Tagmar 2

Retrato de Marcelo_Rodrigues

HISTÓRIA

Nascido em 1991 com o honroso título de “1º RPG Brasileiro”, Tagmar, publicado então pela GSA foi o primeiro produto brasileiro para um mercado que ainda iria se formar. Tagmar foi um RPG típico do inicio dos anos 90, mas trazia uma série de novidades sendo que a principal era ter tudo que um RPG precisava em um único livro; regras, ambientação, magias, criaturas e uma aventura pronta. Na época, os RPG eram importados e era necessário ter vários livros para jogá-los. Devido a estas características, que incluíam novas idéias, como por exemplo, o inédito conceito da Energia Heróica; em pouco tempo, o Tagmar se tornou um sucesso, reunindo um grande número de fãs. Este sucesso perdurou até quase o fim dos anos 90, quando em 1997 a editora GSA fechou. Sem uma editora para dar continuidade o Tagmar ficou estagnado. Até que...

O Renascimento

Manual de RegrasEm setembro de 2004, os autores do RPG Tagmar se reuniram, e em uma decisão histórica, decidiram liberar os direitos comerciais do RPG, desde que não fosse para fins lucrativos... Com esta resolução em mãos, um grupo de pessoas se reuniu e decidiu criar uma nova versão do Tagmar... Nascia assim o Projeto Tagmar 2.

Este projeto foi criado seguindo os moldes dos projetos Open Source usados para desenvolvimento de software. Neste tipo de projeto os produtos são criados/evoluídos através de trabalho voluntário e utilizam uma licença especial na qual todo material gerado é de domínio público. Usando esta organização, o Projeto Tagmar 2 foi concebido com dois grandes objetivos:

1°) Criar uma nova versão do RPG Tagmar que seja moderna, atualizada e expandida.
2°) Criar um RPG de nível profissional que seja 100% gratuito (para fins não comerciais) e possa ser baixado diretamente da Internet!

Tagmar foi um excelente RPG no inicio dos anos 90, mas infelizmente ele não acompanhou a evolução dos outros RPGs. No inicio do projeto foi feita uma grande pesquisa que resultou em um plano de trabalho com muitas idéias a serem desenvolvidas. Após um ano de trabalho o projeto finalmente chegou ao término com o lançamento do Tagmar 2.0 em set/05, que tinha como principal ênfase a atualização das regras.Agora, em março de 2006, ficou pronta a versão 2.1 que além de mais algumas novidades na parte de regas, traz a tão esperada ambientação expandida, com o lançamento do Livro dos Reinos.

O Cenário

Livro dos ReinosO cenário do Tagmar segue a linha Tolkiniana, ambientada em uma terra de fantásticas raças, poderosas criaturas e incríveis magias, com suas história, folclores e lendas. Sua tecnologia é baseada na Idade Média européia, embora contenha elementos de diversas épocas e culturas, anteriores e posteriores, o que traz uma maior diversificação e possibilidades para aventuras. O cenário de Tagmar apresenta um mundo diferente de muitos outros RPGs, um mundo repleto de...

Realismo

Não é Hi-Fantasy, ou seja, não possui a mesma profusão de magias que ocorre em outros cenários. Não existem barcos voadores, ilhas ou castelos flutuando sobre nossas cabeças. Nele itens mágicos são raros e dificílimos de encontrar, além de cada um possuir sua própria história, sua própria lenda. Fato que os transforma em objetos únicos, dá ao mundo uma maior verossimilhança e abre um leque de infinitas possibilidades para aventuras. Não há em Tagmar uma mistura incoerente de raças. As culturas selvagens são tratadas como tal, e vice-versa. Isso faz com que não existam situações que façam o jogo parecer com as famosas tabernas do filme StarWars©, de George Lucas.

Mistérios

É um mundo cheio de mistérios. Todos os textos de ambientação estão repletos de ganchos, lacunas e locais fantásticos, que dão inúmeras oportunidades aos mestres desenvolverem suas aventuras. A proposta da ambientação é deixar os mestres de jogo livre para criação, dando o máximo de sugestões e idéias para inúmeras aventuras.

