In the Shadow of the Emperor

Retrato de costa

O que há a dizer sobre este ilustre desconhecido título da "Hans Im Gluck", Im Schatten des Kaisers?

Para já e estando eu ainda na fase de estudo das regras e mecânica de jogo, posso já antever que estamos na presença de um título de grande qualidade.

Neste jogo cada jogador representa uma facção que procura conquistar influência nos 7 distritos disponíveis, tentando assim eleger um soberano. Em cada turno elegem-se 7 soberanos e depois cada um desses soberanos vota, em cada turno, a favor ou não da continuidade do Imperador vigente. O jogo tem 5 turnos e cada turno 8 fases. Há muita disputa e muita interacção, e no fim ganha quem tem mais VP'.
Destaco desde já as seguintes características:

  1. Trata-se de um "area control game" com uma forte componente política, muito na linha do LIBERTÉ, mas que apresenta duas inovadoras mecânicas de jogo: Primeiro, um processo de envelhecimento das figuras em jogo, trazendo para o ambiente uma maior dinâmica e tensão; Segundo, um processo de sucessão das linhagens, que vem contribuir para complementar o processo anterior.
  2. Cada distrito tem previlégios específicos. Por exemplo, Bohmen dá mais votos, Mainz dá um VP extra, Sachsen dá mais dinheiro (Talers). Cada distrito tem características muito próprias o que as torna mais ou menos apetecíveis consoante o evoluir do jogo e as estratégias adoptadas por cada jogador.
  3. Existem ainda várias action cards que permitem também fazer acções específicas, como: rejuvenescer/envelhecer figuras, deslocar figuras ou mesmo candidatar-se ao trono (se acharmos que isso é o melhor para a nossa facção).
  4. Pode-se também construir cidades nos distritos contribuindo assim para aumentar a influência de uma determinada facção neste ou naquele distrito.
  5. +/- 90 minutos, o que é muito agradável...

Julgo estarmos na presença de um peso pesado, um verdadeiro gamer's game.

fs
Cool

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Gravar configuração" para activar as suas alterações.

pois, pois

É assim: convenceste-me com a história do area control game. Também ajuda o jogo ser da Hans im Glueck. Agora, quereres comparar ao Liberté ANTES de meter a chicha aos pintos não me parece justo!!! Estou indignado!!!

NÃO ME LIXES (com F)

"hay que endurecer, pero sin perder la ternura jamas!"

Ernesto 'Che' Guevara 1928 - 1967

Rio Grande

A ver se a Rio Grande Games traduz e publica o boardgame em ingles. Mais um para a minha wishlist.

----
Farewell, leave the shore to an ocean wide and untamed
Hold your shield high, let the wind bring your enemy your nightmare
By the bane of my blade, a mighty spell is made and
Far beyond the battle blood shall fall like a hard rain.

---- Behold the pain and sorrow of the world, Dream of a place away from this nightmare. Give us love and unity, under the heart of night. O Death, come near us, and give us life!

RGG

Não é preciso esperar pela publicação em inglês porque o jogo é completamente language independent, tirando as regras, claro.

Não está na minha wishlist porque eu jogo o do fs, heheheh

"hay que endurecer, pero sin perder la ternura jamas!"

Ernesto 'Che' Guevara 1928 - 1967

O_o

O nome em inglês é muito mais giro e apelativo - In the shadow of the Emperor. :)

A escrever: down*town, tech-noir rpg
Proto Agonístes um rpg de auto-descoberta, de um personagem e vários jogador