Glossário Introdutório

Retrato de Rick Danger

Esta é uma lista de termos bastante utilizados que são aplicáveis a praticamente todos os RPGs.

Aventura
Um livro que contém informação específica para jogar uma determinada crónica ou campanha.

Campanha
Um conjunto de histórias encadeadas que se estende por dezenas de sessões.

Cena
O elemento em que se encadeia uma história, tal como no teatro ou no cinema.

Corebook
Um livro que contém todas as regras necessárias para jogar.

Crónica
Uma história que se estende por mais do que duas ou três sessões, mas que não chega a ter a dimensão de uma campanha.

Dados (dx)
Existe uma designação própria para os dados de acordo com o número de lados que têem. A um dado com seis lados chama-se um d6. Existem também d4, d8, d10, d12 e d20. Além disso, usando dois dados de dez lados é possível obter um número aleatório de 1 a 100 - e a isso chama-se um d100.

Diceless
Um RPG que não usa dados nem quaisquer outros instrumentos aleatórios.

Experiência
A maior parte dos RPGs utilizam os chamados pontos de experiência para, de acordo com regras específicas, registar a evolução de cada personagem. Esta designação costuma ser abreviada para XPs (eXperience Points).

Freeform
Jogar RPG sem usar regras, apenas o possível consenso entre os participantes.

História
Improvisação criada em conjunto pelos participantes de um RPG, determinada pelas suas preferências, imaginação e partilha de ideias.

Jogador
Participante numa sessão de RPG.

LARP
Abreviatura para Live-Action-Roleplaying-Game. É um tipo de RPG em que os participantes recriam ao vivo cada cena que estão a jogar.

Mestre-Jogo
Papel de anfitrião e moderador habitualmente desempenhado por um dos jogadores.

NPC
Abreviatura para Non-Playing-Character. Designa uma personagem que não é controlada por nenhum jogador. Habitualmente, a sua acção na história é determinada pelo mestre-jogo.

One-Shot
Uma história que começa e termina numa só sessão.

Party
Nome dado ao conjunto dos personagens controlados pelos jogadores.

PC
Abreviatura para Playing-Character. Designa cada personagem protagonista da história, controlada por um jogador. Normalmente, o mestre-jogo não controla nenhuma PC.

Personagem
Cada pessoa imaginária que é criada como parte da história.

RPG
Abreviatura para Role-Playing Game. Jogo em que os participantes colaboram para criar uma história.

Sessão
Os RPGs são jogos que têem continuidade, ou seja, podem ser começados, parados e retomados mais tarde. Uma sessão é o momento em que se joga. A duração habitual de uma sessão é cerca de três horas.

Setting
O mundo em que a história é criada pelos participantes. Este é habitualmente pré-determinado pelo RPG específico em que se está a jogar, mas poderá ser transformado pelo decorrer da história.

Suplemento
Um livro que contém regras adicionais e/ou mais informação sobre o setting.

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Vamos lá a pôr isso tudo numa só língua

O português, por exemplo:

Livro base (corebook)

Não aleatório (diceless)

Informal (freeform)

PMJ - Personagem do Mestre de Jogo (NPC)

Episódio ou aventura episódica (one shot)

Grupo (party)

PJ - Personagem de Jogador (PC)

Universo de jogo (setting)

Como podes ver, preservei o inglês para os conceitos chave! É que não gosto mesmo da expressão «jogos de personagens».

Sérgio Mascarenhas

Sérgio

na mesma língua

Qual é o propósito do glossário se não explicar os termos que são mais utilizados? Ninguém diz "PJ" :) ou "aventura episódica".

Depende

Nos grupos em que joguei sempre utilizámos PJ. E eu não estou a dizer para eliminares a explicação, pelo contrário: Dás o termo em português, depois podes por entre parenteses a expressão inglesa e de seguida a explicação.

Não sei se me fica mal mas defendo a minha língua até ao fim e só cedo quando não há opção (jogos de personagens, grrr). Se me quiser exprimir em inglês, uso mesmo o inglês. Afinal, trata-se de um glossário, não se trata de um glossary.

Olha a questão deste ponto de vista, o glossário pode ajudar a sedimentar uma terminologia portuguesa para os rpgs. Bonito!

Sérgio Mascarenhas

Sérgio

estrangeirismos

smascrns escreveu:

Nos grupos em que joguei sempre utilizámos PJ.

O termo surgiu por uma tradução feita dos livros? Não me lembro de alguma vez o ter visto escrito por aqui.

A minha ideia é simplesmente ajudar a perceber os tópicos que qualquer pessoa pode encontrar no abreojogo ou até noutros sites, partindo dos termos que suspeito serem mais utilizados.

Na minha opinião, é desnecessário normalizar uma terminologia em português, justamente porque nem sequer a sigla RPG conseguimos traduzir :) A partir daí, não podemos negar que o nosso glossário é um misto de português e inglês (até conjugamos o verbo roleplayar).

Tenho pensado em acrescentar os termos alternativos como PJ, NPJ e também DM, GM e ST, mas talvez sejam siglas a mais. A única razão pela qual incluí o PC/NPC é porque são mesmo termos muito usados (até pelos jogos de computador).