Consistência

É muito bem estruturado. Com o Livro dos Reinos foi feita toda uma estruturação cronológica que explica a evolução dos reinos até a presente dada; há uma história pregressa que ajuda a situar os personagem num contexto mais realístico e está bem dividido em regiões iconográficas permitindo inúmeras aventuras de diversos tipos.

Detalhamento

Os reinos foram todos bem detalhados. O Livro dos Reinos possui cerca de 150 páginas, descrevendo as principais informações de cada região, como história, governo, cidades, intrigas, mapas, brasões etc. Todo o que os jogadores precisam saber sobre o mundo no qual farão história. Mas o nível de detalhamento foi balanceado para que não fosso exageradamente detalhado (que mataria a criatividade e oportunidades) e nem simplista de mais (o que forçaria o mestre a criar tudo).

Quem é o Herói?

Apesar de tudo isso, talvez a maior riqueza que o mundo de Tagmar possa ter e que mantém a fidelidade de inúmeros jogadores das mais variadas faixas-etárias, seja o fato de que, em Tagmar, os personagens dos jogadores são os heróis. No Tagmar, todos os grandes heróis são do passado, e o papel dos novos heróis cabe aos PJs. Não existem aqueles PdMs poderosos que todos idolatram. Isto permite colocar os aventureiros como os protagonistas e não como meros coadjuvantes. Em Tagmar, os personagens dos jogadores são os únicos e verdadeiros heróis, aqueles cujos nomes todos conhecerão e respeitarão, responsáveis por façanhas dignas de ecoar por toda a história.

O Sistema

Ao contrário do que muitos esperavam o novo Tagmar – chamado agora de “Tagmar 2” – não adotou o sistema D20. Muitos acharam que era uma atitude contra a tendência do mercado, mas o motivo de se fazer uma atualização do sistema ao invés de adotar a pseudo “licença‑aberta” da Wizard, foi bem simples: o projeto Tagmar 2 foi concebido pelos fãs deste RPG e eles desejavam que as regras fossem melhoradas e não simplesmente  abandonadas. O trabalho de atualização obteve um bom resultado e hoje podemos dizer que o sistema, sem sombra de dúvida, é um RPG  de nível profissional, e não deixa nada  a desejar  aos mais modernos sistemas da atualidade. Pode-se classificá-lo como um sistema fácil e dinâmico, sem ser simplista.

A geração de personagem (que foi uma das grandes mudanças) agora é feita por um sistema de pontos, podendo-se construir um personagem rapidamente.

O uso de habilidades (perícias, proficiências) é bem diferente de alguns sistemas do mercado. No Tagmar os testes são mais subjetivos e são classificados em níveis de dificuldade, que variam de acordo com a situação. Isto evita ficar consultando tabelas de modificadores e de se ficar fazendo contas durante o jogo.

O sistema de combate é um grande diferencial do sistema, pois é nele que surge o uso da famosa tabela colorida. A existência da tabela foi mantida, pois ela permite criar um equilíbrio de poder que impede  situações esdrúxulas  como as que existem em outros RPGs, onde se cria um abismo de poder. Isto aparece em vários RPGs na famosa frase “você só erra com 1 e o oponente só acerta com 20“. No Tagmar, mesmo no pior caso um oponente sempre tem pelo menos 30% de chance de acertar. Isto pode parecer pouco, mas faz com que os oponentes sejam sempre temidos. Outro aspecto é o sistema de críticos, que sempre é um ponto alto de emoção do jogo, onde com um único golpe se tem a chance de se derrotar personagens e criaturas poderosos.

Tabela de Resolução

Outros pontos importantes do sistema de combate são a simplicidade e a rapidez, pois num único rolamento são decididos o acerto/erro e o dano. A Energia Heróica, hoje já existente em muitos outros RPGs, é um grande diferencial, pois evita os absurdos de jogos como o famoso “-mestre, quanto tomo de dano se me jogar no abismo? Só 100?! Ta bom, eu pulo pois tenho 101 pontos!”. A separação dos pontos de vida em duas energias (Energia Física e Energia Heróica) foi uma grande sacada, que resolve uma serie de situações absurdas que povoam as mesas de jogo.

