Rage

Retrato de MGBM

Ok, vamos falar de um cardgame. Vamos falar do Rage, um cardgame que é o número um em vendas no funagain.com. Depois de várias frustações com as regras do jogo, finalmente encontrei regras boas o suficiente para as entender, e agora considero este jogo um dos melhores non-collectible card games que já joguei, sem falar que é extremamente divertido.

Como é o jogo? Imaginem uma mistura de bisca com copas, mais ou menos. O jogo tem seis naipes com dezasseis valores cada naipe, mais cartas especiais.

O objectivo é ganharmos um número de mãos, mas a beleza do jogo é que antes de começarmos a jogar e depois de dadas as cartas, nós temos que apostar em quantas mãos ganharemos até ao final da ronda. E este pequeno promenor transforma um jogo que seria pedestre no máximo num jogo extremamente divertido e aliciante.

As regras são simples, assistir sempre à primeira carta jogada, se não tivermos do mesmo naipe podemos jogar outro naipe, uma carta do trunfo leva tudo. Só isto, é belo na sua simplicidade. Depois há as cartas especiais, que podem dar pontos, tirar pontos, mudar o trunfo, tornar a vida muito mais interessante de facto.

No fim ganha-se pontos, um ponto por cada mão ganha, dez pontos se a nossa aposta em quantas mãos ficávamos no fim da ronda ter sido acertada, ou perder pontos caso a aposta ter sido errada. Quem tiver mais pontos ganha.

O jogo só existe em Alemão, mas as regras são facilmente sacadas do boardgamegeek.

Esta review vai ser curta, pois não há muito que se fale sobre este jogo.

A estratégia e táctica deste jogo é quase a normal dum jogo de cartas vulgar, mas obtem mais estratégia e táctica devido às apostas no inicio do jogo, os planos de longo prazo, se longo prazo se pode usar num cardgame, existem e são fáceis de os traçar.

Este jogo nem sequer tenta ter um tema, é abstração pura. A sorte é a normal num cardgame, não esperem pouca sorte que não a vão ter, existe um elemento de caos muito prevalecente neste jogo, e é isso que provoca o divertimento, se este jogo não tivesse tanto caos seria aborrecido. Eu não diria que este jogo é um filler, pois demora-se quase uma hora a jogá-lo. Para um cardgame é muito.

A longevidade do jogo é incrivel, é um jogo que se pode jogar muitas vezes sem nos chatearmos. Tem uma longevidade sólida.

Este jogo é perfeito para novatos, apesar de não ser um filler e demorar muito tempo, tenho a certeza que qualquer novato vai adorar este cardgame.

Bem, não tenho muito mais para dizer. Este jogo é realmente muito bom, muito viciante e é a minha surpresa deste ano, não estava à espera que um cardgame com as premissas deste cardgame desse tanto gozo jogar. É um jogo simples, muito fácil de ensinar e que diverte. Ainda por cima é bem barato, o que é sempre uma vantagem.

Uma boa alternativa à sueca, copas, bisca ou outro jogo jogado num baralho tradicional.

Comprem que não se vão arrepender.

16 de 20.

http://www.boardgamegeek.com/game/568

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Interessante

Mas será que bate o king?

___________________________

Yaaaa Phtagnn!!

Yeap

meninobesta escreveu:

Mas será que bate o king?

Sem dúvida nenhuma! Para mim o Rage bateu todos os jogos de carta que joguei num deck de cartas normal. O rage é simplesmente algo que não esperava que fosse tão bom e suplantou todos os jogos de cartas que tenho, ele agora é a minha primeira opção quando quero jogar cartas.

----
I know this: if life is an illusion, then I am no less an illusion, and being thus, the illusion is real to me. I live, I burn with life, I love, I slay, and am content.

---- Behold the pain and sorrow of the world, Dream of a place away from this nightmare. Give us love and unity, under the heart of night. O Death, come near us, and give us life!

Rage há só um, o de

Rage há só um, o de Werewolf e mais nenhum. ;-)

 --~~--

To crush your enemies, to see them driven before you, and to hear the lamentations of their women.
-Noddy, Lord of Darkness

A escrever: down*town, tech-noir rpg
Proto Agonístes um rpg de auto-descoberta, de um personagem e vários jogador