The Grumpy One and The Pathfinder by Bruno Baggins - LotR: Journeys in Middle-earth

Retrato de onurb22

Olá , hoje venho partilhar com vocês um report de um jogo que tenho adorado jogar, The Lord of the Rings: Journeys in Middle-Earth da Fantasy Flight Games.

O texto que, carinhosamente intitulei de The Grumpy One and The Pathfinder by Bruno Baggins, tem um tom de história com alguma brincadeira à mistura, tudo para tentar tornar tudo mais interessante e empolgante. Espero que gostem!

 


 

Prefácio
 

Sem qualquer tipo de experiência em textos e sabendo que o jogo é recente, vou contar a história sem passagem ou referência às regras. Talvez, se isto correr bem, poderei anexar uma análise/como jogar a esta campanha. Todas as cartas usadas terão o link para a sua descrição assim, se quiserem, poderão ler e ver os seus efeitos.

Sabendo que poderá ficar extenso, farei, no início e fim de cada turno, um pequeno resumo em formato de estatística para os menos interessados poderem pular de turno em turno.

 


 

A Escolha do Destino
 

Journeys vem acompanhado de uma APP que nos guiará por toda a aventura, irá estar responsável por tudo o que acontece ao longo da história que nós não controlamos. Dessa forma,  a APP começa por pedir para escolhermos a campanha - a aplicação é pouco inteligente pois, nesta altura, só temos uma campanha, não há, na verdade, muito a escolher.

Bones of Arnor, a campanha onde um grupo de Heróis é  chamado por Halbarad para auxiliar contra as forças do mal que se reúnem nas fronteiras do reino de Arnor que, por esta altura, é feito de ruínas, poucos habitantes e sem qualquer tipo de patrulhas pelas fronteiras - Estamos perante um problema de junta de freguesia ou da câmara de Arnor?


 

Chegamos ao ecrã para escolha de Heróis, como não posso escolher os bombeiros locais, optei pelo o nosso mal humorado mas belicoso Gimli, definido como Guardian, equipado com uma Ring Mail e segurando um Battle Axe, este fazia o anel em pedaços, aposto. Para explorar os longos mapas a equilibrada Beravor, definida como Pathfinder, equipada com um Travel Garb e segurando um Staff . Faz Porto / Fátima num dia...sem problemas.

Viajamos assim, com este dueto improvável, para Eriador para procurarmos os bandidos do roubo da casa Mathom.

Capítulo Zero: O Setup
 

Os nossos Heróis seguem pistas de há dois dias atrás para encontrarem o covil dos ladrões.

De setup a APP pede para fazermos Scout2.

 

Gimli vê Honed Agility e Time of Need , preparo o Honed  Agility pois a agilidade dele de base é baixa (2) e é reduzida (em 1) pela Ring Mail. Coloco o Time of Need no fundo do deck porque não tenho inspiration e quero filtrar o deck rapidamente para ver sucessos. Por sua vez, a Beravor vê Undying Might e Gift of Men.  Vou preparar o Gift of Men e mandar o Undying Might para o topo do deck, garanto, desta forma, uma carta com o símbolo de inspiration e, desse modo, posso usar a habilidade do Trailblazer para ganhar 1 de inspiration e converter, se quiser, para um sucesso. Esperemos que as aulas sobre tácticas de Sun Tsu valham a pena.

lotr9
 

Bem, a aplicação pede para fazermos o nosso primeiro teste Spirit1 e, se passarmos, ganhamos 1 de inspiration. No caso da Beravor, lá se vai a ideia de usar o Sprint1 e ver um de inspiration para converter no Undying Might que colocamos no topo. Vamos rezar que corra bem. O nosso anão passou com um sucesso, já a nossa exploradora Dora falhou, como já se esperava, no teste. Viu 3 cartas e todas elas com o símbolo de  inspiration.

Recebemos o nosso primeiro objectivo, confrontar os ladrões.
 