Um outro ponto forte do jogo, com certeza é o sistema de magia, que funciona por pontos e não sofreu mudanças na atualização, pois ele já era bem eficaz. Na nova versão houve apenas a correção e re-equilíbrio de algumas magias e o acréscimo de um bom numero de novos encantos. O Tagmar 2 conta agora com mais de 200 magias, que com até 6 efeitos cada uma, perfazem um total de efeitos que ultrapassa a casa do milhar.

E o futuro do Tagmar?

Após o lançamento do Tagmar 2.0, foi tomada a decisão de tornar o cenário do Tagmar acessíveis aos amantes de outros sistemas. Esta iniciativa foi agora coroada com o lançamento no XIV EIRPG do Tagmar-Daemon, que é a versão do Tagmar para o sistema daemon. O projeto prossegue e agora poderão surgir versões do Tagmar para outros sistemas. Esta é uma grande iniciativa, pois como todo material do Tagmar é licenciado de forma gratuita e aberto, cada vez que se lançar um complemento ele estará automaticamente disponível para ser adaptado para qualquer sistema. Este é o caso das aventuras prontas e do Livro de Criaturas, que já se encontram em adaptação para o Tagmar-daemon. O projeto Tagmar 2 é mantido pela força da colaboração voluntária, e a disponibilização para vários sistemas com certeza deverá aumentar a base de material produzido.

Criação Coletiva?

Um aspecto importante é que o Tagmar 2 é um RPG feito por quem o joga. Todo trabalho é realizado por pessoas de todo Brasil que através da Internet desenvolvem todos os trabalhos. Por incrível que pareça todo material é desenvolvido através de um processo de criação coletiva, na qual os trabalhos são designados a voluntários que realizam as tarefas previamente estabelecidas pelos coordenadores e pelo próprio grupo. Após cada trabalho concluído, ele é submetido ao grupo que então discute e faz críticas e sugestões. Em seguida  os trabalhos são ajustados com base nas sugestões dadas e finalmente vão ao processo de votação. Somente então após ser votado é que o trabalho é incorporado oficialmente ao Tagmar 2. O projeto Tagmar 2 é baseado em preceitos democráticos!

O mais interessante é que qualquer um pode entrar para o projeto para colaborar. Todos são bem aceitos, desde aqueles que entram apenas para dar sugestões e participar das discussões internas como aqueles que põem a mão na massa e desenvolvem os textos de regras, ambientação, criaturas, aventura, e contos. A inscrição no projeto é simples (e de graça) sendo que os detalhes podem ser visto em http://www.tagmar2.com.br/ComoParticipar.htm

Como todos podem ver, Tagmar agora é um RPG moderno, completo e acima de tudo: DE GRAÇA! Visite nossa home page (http://www.tagmar2.com.br/ ) e não perca a oportunidade de jogar esse excelente RPG...

 

Material Atual Disponível para Tagmar

Tagmar é um RPG bem completo e em constante melhoria. A lista atual disponível para download gratuito (http://www.tagmar2.com.br/DownLoadTagmar2.htm) é bem expressiva:

 Material Básico (sistema Tagmar 2)
o         Tagmar2 - Manual de Regras 
o         Livro de Introdução a Ambientação
o         Guia de Magias para Principiantes
o         Ficha do Personagem
o         Tabelas de Resolução

 Material Básico (sistema Daemon)
o         Tagmar Daemon - Módulo Básico  

Material Adicional (sistema Tagmar 2)
o         Guia Rápido de Criação de Personagem
o         Livro de Magias
o         Livro de Criaturas
o         Guia do Colégio Necromântico
o         Guia do Colégio das Ilusões
o         Guia do Colégio do Elemental
o         Guia do Colégio Naturalista
o         Guia do Colégio Alquímico
o         Guia do Colégio do Conhecimento
o         Livro de Atualizações do Tagmar 2.1/2.0  

Aventuras Prontas (sistema Tagmar 2)
o         Aventura Pronta 1 - O Casamento
o         Aventura Pronta 2 - O Arado de Ouro
o         Aventura Pronta 3 - A Ilha dos Corvos
o         Aventura Pronta 4 – A Fronteira  

Ambientação (independente de sistema)
o         Livro dos Reinos
o         Conto - Uma Noite para ser Esquecida (parte1 /parte 2)
o         Conto - Príncipe do Gelo
o         Conto - Arnach Ronan Baromir
o         Mapa Geral