Jogos de Tabuleiro em Espinho

Retrato de profecyone

Desde há cerca de 2 meses que se está a tentar dinamizar um encontro semanal de jogos de tabuleiro em Espinho. Os encontros são realizados todas as quartas feiras no ½ litro bar em Espinho (https://www.facebook.com/meiolitrobar/).
Embora os encontros sejam abertos e não implicarem qualquer consumo no bar a adesão, ao fim de 8 sessões ainda é diminuta. Apesar de se notar interesse e termos recebido comentários no bar e no Facebook a verdade é que ainda somos só dois ou três regulares.
Os donos do espaço já tinham dois ou três clássicos (Catan, Monopólio, Risco) e juntamos os meus jogos que estão agora guardados no bar e disponíveis para serem jogados por quem queira. Estão assim disponíveis Ticket to Ride, Himalaia, Puerto Rico, Agricola, El Grande, Lost Cities, Ligreto, Turn the Tide e Ilha Proibida.
Gostávamos de convidar todos os apaixonados por jogos de tabuleiro da região a passar por Espinho numa quarta feira para jogar um jogar connosco.

Nuno Lima Santos

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

Preserverança

Boas! Os vossos encontros ainda decorrem? Como está a ir? :)

Eu sou o organizador do Clube de Estratégia do Seixal, o grupo de board gamers aqui da zona, no distrito de Setúbal. Comecei-o há 4 anos, e compreendo a dificuldade que estás a ter.

Um conselho: PRESERVERANÇA E REGULARIDADE

No início foi igual para nós. Durante vários meses tinhamos uns 3 que vinham regularmente, e outros poucos que iam rodando. A média de presenças era 7 durante algum tempo, e houve dias em que só fui eu e a minha mãe (que me ajudava a organizar o espaço).

Criar uma comunidade de boardgamers do zero é difícil, mas vai acontecer. O mercado está a crescer muito, e certamente haverá muitos jogadores (ou interessados) em board games na vossa zona, mas que só com o tempo irão tomar conhecimento dos vossos encontros.

Continuem a fazer encontros independentemente da adesão. Com o tempo chegarão aos ouvidos de mais gente. E tem de haver REGULARIDADE para as pessoas começarem a saber que naquele dia há encontro, e aparecerem com confiança que há mesmo.

Continuem a divulgar nos vários canais, façam um site/blog grátis para terem lá toda a info. E peçam ajuda à comunidade no que precisarem :)

Abraço e parabéns!

Olá, Sim, os nossos encontros

Olá,

Sim, os nossos encontros ainda estão a decorrer. Depois de um período em que eramos apenas dois ou três, começaram a aparecer algumas pessoas mais e o interesse pelos jogos começou a crescer. Neste momento, o espaço já é conhecido também pelo facto de se jogar jogos de tabuleiro e já se vê inclusivamente grupos de pessoas que aparecem com os seus jogos para jogar lá e conhecer mais gente.

No verão paramos de fazer divulgação dos encontraos semanais à 4ª feira mas, nem por isso a adesão esmoreceu. Foi aí que percebemos que "a coisa" tinha pegado. Vamos voltar agora à divulgação para não passar a ideia de que o evento em si desapareceu. Quero ver como é que o grupo evolui este ano mas estou, sinceramente optimista.

A experiência que descreveste é-me familiar e sabia que seria um pouco assim aqui também.Eu lembro-me que comecei a jogar jogos em 2005 e em 2006 se não me engano, procurei jogadores no Porto e havia já o Boardgamers Porto. Lembro-me que se encontravam num sítio diferente de onde se encontram agora e que embora fosse um sítio bastante interessante, com imensa gente ligada a várias vertentes do gaming, gente a jogar jogos de tabuleiro eram menos de meia dúzia e sempre os mesmos. Confesso que, na altura, vindo de Espinho, tinha a ideia que ia encontrar imensa gente e percebi depois que não passavam de expectativas de cidade grande e que a realidade era de que, havendo gente que gostave e jogava jogos de tabuleiro, a comunidade de jogadores em si ainda era muito reduzida e estava muito dispersa. Depois, assisti ao crescimento e percebi essa necessidade de preseverança e regularidade que faláste. Aqui em Espinho, a realidade não é diferente e o caminho será similar.

De qualquer forma, estou bastante contente com este primeiro ano e na verdade, o corolário desse ano e da dinâmica que já conseguimos foi a recepção da tua mensagem. Na altura, quando a recebi mostei à dona do espaço. Sorrimos de forma cumplice, sentindo o apoio que a mensagem transmitia. Por isso te agradecemos a tua mensagem e fazemos votos que um dia que passes por cá, nos faças uma visita, assim como nós o faremos quando por aí passarmos.

Até lá, um muito obrigado pela força e um abraço para ti e para a comunidade de boardgamers do Seixal!

Nuno Lima Santos

Preserverança

Boas! Os vossos encontros ainda decorrem? Como está a ir? :)

Eu sou o organizador do Clube de Estratégia do Seixal, o grupo de board gamers aqui da zona, no distrito de Setúbal. Comecei-o há 4 anos, e compreendo a dificuldade que estás a ter.

Um conselho: PRESERVERANÇA E REGULARIDADE

No início foi igual para nós. Durante vários meses tinhamos uns 3 que vinham regularmente, e outros poucos que iam rodando. A média de presenças era 7 durante algum tempo, e houve dias em que só fui eu e a minha mãe (que me ajudava a organizar o espaço).

Criar uma comunidade de boardgamers do zero é difícil, mas vai acontecer. O mercado está a crescer muito, e certamente haverá muitos jogadores (ou interessados) em board games na vossa zona, mas que só com o tempo irão tomar conhecimento dos vossos encontros.

Continuem a fazer encontros independentemente da adesão. Com o tempo chegarão aos ouvidos de mais gente. E tem de haver REGULARIDADE para as pessoas começarem a saber que naquele dia há encontro, e aparecerem com confiança que há mesmo.

Continuem a divulgar nos vários canais, façam um site/blog grátis para terem lá toda a info. E peçam ajuda à comunidade no que precisarem :)

Abraço e parabéns!

A que horas vocês se costumam

A que horas vocês se costumam encontrar ? Tenho interesse, pois entrei neste mundo há pouco tempo e tenho muita pouca gente com quem jogar. Então um encontro seria até porreiro.