Outubro - Para o espaço e mais além...

Retrato de stormrover

Céu de Outubro, podia ser o nome de um jogo, baseado num filme, mas neste caso foi apenas um tema que acabou por dominar os jogos deste mês, com vários jogos com temática espacial a serem experimentados e repetidos, desde o lançamento de foguetões à espansão de imérios espaciais, até às aventuras nas costas de uma tartaruga espacial.

 

Também nos RPGs o espaço esteve presente no encontro mensal dos Roleplayers de Lisboa.

 

Um mês bastante produtivo a nivel do numero de partidas (3º melhor mês do ano) mas também ao nivel da quantidade de novidades (2º melhor mês do ano) e jogos diferentes (recorde do ano).

 

Foi também o mês da Grande Mostra de Jogos do Seixal, evento no qual fui voluntário na demonstração de jogos à comunidade em geral. Acabei por não jogar muito nesse evento, que foi um sucesso, com dezenas de partidas efectuadas.

 

Olhando para os números:

59 partidas num total de 40 jogos diferentes.

 

Em relação a jogos que não conhecia anteriormente:

21 partidas em 16 Jogos diferentes.

 

O top 3 de partidas do mês foram:

Jungle Speed (x4)

The Settlers of Catan (x4)

HeroClix (x3)

Sputnik (x3) - Uma Novidade

 

Novidades:

Sputnik (x3) - Um filler interessante, com caosa aumentar conforme o número de jogadores.

BattleLore (x2) - Um wargame ligeiro. Experimentei apenas os cenários inciais. Mas fiquei fã.

Battlestar Galactica (x2) - Um jogo com tensão até ao fim, mesmo quando se descobre o traidor.

Blockers! (x2) - Um filler estratégico abstracto razoável.

Ark (x2) - Manter a Arca de Noé equilibrada e os animais todos vivos. Um jogo divertido.

Egizia - Construção Nilo abaixo... Um bom jogo.

Hanabi - Um cooperativo em que as pistas são poucas e a memória é um bem precioso. Razoável.

Igloo Pop - Abanar igloos e tentar adivinhar o número de cristais é engraçado, mas não me parece ter grande "re-jogabilidade"

Neuland - Um jogo onde em cada ronda permite uma plenitude de acções, o que requer muito planeamento.

Pickomino - Um filler onde andamos à caça de minhocas.

Rotaris - Um abstracto a 2. É preciso planear vários passos de avanço para conseguir ganhar este jogo. Interessante.

Set - Reconhecimento de padrões. O jogo ao inicio parece demasiado simples, mas rápidamente nos apercebemos de alguma complexidade no reconhecimento dos conjuntos.

Space Empires 4X - Mais um wargame, desta vez a quatro, numa exploração espacial. A repetir.

Troyes - Uma mecânica inovadora, num jogo muito interessante. Um bom uso de dados num jogo.

Twilight Imperium (third edition) - Um grande jogo. Tanto no tamanho do tabuleiro como no prazer de o jogar.

War of Honor - Um regresso ao mundo de Legend of the Five Rings Uma boa forma de tornar um bom jogo de cartas a dois num bom jogo multiplayer. Estava à espera de mais da parte "tabuleiro" do jogo, no entanto o que tem funciona bem.

 

Finalizam a lista de partidas do mês:

Dominion (x2), No Thanks! (x2), Race for the Galaxy (x2), The Resistence (x2), Rythme and Boulet (x2), The Werewolves of Miller's Hollow (x2), Coyote, Diamant, Discworld: Ankh-Morpork,  Hermagor,  Kamisado,  Schildkrötenrennen,  Skull & Roses,  Sword and Skull,  Through the Desert,  Tichu,  Tigris & Euphrates,  Time's Up!,  Wings of War: WW2 Deluxe set,  Worm Up!,  Zooloretto.

 

 

A nivel do RPG, referencia para a primeira vez que mestrei Lady Blackbird, no encontro de Roplayers de Lisboa.