Novembro - Entre Essen e o Natal... LisboaCon

Retrato de Mallgur

Novembro foi um mês bastante razoável. Depois do influxo de jogos fresquinhos de Essen, voltamos a alguma acalmia com a preparação para a LisboaCon.

Neste mês registei 39 partidas de 24 jogos diferentes com alguns jogos a serem registados pela primeira vez.

Uma das novidades foi o Return of the Heroes que o Neonaeon teve a amabilidade de me ensinar. Devo dizer que, sendo de alguma forma comparável ao Talismã, por se tratar de um pseudo-RPG em ambiente de fantasia, bate-o aos pontos com facilidade. Não só porque apresenta um maior nível de decisão aos jogadores como tem objectivos mais interessantes e uma duração bem mais adequada a um jogo tão dependente da sorte dos dados.

Neste mês, voltei a jogar Agricola e a portar-me muito mal... Não consigo deixar de lado oportunidades de especialização! E isso paga-se muito caro neste jogo... fiz um combo bem giro com a produção de barro, mas o resto ficou para trás e isso saldou-se numa pontuação miserável... mais uma vez. Curiosamente, neste dia ficou também registada uma estreia em Quoridor, o que não é bem verdade porque eu já o tinha jogado no passado, mas antes de começar a fazer o registo no BGG.

A LisboaCon foi um poço de oportunidades. Voltei ao Princes of Florence, que mais tarde receberia do meu excelente Pai Natal Secreto Tuga, conheci o Chinatown onde ganhei fama de mau mas, por isso mesmo, também o jogo, pude experimentar o Go ao vivo, registando também assim uma estreia falsa pois já o tinha jogado online e no primeiro encontro de jogos de tabuleiro do Porto, há três anos... como o tempo voa. E voa bem quando nos divertimos tanto como no Time's Up com a malta de Coimbra! Tenho de vos mandar as fotos! Tudo isto deu para uma viagem de volta a Alcobaça às 3 da manhã... Lindo!

Mesmo assim, no dia seguinte estivemos de volta para um Full Métal Planète, infelizmente sem o Pombeiro que tanto o queria experimentar, mas com parceiros bem fixes à mesa. Finalmente, um Busen Memo que provou duas coisas. Primeiro, que não é apenas um mito urbano interno do BGG. Segundo, que identificar 48 pares de mamas não é nada fácil!

Mais uma vez, obrigado ao pessoal de Lisboa por esta Con!

O mensal do Porto deu para pôr na mesa algumas aquisições de Essen e para regressar ao Bang. Houve Traumfabrik, Antler Island, Mississippi Queen e Savannah Tails, além de um emprestado Funny Friends que, apesar de mal explicado e jogado por mim deu para umas gargalhadas!

A última partida do mês foi para o Opera, desta vez experimentado a dois e que me pareceu melhorar em relação ao jogo a quatro.

E foi assim Novembro... um bom mês.