Yay!

Retrato de Abruk


Sinopse:

Jogo de dados e de rapidez onde o objetivo é ganhar a maioria de casas no fim do jogo.

Como se joga:

Antes de começar a jogar Yay! importa perceber que se devem obedecer a algumas regras gerais que passaremos a elencar.

As regras seguintes têm de ser respeitadas:

  1. Uma casa pode ser ocupada desde que um dos dados lhe toque;
  2. Em cada casa só pode haver um número;
  3. Os números deve ser escritos o maior possível para que se vejam mesmo que venham a ser tapados pelos dados;
  4. Ao lado de casas com uma cruz ou do próprio jogador, só se pode escrever um número menor;
  5. Se todos os dados cairem em casas já ocupadas já não se podem lançar de novo e o jogador perde a vez;
  6. O jogador que lança os dados pode virar a folha de forma a poder ver melhor;
  7. Só os dados que estiverem dentro da base é que são tidos em conta. Na eventualidade de um jogador querer lançar de novo os dados pode fazê-lo quer sejam todos (3) ou apenas parte deles (1 ou 2);
  8. Por baixo dos números 6 e 9 deve colocar-se um ponto para se destinguir de qual deles se trata. Caso não se faça isso o número será sempre o 6 por defeito;
  9.  Todos os jogadores têm de apontar o seu primeiro lançamento. Nos turnos seguintes os jogadores já poderão relançar os dados se o desejarem. Ao relançar os dados os jogadores têmobrigatoriamente melhor o resultado obtido no lançamento anterior.

    • Se o relançamento tiver um resultado maior que o anterior – o jogador poderá apontar o resultado ou relançar de novo;
    • Se o relançamento tiver um resultado igual ou inferior ao anterior – o jogador tem de riscar um dos seus números (obtidos em turnos anteriores) e perde a vez.

No início da partida os jogadores escolhem um lápis de cor. Escolhe-se o jogador inicial, que lança os 3 dados.
No primeiro turno de cada jogador, não há lugar a relançamentos. Aponta-se o valor obtido nos três dados numa das casas em que os três dados toquem.

Image jasss333

Como referido anteriormente, na regra 9, os jogadores podem lançar de novo os dados mas são obrigados a obter um valor superior ao alcançado no lançamento anterior.

Se um jogador quiser marcar um dos seus números, ao lado de um ou mais números escritos pelos adversários, esse jogador tem de ter um número superior aos números adversários. Nesse caso, anota o número na casa respetiva e depois risca todos os números adversários que lhe sejam adjacente, eobviamente inferiores!

Image Joseph Peterson

No entanto, quando o jogador não tem outra saída que não seja escrever ao lado de um (ou mais) número adversário, e o seu número é igual ou inferior àquele, o jogador em causa tem de riscar uma casa que um dos seus dados toque. Obviamente que o jogador pode sempre optar por lançar de novo os dados (respeitando sempre a regra 9).

O fim do jogo acontece no final do turno do jogador que preencha todas as casas de uma linha (números válidos e/ou já riscados). Após a conclusão do jogo verifica-se que tem mais números válidos (não riscados) e esse será o vencedor. Só em caso de empate é que o valor total dos números irá desempatar!

Avaliação:

Yay! é um jogo de dados familiar com material de muito boa qualidade, o suporte de madeira é muito elegante e os dados são muito agradáveis ao toque.

As regras do jogo são um pouco confusas e é preciso ir ao livro de regras com relativa frequência nas primeiras partidas, mas depois acaba por se tornar um jogo fácil de explicar e de jogar. O mecanismo continuar ou parar e o controle das áreas são evidentes e encontram-se em perfeita osmose neste título.

Com o tempo e o encadear das partidas os cantos do tabuleiro começam a tornar-se nos locais mais apetecíveis por serem aqueles que nos defendem melhor das investidas alheias.

Yay! é um jogo divertido onde se alia um nível interessante de estratégia com a sorte dos dados. O jogo oferece momentos de grande divertimento a quem o joga e tem a particularidade de ser muito bom com mais de dois jogadores, arrisco mesmo a dizer que é nessas configurações que mostra tudo o que vale.

Muito bom jogo, simples, rápido e imersivo. Ideal para jogar em família e para momentos onde a tónica é relaxar.

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Interessante

Apesar de não ser grande fã de jogos com predominância do factor sorte, aguçaste-me a curiosisdade neste caso. Gostava de o testar para confirmar a jogabilidade, e colocá-lo na wishlist, apesar de sem ordem preferencial. 

Boa review. 

Sem dúvida que estamos no

Sem dúvida que estamos no reino do aleatório em termos de dados, mas há uma componente estratégica no meio de toda esta inegável aleatoriedade. Vale a pena experimentar, pelo menos!