Toni Jefferson (Paulo Martins)

Anthony Jefferson, filho único de Sam e Elisa Jefferson, veio ao mundo a 17 de Fevereiro de 1975, quando os seus pais já não esperavam ser “bafejados” com a sorte de terem um filho. Na realidade, Sam tinha 54 anos e Elisa 45, quando Toni nasceu. A sua mãe morreu ao dá-lo à luz, e com o desgosto, Sam nunca foi um bom pai para Toni. Os seus tios maternos, Mathew e Sophia Robertson criaram-no como um filho, e não foi a morte do seu pai aos 13 anos que o abalou, mas sim a perda dos tios quando estava a terminar o liceu. Esse foi um ponto decisivo que, aos 18 anos, o fez mudar da pequna cidade de St. Cloud.
Tanto a família Jefferson como a Robertson foram nadas e criadas em St. Cloud, mas como pertenciam à classe trabalhadora da cidade, nunca fizeram parte da alta roda de vip’s que a ela pertencem. Nem mesmo Toni, sendo um jogador de futebol americano brilhante, conseguiu ser muito popular no liceu, tendo até criado alguma inimizade por Ted Woodrow, pois este último tinha alguma inveja do seu talento. Já com Peter Anderson as coisas eram diferentes, sendo que nos últimos anos de liceu houve uma aproximação de Toni ao grupo de Peter, quando a relação deste com Ted se rompou sem reconciliação possível. Toni nunca perdoou a Ted este ter utilizado a influência familiar para se tornar capitão da equipa de futebol.
O facto de conhecer e de ser amigo de Peter Anderson, fez com que Toni fosse um pouco mais popular no liceu e deixou-lhe algumas boas recordações desses tempos. Outra boa recordação que Toni tem de St. Cloud foi o seu part-time na Halley´s Department Store. Claro que estava na Secção de Desporto onde se sentia como peixe na água, e onde os habitantes locais apreciavam o seu trabalho.
Na escola, Toni nunca foi um aluno brilhante, e sempre viu o seu futuro ligado a uma carreira no desporto. Terminado o liceu, sem pais, com a trágica morte dos tios num acidente de viação, numa das estradas que atravessam os bosques de St. Cloud, Toni concorre a uma bolsa de estudo para uma pequena Universidade da Califórnia, com o intuito de aí poder jogar futebol americano. Nos estudos não dá passos muito consistentes, mas dá nas vistas na equipa de futebol, acabando por desistir da Faculdade, e ingressando numa equipa profissional.
A sua carreira tem um futuro promissor que acaba por se tornar uma realidade; a fama traz-lhe muitas fãs, e é com uma delas que aos 23 anos comete um pequeno deslize que 9 meses depois dá origem às gémeas Suzanna e Julia Jefferson. Pelo meio dá-se um casamento apressado, que nos primeiros tempos até parecia risonho, mas que ao fim de 3 anos dá a sensação de já corresponder a bodas de ouro. Toni volta a ser pai aos 26, desta vez de Steve; além do desporto, os seus filhos acabam por ser a maior alegria de Toni, que apesar disso, tem momentos em que parece ter a sensação de ter desperdiçado toda a sua juventude, e ter sido obrigado a envelhecer à força.
Ainda antes de Steve completar um ano, Toni sofre um estúpido acidente num jogo das semi-finais do campeonato de futebol americano, que o afasta da final. Isto traz-lhe um grande desgosto, mas o pior vem depois, pois a lesão necessita de uma operação complicadíssima que depois de efectuada o deixa permanentemente fora do desporto. E assim, aos 27 anos, Toni sente que lhe tiraram o tapete dos pés, pois aquilo para o qual vivia termina bruscamente, a sua carreira.
A sua carreira apesar de curta permitiu-lhe arrecar um pé-de-meia razoável, mas que não durará muito tempo se ele continuar a suportar os gastos supérfulos em roupas e jóias por parte da sua mulher.
Sem ninguém saber, Toni manda recontruir a casa agora abandonada dos seus tios, conferindo-lhe uma dimensão maior e algum luxo, para que a sua bela e loira mulher, Sonia (típica California girl de ascendência europeia) não sinta tanta falta da luxuosa mansão de Sta. Monica.
Quando Sonia se apercebe do que a espera, as discussões entre o casal aumentam de frequência, mas enquanto esta conseguir sentir o cheiro do dinheiro nos bolsos de Toni, ela segui-lo-á para qualquer lado. Além do que, no seu potente bólide, rapidamente chega à civilização e à Tiffanie´s ou Cartier mais próxima.
Assim, passados 9 anos, Toni regressa a St. Cloud, casado, pai de 3 filhos e desempregado... Sabe-se que a população da cidade não aprecia muito os seus “filhos” que vão para fora, e como tal Toni receia um pouco a recepção que vai ter...