Saqueando a América 2005 - Parte 2

Tal como disse no post anterior, hoje era dia do meu outro irmão, o João, regressar dos EUA. Com ele chegou o resto da tralha de que eu comprei online durante os últimos sete meses e que mandei entregar em casa dele. Assim ele trouxe-os na bagagem e eu evitei pagar portes de envio exorbitantes e taxas alfandegárias que podem ser um verdadeiro roubo.

A remessa que o João me trazia era toda ela de boardgames:

Saque de Boardgames!

Desta vez não se trata de material em segunda-mão, é mesmo tudo novinho em folha. Cá em Portugal, cada um destes jogos (excepto a expansão do jogo do Lord of the Rings, que é metade do preço dos outros, e do Europe Engulfed, que é o dobro) vende-se de 50-60 Euros para cima. Mandando vir de Inglaterra, das minhas lojas favoritas, o preço é bastante semelhante. A melhor alternativa era encomendar os jogos ao Phillip Moringer, onde sempre poupava uns tantos Euros, mas mesmo assim cada boardgame continua a custar os olhos da cara.

Mas sabem quanto custam estes jogos nos EUA, nas lojas da especialidade, onde se fazem descontos brutais? 30 dólares cada um, mais dólar menos dólar, e com portes de envio bastante baixos ou até gratuitos para encomendas grandes. Tendo em conta que o dólar vale significativamente menos que o Euro (e ainda valia menos na altura que fiz as compras), cada jogo deve custar 40% do preço que normalmente se pratica na Europa. Isso quer dizer que o dinheiro que gasto para comprar cá 2 jogos, dá-me para comprar nos EUA 5 jogos!

De maneira que não demorei muito tempo a tomar uma decisão. Abri os cordões à bolsa e lá fiz duas grandes encomendas na loja http://www.thoughthammer.com/ que me pareceu honesta e respeitável. Foi assim um grande rombo nas finanças, mas tendo em conta que isto é suposto serem as compras para pelo menos um ano inteiro, representa uma gigantesca poupança a longo-prazo. Consegui comprar quase todos os jogos que mais queria experimentar; há ainda outros tantos que adorava possuir, mas com tanta coisa nova e com a Diana na minha vida, estes jogos ainda vão durar muuuuuito tempo (ainda por cima, vai ser difícil arranjar alguém que queira experimentar os wargames comigo). Mas pronto, os meus irmãos ainda têm vários anos de mestrado nos EUA pela frente, portanto vai haver muitas outras oportunidades para alargar a colecção, se houver dinheiro em abundância, e tempo livre para jogar coisas novas.

AnexoTamanho
saque2.jpg37.39 KB

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Nice

Lojas como a Funagain.com vendem boardgames tao baratos que seria tentador mandar vir de la se nao fosse pelo facto de se pagar imposto quando chegasse a Portugal a encomenda. O melhor é mesmo o Phillip.

O Shadows Over Camelot é o novo hit da comunidade de boardgames, toda a gente fala bem do jogo, toda a gente o quer.

O Memoir'44 é um boardgame lindo, uma iniciaçao aos wargames e vale mesmo a pena ter o jogo.

O Mistery of the Abbey é o Clue com esteroides. O melhor boardgame do genero de facto.

---- Behold the pain and sorrow of the world, Dream of a place away from this nightmare. Give us love and unity, under the heart of night. O Death, come near us, and give us life!

Re: Nice

O Shadows Over Camelot parece-me fácil de impingir. Ainda nem abri a caixa e não sei se as regras são complicadas, mas pelo menos o people delirou com o jogo colaborativo Lord of the Rings, portanto... além disso, com um traidor para descobrir a coisa é muito mais interessante.

O Mistério da Abadia é que devo experimentar já este fim-de-semana. As regras são minímas, e parece altamente interessante!

Já o Memoir'44 é que não faço ideia com quem jogar... ainda. Talvez o Jota? Ele na nossa juventude também delirava com assuntos militares e tal. :)

Então e para o "Betrayal", não há uma palavra amiga? :)

Bem, para o Betrayal so

Bem, para o Betrayal so posso dizer que muita gente nao acha o boardgame interessante. Nao parece ser la muito bom infelizmente.

---- Behold the pain and sorrow of the world, Dream of a place away from this nightmare. Give us love and unity, under the heart of night. O Death, come near us, and give us life!

Memoir '44

ricmadeira escreveu:

Já o Memoir '44 é que não faço ideia com quem jogar... ainda. Talvez o Jota? Ele na nossa juventude também delirava com assuntos militares e tal. :)

Eu sou um grande fã do Memoir '44! Não é bem um wargame; é algo entre wargame e boardgame - sim, tens um tabuleiro com unidades mas não podes fazer o que te apetece com elas, tens que usar cartas com ordens (uma mão de 4-5 cartas sacadas aleatóriamente) para conseguires levar a tua avante.

O jogo joga-se muito bem numa hora, com 2 jogadores, e costumamos jogar uma batalha 2 vezes em que cada um toma o lugar dos Aliados e dos Alemães. É um dos meus "gap-fillers" favoritos - para quando alguém chega com o proverbial atraso Lusitano para uma sessão de Ideology ou RPGs :)

Por isso sim, qdo quiseres jogar Memoir '44 avisa!

JP

Re: Memoir '44

jpn escreveu:

Por isso sim, qdo quiseres jogar Memoir '44 avisa!

Agora que já li e experimentei as regras e que não precisas de me explicar tudo desde o princípio, podemos fazer umas jogatanas! O meu novo emprego permite-me ficar muito mais tempo na cama de manhã, e eu ultimamente tenho-me deitado tarde, para ficar com a Dianinha enquanto a mãe dorme umas horitas em descanso total. Por isso, uma noite destas que te apeteça, telefona e aparece e fazemos uma jogatana disto.

I'm in...

Pá, ensina-me as regras e a gente joga um dia destes. Se envolve estratégia eu sou uma nódoa, mas não faz mal porque me divirto na mesma ;)

___
A Mestrar: Amber Diceless
A Jogar: Vampire: the Masquerade (PBEM e Tabletop), PTA (Dirtside + Knight Six)

___
A Mestrar: (népia)
A Jogar: PTA (Dirtside III)

Re: I'm in...

Eowyn escreveu:

Pá, ensina-me as regras e a gente joga um dia destes. Se envolve estratégia eu sou uma nódoa, mas não faz mal porque me divirto na mesma ;)

Para ter companhia num jogo destes, faço tudo! Se tiveres curiosidade, podes ir dando uma olhada nas regras, que estão disponíveis num belíssimo PDF aqui (no site oficial www.memoir44.com). Senão, aquilo explica-se muito bem rapidamente.

Memoir 44

Joguei o Memoir um par de vezes. Ele não é um wargame, é um jogo de tabuleiro com a guerra como tema.

Se eu soubesse disso antes de começar a jogar a minha primeira partida, talvez não ficasse tão decepcionado como fiquei com o jogo, as outras partidas, já sabendo o que esperar, foram bem mais proveitosas.

Para quem não gosta de wargame, um prato cheio, regras simples, jogos rápidos. Para os que gostam de coisas como ASL e Up-Front!, continuem com seus jogos de sempre, este aqui é um boardgame.