Lost Cities - um divertido Card Game de Reiner Knizia

Retrato de costa

Saído da mente brilhante do génio matemático Reiner Knizia, LOST CITIES é um simples e intuitivo Card Game, rápido de jogar e fácil de aprender. É um daqueles jogos que se joga para distrair e ocupar algum tempo. Simples mas não simplista, este Card Game para dois jogadores encerra alguma profundidade estratégica o que o torna num dos mais populares do género.

O jogo vem numa mini box atraente, que inclui um pequeno tabuleiro (que não é obrigatório para se poder jogar o jogo), 60 cartas de jogo e, claro, as regras. Para quem compra a versão alemã (como eu comprei) pode sacar as regras em Inglês do BGG. Todo o jogo é “language independent”.

 

MECÂNICA DO JOGO

Em LOST CITIES o jogador faz o papel de um explorador “à la Indy Jones” e parte em diversas expedições com o objectivo de encontrar mais tesouros que o explorador adversário. E como se processa esta aventura? É muito simples. O baralho esta dividido em 5 cores diferentes (vermelho, branco, amarelo, verde e azul) cada côr representando cada uma das expedições disponíveis. Cada Expedição/Côr contêm 12 cartas: 9 numeradas de 2 a 10; e 3 agreement cards ou cartas de aposta. No início da partida e depois de baralhadas as cartas, distribuem-se 8 cartas a cada jogador, sendo as restantes colocadas perto dos jogadores viradas para baixo. Começa a jogar o jogador mais velho e à vez cada jogador pode iniciar uma expedição ou descartar uma carta. Em qualquer dos casos, após jogar uma carta o jogador vai sempre buscar outra, obrigando-o assim a ter sempre na mão 8 cartas. Para iniciar uma expedição o jogador coloca na mesa, à sua frente e virada para cima, uma carta da côr da expedição que ele quer iniciar. Iniciar uma expedição obedece a duas regras muito simples: as cartas são colocadas obrigatoriamente por ordem crescente; não é obrigatório jogar as cartas de forma sequencial. Ou seja, se um jogador iniciar uma expedição com a carta 2 pode colocar qualquer uma das outras em cima desta. Pode inclusivé jogar em cima da carta 2 a carta 4. Jogando esta carta 4 já não pode jogar a carta 3. É muito simples. Antes de iniciar uma expedição/côr o jogador pode jogar uma, duas ou mesmo as três agreement cards da respectiva côr. Jogar uma ou mais destas cartas significa que o jogador está a apostar que vai conseguir finalizar com sucesso a respectiva expedição/côr. E nesse caso está, respectivamente a duplicar, triplicar ou a quadruplicar a sua pontuação. Entre o jogo de cada um dos exploradores reserva-se um espaço para os descartes de cada uma das expedições, assim um jogador pode deitar fora uma agreement card verde para ir buscar uma carta ao baralho ou em alternativa uma outra carta qualquer que tenha sido anteriormente descartada. De seguida o outro jogador inicia uma expedição de côr verde jogando á sua frente uma agreement card verde e em vez de ir biscar ao baralho levanta a carta de aposta verde que acabou de ser descartada pelo adversário. O processo é muito simples e o jogo continua até se biscar a última carta do baralho. Nesse preciso instante acaba o jogo e fazem-se as contas.

Regras adicionais: um jogador não pode descartar uma carta e biscá-la imediatamente; as agreement cards têm obrigatoriamente de ser jogadas antes das cartas numeradas, contudo não é obrigatório utilizá-las. Se um jogador quiser duplicar, triplicar ou quadruplicar a sua pontuação numa determinada expedição tem de jogar as agreement cards antes de iniciar propriamente a expedição. Logo que jogue uma carta numerada, já não pode jogar nenhuma agreement card dessa côr; um jogador só pode tentar uma expedição por côr, logo no máximo só pode fazer 5 expedições por jogo; finalmente, é possível dois jogadores empreenderem a mesma expedição.

 

PONTUAÇÃO

Sempre que um jogador inicia uma expedição ele começa com uma pontuação de –20. No fim do jogo somam-se os valores das cartas de cada expedição iniciada e fazem-se as respectivas bonificações. Por exemplo o jogador 1 numa determinada expedição apostou duas agreement cards e jogou as seguintes cartas: 2-3-4-8-9 logo pontua 2+3+4+8+9 num total de 26 pontos. Subtraindo os 20 pontos do custo da expedição sobram-lhe 6. Como apostou duas agreement cards, a sua pontuação triplica, logo 6x3=18. Existe ainda um bónus de 20 pontos para cada expedição que consiga atingir as 8 cartas da mesma côr.

Voltando ao exemplo anterior, se o jogador só tivesse conseguido jogar as cartas 2-3-4-9, teria uma pontuação de 18, menos os 20 pontos do custo da expedição, ficaria com –2, valor este que seria triplicado uma vez que o jogador tinha apostado 2 agreement cards, logo a sua pontuação seria de –6.

 

CONCLUSÃO

E é assim que se joga LOST CITIES, no inicio os jogadores acordam entre si o número de partidas – 3 é um bom número. E depois é só jogar e somar as pontuações no final das partidas.

Existe uma interessante componente estratégica e há também a possibilidade de atrasar ou acelerar o jogo, conforme se vai buscar mais ou menos cartas ao baralho. Mas por norma um jogo dura entre 15 e 20 minutos, o que faz de LOST CITIES um excelente jogo de passeio. É rápido, fácil e suficientemente estimulante para se querer sempre jogar mais uma partida.

NOTA = 6

(postado no BGG a 16/05/2006)