Advanced Squad Leader (ASL)

Retrato de kabukiman
ASL 2a Edição - Livro de Regras

É um jogo sobre a segunda guerra mundial. Os jogadores jogam companhias (no máximo 200 homens normalmente menos); existem piões que representa uma squad (7 a 15 homens conforme o país), uma meia squad, oficiais, veículos, armamento pesado, etc, etc. Joga-se em mapas de cartão com hexágono, que representam diferentes tipos de terreno e seu relevo(no cado de uma cidade, terás casas e respectivos quartos, estradas, edifícios públicos, etc), podendo-se combinar os mapas (os mapas do mesmo tipo de terreno são sempre compatíveis). 

Começando pelas regras: é um grosso volume (unicamente texto, os piões tem de ser adquiridos num dos módulos) com diversos capítulos: apenas, o primeiro é necessário para se começar a jogar (e como já ouvi outros dizer, apenas 10% é fundamental). Existem regras para movimento, tiro (diversas tabelas), e depois montes de precisões para todas as situações que se possam imaginar em conflito (as consequências das balas perdidas, o que fazer quando um veículo encrava numa trincheira, os efeitos do fumo nos homens, etc). Esta precisão e rigor tornam-se a força e a fraqueza do jogo, pois se não são fundamentais, elas podem de qualquer modo tornar-se facilmente aborrecidas para um novato. Depois nos outros capítulos, temos regras para o terreno, artilharia, veículos, a ordem de batalha do exército alemão e soviético, como criar cenários e um resumo das regras que é mais confuso do que as regras em sí (na minha opinião)…

Para além das regras é preciso comprar um módulo do jogo propriamente dito: creio que o melhor é o “Beyond Valour”, pois contém os exércitos soviéticos e alemães. Temos aqui incluídos piões para jogar a esmagadora das situações na frente de leste de 1941-45 (desde tropas recrutas a SS ou guardas vermelhos, passando por T-34, Tigres, etc). Estão presentes 4 mapas de terreno urbano (uma vila ou cidade de média dimensão; também está incluído o exército finlandês e 10 cenários (de que apenas 4 se podem jogar com esta caixa, os outros exigem mapas que estão em outros módulos) que vão desde Barbarossa, até à queda de Berlim. A segunda edição de Beyond Valour (eu tenho a primeira) continha um módulo de bónus Red Barricads, que tinha mapas e piões para se jogar… em Estalinegrado! Continha uma série de veículos modificados e tropas especiais, os mapas (feitos a partir do que se conseguiu reconstituir do terreno) para se jogar nessa grande cidade (que dá para utilizar para qualquer outra grande cidade), diversos cenários e regras para se jogar em campanha.

Os restantes módulos tem uma desvantagem: representam normalmente o exército de uma nação, o que significa que se se quiser jogar, tem de se adquirir 2 módulos (Beyond Valour tem a vantagem de ter 2 exércitos). Eu tenho os seguintes: Partisan- ao contrário do que o nome indica, contém as tropas de aliados do eixo (búlgaros, romenos), devendo-se utilizar as tropas mais fracas soviéticas do beyond valour para usar como partisans; ainda contém 2 mapas que representam terreno desabitado na Europa (basicamente floresta, com um par de caminhos e de casas) e alguns cenários.

Hollow Legions- O exército italiano, com tropas equipamento desde os tempos da guerra civil de Espanha, até à república de Saló. Representa um bom desafio, pois apesar do exército em sí ser medíocre, o jogador não deverá ser tão mau como era o Alto-Comando italiano; ainda estão presentes 2 mapas (de deserto), a ordem de batalha italiana e 8 cenários.

Croix de Guerre- Os franceses. Contém o habitual (desde 1939, até Vichy e a França livre, com montes de equipamentos, emprestados dos alemães e aliados respectivamente), e mapas de terreno urbano.

Ainda existe uma outra meia dúzia de módulos para outras nações (americanos, japoneses), e módulos que representam operações específicas (ofensiva nas ardenas em 1944), e mesmo um módulo solitário.

Eu gosto bastante deste jogo, embora o tempo que se demore (no mínimo umas 3 horas) e o (des)conhecimento das regras possa ser algo desmotivante.  

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Epá... eu há alguns anos

Epá... eu há alguns anos fui aí ao Porto, para um Fantasporto, e fui encontrar-me com um fã da série de jogos de estratégia da FASA Renegade Legion, com quem troquei um livro que tinha mais. Não me recordo do nome dele.

Encontrei-me com ele na Devir Porto, onde estava a jogar ASL com um amigo (ou amigos). Será que estavas lá? :)

Talvez, joguei algumas

Talvez, joguei algumas vezes ASL na Devir Porto. TInha esperança que isso contagiasse mais pessoal, mas não resultou.

 

 

" Robot durante o dia, vegetal durante a noite"

Infelizmente o problema é o tempo...

É de facto um jogo genial, infelizmente acaba por ser um jogo quase monopolista em relação aos outros jogos devido à complexidade das regras. Já fui um grande víciado de Squad Leader, mas infelizmente quando surgiu o ASL, foram demasiadas mudanças, demasiado de repente, para além disso nada de introdução gradual (ao invês do que foi feito no SL).

Pode ser que os módulos de iniciação (starter Kits) que estão agora a sair voltem a dar vida a isto, ou pelo menos, não seja uma coisa tão violenta para um rookie.

Uma boa forma de se encontrar uma larga comunidade é visitarem o site do ASL online. Os jogadores são mais que muitos e acolhem muito bem os recem chegados www.vasl.org