Tzaar - GIPF Project

Retrato de JohnnyBeGood
Tzaar

Introdução

Tzaar é o último jogo do projecto GIPF. O projecto GIPF consiste num total de 6 jogos e ainda algumas peças extra chamadas Potentials que permitem que se jogue os jogos em conjunto. Voltando ao Tzaar, este é um jogo de estratégia pura jogado num hexagono. É um jogo para dois jogadores.

 

Objectivo

Existem 30 peças brancas e 30 peças negras. Cada jogador joga com uma cor.

Existem também 3 tipos diferentes de peças denominadas: Tzaars, Tzarras e Totts. É obrigatório que cada jogador tenha no tabuleiro pelo menos uma peça de cada tipo. Caso em qualquer momento um jogador não tenha um determinado tipo de peça. esse jogador perde de imediato o jogo.

Por isso desde o primeiro momento do jogo, há que estar atento a este pequeno, mas grande, detalhe. Caso contrário está-se em grandes apuros quando temos apenas uma peça de um determinado tipo, e de repente, o nosso adversário retira essa peça do jogo.

Em cada jogada é obrigatório capturar pelo menos uma das peças do adversário. Se a qualquer altura o adversário, ou nós, não conseguir comer qualquer peça, ele perde o jogo. Por isso, além de termos o cuidado de manter pelo menos 3 peças de cada tipo em jogo, não podemos cair no erro de não conseguir-mos comer qualquer peça no nosso turno, pois isso seria a morte do artista.

 

O Jogo

Em cada jogada, cada jogadJogo a decorreror efectua dois "turnos" (excepto na primeira jogada de todas). No início as peças são distribuídas aleatóriamente pelo hexagono.

No primeiro "turno" o jogador é obrigado a capturar uma peça do adversário. Podem-se capturar peças adjacentes, ou movendo a nossa peça numa linha recta tantos espaços vazios quantos os necessários até encontrar uma peça do adversário e capturá-la. A peça capturada é retirada do jogo. Não existe um ranking entre os diferentes tipos de peças. A única regra é que a peça que se queira capturar seja pelo menos igualmente forte que a que captura. Para calcular a força de uma peça conta-se apenas a sua altura (ou seja, o número de peças empilhadas). Ou seja, por exemplo, uma peça de altura 3 pode capturar peças com altura 1, 2 ou 3. As peças empilhadas são sempre jogadas como um todo.

No segundo "turno" o jogador pode: efectuar uma segunda captura ou tornar uma das suas peças mais fortes ou passar. Este segundo turno é altamente estratégico, pois o modo como o jogo decorre a seguir depende em muito das decisões que se tomam nestes segundos "turnos". Há que avaliar bem como está o jogo no momento e também, tal como no Xadrez, como se antevê que o adversário reaja.

Para tornar uma peça mais forte basta que a peça salte para cima de outra da nossa cor. Tem é de se ter em atenção que apenas a peça no topo de uma pilha, indica o tipo de peça que é representada por essa pilha. Não interessa se no meio da pilha temos, por exemplo, Tzarras e Totts, se no topo da pilha estiver uma Tzaar.

 

 

Conclusão

Tzaar, é um jogo diferente que se enquadra bem no projecto GIPF. Para quem procura jogos para dois, e que gosta de jogos "mentais", é um jogo a não perder.

 

 

 

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

...

Bom artigo! Thumbs Up

Tive oportunidade de conhecer o jogo aquando do seu lançamento em Essen e ainda para mais com o próprio autor a explicar o jogo.

É realmente um jogo onde devemos ter os nossos sentidos alerta, pois à menor distração e já fomos.

Para quem gostar dos jogos da Gipf Project, pode jogar on-line contra outros jogadores ou contra uma AI em Boardspace.net

As minhas (In)definições no TuJogas.com

Herrar é umano.