ticket e o Werewolf, mas não vale a pena tentares o NetRunner (apesar de ser dos melhores CCGs de sempre). Também podes levar o kit de D&D para tentar uma introdução aos RPGs. Se conheceres e puderes adaptar o ambiente de Dominaria (o setting base de Magic), eles facilmente experimentam uma primeira sessão.

Dominion

Se esse não os cativar......

Por norma o pessoal que se dedica a um só jogo é por norma pessoal com palas, só vêm aquele jogo e nada mais ... ou olham para os outros todos como fillers LOL

Dizes que já jogam outras coisas, pode ser que estejas com sorte, como o Tiago diz leva-lhes o Arkham, mas junta na bagagem o Dune e o TtR.

Se precisares de uma ajuda apita, e combina-se uma comitiva para um fim-de-semana destes ir aí dar-te uma ajuda!! :D

Últimas jogatinas:

Negating the unforeseeable is utterly unrealistic, and scrambling to deal with problems is indeed a game skill.

hmm...

Por acaso acho que depende bastante. Serão jogadores de magic, do género miúdos ainda novitos, meio irritantezitos que só pensam em "ganhar", "ganhar", "ganhar". Ou se já é um leque mais crescidinho...

Se tivermos a falar de um leque mais crescidinho tenho a ideia que D&D (qualquer coisa no seu geral, com setting de fantasia) funciona muito bem com certos jogadores de magic. Atrevia-me mesmo a fazer-lhes uma demo, já que tens tanta prática com RPG's.

Um werewolf também é capaz de funcionar bem..

Tudo o que tenha backstab é capaz de funcionar bem=X

E sim, CCG's esquece. Eles já elegeram magic como o melhor, vão achar todos os outros maus.

CardGames só mesmo o Dominion, porque tem "aquela coisa" de se construir um deck.

 

 

 

 

Actualização

Obrigado a todos pelo excelente feedback e prontidão de resposta. É mesmo reconfortante ter uma comunidade activa, interessada, célere e com ideias. :)

Já falei com mais um dos responsáveis e já posso dar mais detalhes sobre a situação:

- O Clube situa-se numa sociedade recreativa e está aberto todos os dias das 17h às 22h com excepção da terça em que está fechado e abre logo às 15h aos fins-de-semanas.

- Os organizadores são uns tipos mais velhos que tinham jogado Magic há uns largos anos e que agora voltaram e decidiram fundar uma comunidade para jogarem mais e melhor.

- O clube nem um mês tem mas quando lá fui (uma quarta-feira às 18h) apanhei logo uns dois carolas mais para o jovem adulto que pareceram conhecer mais jogos, nomeadamente Warhammer, mas que já me queriam comprar cartas que nem tenho. Parece-me que tem alguma adesão pelas fotografias que vi no blogue do Clube em https://clubedemagicdesantarem.blogspot.com/

- Os organizadores foram simpáticos e receptivos o suficiente para me convidarem para aparecer já este sábado a uma apresentação de uma nova edição porque estará lá bastante gente para jogar e conhecer outros jogos. Inclusive querem já que eu mande uma lista de jogos para fazerem um póster e pareceram interessados até em experimentar outros CCGs.

- Referi também o AbreoJogo, a LeiriaCon e a possibilidade de aparecer por cá uma equipa de divulgadores entusiasta a que me responderam que têm um salão bem maior do que aquele que eu vi à disposição (SantaCon?!). :D

Tenho é pena de não ter uma colecção maior de Boardgames mas em termos de RPG tenho alguma escolha e o D&D parece-me a primeira!

Concordo com Arkham só para depois e um Dune só se encontrar alguns dunófilos.

O Tsuro parece-me demasiado elementar e o Coloretto e os Exploradores talvez demasiado rápidos.

Apostava no Ticket to Ride: Europa, no Vampire: Dark Influences, Mutant Chronicles Colectible Miniature Game e no D&D por serem uma escolha diversificada. Como lá já têm disponível o Caracassonne talvez me ponha a jogá-lo mas na variante das 3 peças na mão de cada vez pois parece-me mais estimulante para este perfil de jogadores.

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Santarém e Almeirim
ideonauta.wordpress.com - Viajando pelos mundos do RPG!

sopadorpg.wordpress.com - Um roleplayer entre Setúbal e Almeirim
Ludonautas Podcast - Viajando, sem nos movermos, pelos mundos do RPG