Capítulo Um

\Resumo Início\

 

  GIMLI BERAVOR
Inspiration 1 0
Kills 0 0
Assistências 0 0
Tiles Explorados 0 0
Dano Damage 0 0
Dano Fear 0 0
Testes Com Sucesso 1/1 0/1
Cartas Preparadas You Cannot Pass/Honed Agility Trailblazer/Gift of Men
Objectivo Confrontar os ladrões
Threat 0/64 |15 de threat para o próximo evento


\Action Phase\

Vamos manter o plano original da Beravor, vamos usar o Sprint1 do Trailblazer para mexer em direção ao person token e ganhar 1 de inspiration. Usando a habilidade dela, o Scout1 diz-nos que temos 1 sucesso no topo. Menos mal, gastamos a nossa primeira ação interagindo com o token e  usamos uma opção mais cautelosa (cena que não assiste aos anões ). A APP pede para inserirmos o valor do nosso teste de agilidade. Não há fome que não dê em fartura e sacamos dois sucessos seguidos. Vamos arriscar o teste com 2 sucessos...passamos no teste, ficamos hidden e descobrimos que temos pela frente 2 Ruffians, o equivalente a dois gunas do Porto. Duas unidades básicas com 5 de vida cada e sem habilidades especiais.

Update do objectivo, derrotar os Ruffians


 

Gastamos a nossa segunda ação a tentar atacar os Ruffians.  Boa! Em 3 cartas: 1 sucesso e 2 símbolos de inspiration, gastamos o nosso token de inspiration para converter num sucesso. E boom!!!  3 hits e Stun a ver se as bichas não atacam de volta nem ativam na shadow phase. A vez do nosso Gimli , primeira acção move 1 para o espaço dos Ruffians. Segunda acção atacar, em 4 cartas: 1 sucesso e 3 símbolos de inspiration. Convertemos o nosso token num sucesso e, com dois sucessos, batemos para 6 hits. Usamos a habilidade do Gimli e mandamos o sucesso para o topo do deck.  Assim, deitamos um abaixo e o segundo fica a 1 de vida. Quase! Como na primeira ação só gastamos 1 movimento, vamos gastar o segundo e entrar num tile por explorar. Ganhamos 1 de inspiration e mais um tile com um token para interagir.

\Shadow Phase\

A threat aumenta em 5 (2 por cada Herói e 1 por uma zona por explorar ) estamos a 5/64 sendo que temos o primeiro evento aos 15. Não acontece mais nada porque a Beravor  tinha deixado o inimigo stun.

\Rally phase\

Reset dos decks e Scout2.

O Gimli vê Time of Need e Fury. Vamos preparar o Time of Need para eventuais draws sem sucessos e pôr o Fury no topo, assim garantimos um sucesso com o inspiration token que obtivemos no final do nosso turno. Já a nossa wanderer vê Misfortune, a Weakness dela, e Paths Unseen. Vamos  preparar a Misfortune e garantir que, para agora, não a vemos mais e colocar o sucesso para o topo.

 

  GIMLI BERAVOR
Inspiration 1 1
Kills 1 0
Assistências 0 1
Tiles Explorados 1 0
Dano Damage 0 0
Dano Fear 0 0
Testes Com Sucesso 1/1 1/2
Cartas Preparadas You Cannot Pass/Honed Agility/Time of Need Gift of Men/Misfortune
Objectivo Derrotar os Ruffians
Threat 5/64 | 15 de threat para o próximo evento
 

 


Assim, acabamos a introdução, setup e turno 1 da nossa campanha, em breve actualizarei com mais conteúdo. E já dizia o Gandhi: "Não percam o próximo episódio porque nós também não".

 

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Apesar da necessidade de

Apesar da necessidade de utilização da app para se poder jogar ser, para mim, um ponto negativo, confesso que tenho muita curiosidade neste jogo. Portanto estou mesmo à espera de novos episódios desta narrativa para assim ir compondo melhor a minha opinião sobre o jogo (e se o devo ou não adquirir).

Eu e a Rosa fizemos a

Eu e a Rosa fizemos a primeira aventura e gostámos do que vimos (e ganhámos, o que ajuda também smiley.

Ela está com a Elena e eu com o Gimli (Guard is awesome!!!)

De resto recomendo que ponhas um aviso de spoiler uma vez que isso é uma campanha, pode estragar a descoberta de cada aventura pelos que ainda não os fizeram e gostavam de descobrir eles.