For Sale

Retrato de MGBM

E mais uma review na série de fillers. Desta vez vou falar de um filler que muitos consideram ser o supra-sumo dos fillers, o melhor filler alguma vez feito. For Sale.

For Sale é um jogo que foi produzido pela já extinta Uberplay e que vai ser reprinted pela FRED Distribution no futuro. Este jogo tem como tema a compra e venda de casas. O jogo está dividido em 2 fases, na primeira os jogadores usam o seu dinheiro limitado para comprar casas de valores que vão de 1 a 30. Na segunda fase usamos essas casas que comprámos para comprar cheques de valores que vão de 0 a 15000. No final quem tiver mais dinheiro, o dinheiro que sobrou da primeira fase mais os cheques, ganha.

A apresentação deste jogo é típica das small box da Uberplay, muito boa. O manual é pequeno e claro com uma organização muito boa. As regras em si são extremamente fáceis de entender e de ensinar. Os componentes são bons, as cartas são de boa qualidade embora possam se dobrar facilmente e as moedas são tokens de cartão sólido. O insert é perfeito embora apesar de a caixa ser pequena ela poderia ser ainda mais pequena, há muito ar na caixa assim por dizer. A arte nas cartas é muito boa com toques de humor, o que ajuda a aligeirar o ambiente de jogo. Em suma, uma apresentação muito acima da média do que se vê tanto em fillers como em jogos grandes. Um bom exemplo que como tornar um filler atractivo.

O tema até pega bem para um filler. Apesar de o jogo ser basicamente abstracto, quem diz comprar casas diz comprar formigas de estimação, uma pessoa até se sente um bocadinho como um agente imobiliário a comprar e depois a vender as casas. Claro está que no fim o tema é colado a cuspo e pega mal, mas como isto é um filler que se joga em 15 minutos o tema faz o seu devido papel e os jogadores só ganham com isso.

A sorte deste jogo está somente restrita à sorte das cartas. Dois baralhos, primeiro o das casas e depois o dos cheques, são baralhados portanto estamos dependentes do que sai nas cartas. Mas como é um jogo de leilão a sorte é bastante mitigada pelo que queremos dar por uma casa ou não. Adicionando a regra de que tanto na compra como na venda das casas todos os jogadores levam sempre algo e a sorte torna-se o motor principal da variedade e longevidade do jogo. Como tal considero a sorte neste filler como a típica sorte encontrada em jogos de leilão como o Modern Art ou o Ra.

A estratégia e táctica deste jogo é o que separa de todos os outros fillers. O jogo é incrivelmente táctico e com bastantes estratégias apesar do elemento de sorte prevalecente. Um jogador tem que saber no que deve apostar e quando guardar o dinheiro para outras alturas. Como a informação de quem ganhou o quê é aberta os jogadores tem que saber pesar os prós e contras de fazer um lance para ganhar a casa mais valiosa no turno presente ou esperar por uma casa melhor em que poucos façam uma licitação. A estratégia neste jogo poderá parecer ilusória, pois afinal o jogo é dependente da sorte e não sabemos o que vai sair a seguir, mas apesar disto torna-se um jogo de probabilidades e de saber ler os adversários com um pouco de bluff à mistura. A vertente estratégica neste jogo é bem mais forte do que a maioria dos fillers no mercado, o que já é dizer muito sobre este pequeno jogo. Somado a isto temos a forte presença táctica que também molda os planos do jogador. O jogo torna-se num equilíbrio entre táctica e estratégia, entre apostar num plano de curto prazo ou de longo prazo, entre jogar para arriscar ou jogar cuidadosamente. Nisto este filler está muito acima de quase todos os fillers no mercado.

A interacção no jogo é relativamente média. Sendo um jogo de leilão puro o que fazemos tem impacto em todos os outros adversários, mas fora o leilão não há outra maneira de influenciar o adversário. Mas como este jogo é somente dois leilões e nada mais no meio também não se pode esperar grande coisa. Dito isto este jogo tem uma interacção entre jogadores muito elevada para um filler.

Um lightweight filler, sem dúvida, mas um lightweight com mais peso que outros da sua categoria, talvez até um Heavy Lightweight. Apesar de se jogar rapidamente, 15 minutos em média, não se pode jogar desmedidamente sem se pensar nas consequências. Neste jogo o jogador é obrigado a fazer decisões a todos os turnos, decisões essas que por vezes poderão ser difíceis de tomar.

Felizmente isso não atrasa o jogo e o downtime neste filler é mínimo, tal como a analysis paralysis. É um jogo que se joga rapidamente e a um ritmo rápido sem chegar a ser frenético. O tempo de jogo é perfeito, nem demora mais tempo do que deve nem acaba cedo demais.

A longevidade deste jogo é incrivelmente alta para um filler. Devido às suas facetas estratégicas este jogo torna-se muito mais apelativo que a maioria dos fillers.

Outra vantagem é ser óptimo para introduzir a novatos. É certamente muito melhor que, por exemplo, o Sushizock im Gockelwok mas não é tão bom como o Diamant. A sua simplicidade ajuda muito mas poderá ser complexo demais para novatos que nunca jogaram a nenhum boardgame. Só isto diz muito do jogo, um filler complexo demais para novatos. O meu sucesso com este jogo tem sido misto, alguns adoram outros nem por isso. O Diamant é a melhor escolha para introdução a novatos em termos de fillers na minha opinião.

O visual do jogo é simples e colorido. Sendo um jogo de cartas nunca irá atrair a atenção de muita gente excepto talvez se tiverem os 6 jogadores a jogarem, o que por si só já atrai a atenção. Mas o jogo em si é pequeno demais para ser alvo das atenções.

Outro pormenor excelente deste jogo é que é excelente a jogar-se com qualquer número de jogadores, de 3 a 6. Faz um scale muito bom, de facto faz dos melhores scales que alguma vez vi em boardgames.

E prontos.

For Sale é um filler único. Com a sua dose de estratégia este filler irá ser jogado por jogadores que gostem de jogos pesados e que queiram jogar um filler entre jogos.

Para mim este filler é divertido, muito divertido de facto. Não é o meu preferido, esse título cabe ao Diamant, mas está próximo de se tornar o meu segundo filler favorito. A qualidade de produção é excelente e felizmente também o nível de divertimento o é. Poderá puxar mais pela cabeça dos jogadores mas a maior interacção neste jogo ajuda a criar uma experiência de jogo muito boa, principalmente com 5 ou 6 jogadores.

Um filler que é mais vocacionado para aqueles que queiram fillers rápidos mas com mais peso do que a maioria dos fillers ou que tenham um grupo de jogo grande. Um filler que recomendo vivamente e que merece a reputação que tem no BGG. Um excelente jogo. Arranjem-no enquanto puderem pois realmente vale a pena.

15 de 20

http://www.boardgamegeek.com/boardgame/172